Últimas

Sábado, 16 de Junho de 2007, 07h:31 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

PSD, UDN e PTB

     O deputado Humberto Bosaipo afirmou em pronunciamento na Assembléia Legislativa que está escrevendo um livro, cujo teor exalta a história dos partidos políticos PSD, UDN e PTB, em voga até o golpe militar de 1964.
     Para meu conhecimento, realizei há tempos atrás uma pesquisa superficial sobre o comportamento destas siglas na vida política do Brasil. Em função disso, relato a seguir algumas considerações avalizadas pelo que li e por opinião pessoal.
     Ao interromper-se o período do chamado Estado Novo em 1945, teve lugar a fase de "reconstrução democrática", com a Carta Constitucional de 1946, o governo de estrutura democrática do presidente Eurico Dutra e o surgimento de três grandes partidos políticos que passariam a centralizar a vida pública do país nos anos subseqüentes. Os nomes dessas agremiações estão ainda bem gravados na lembrança de todos: PSD, UDN e PTB.
     As diferenças nunca foram grandes entre essas agremiações, pelo menos no que se refere aos métodos de ação, ao tropismo pelo poder e à qualidade do material humano que constituía a linha principal dos seus quadros. Mas, se aprofundarmos o estudo, descobriremos certas nuanças que fazem a diferença.
     O PSD Partido Social Democrático, por exemplo, seria um partido conservador-pragmático. Em outras palavras. Não era partido que agitava a bandeira de grandes idéias e de grandes reformas mas, não combatia as conquistas sociais alcançadas no país na época de Getúlio Vargas, por isso tampouco poderia ser considerado antiprogressista. Dos seus quadros saíram presidentes da República e alguns governadores que promoveram da melhor maneira o progresso brasileiro.
     Eurico Dutra, considerado patriota, justiceiro, escravo da Constituição, como grande feito à construção da Usina de Paulo Afonso. E do PSD sairia outro presidente da República, Juscelino Kubitschek, que se notabilizaria pela construção de Brasília e pelo grande esforço que realizou em prol da industrialização no Brasil.
     A UDN União Democrática Nacional, tão ávida do Poder quanto o PSD, era todavia marcada por outro estilo. Se contrapunha de modo extensivo à legislação social herdada do Estado Novo. Todos os seus valores proclamados soavam como antigos, como se houvesse a possibilidade e a conveniência de um imobilismo na vida político institucional da Nação.
     Pela oratória, em que seus líderes abusavam de metáforas, da antítese e do trocadilho, pelo elitismo exibido nos seus atos, parecia ser um partido mobilizado para deter a evolução e o progresso político. Procedendo com arrogância típica de grupos políticos que se presumem donos da verdade e não hesitou, inclusive, em acalentar a idéia do golpe de Estado. A UDN polarizou toda a energia de patrões inconformados com a legislação trabalhista. Como se a história pudesse retroceder.
     O terceiro dos partidos, o PTB Partido Trabalhista Brasileiro, o único a alardear um compromisso estreito com as reivindicações sociais, teve o papel meritório de provocar o debate político, mas, pela baixa qualidade intelectual de alguns de seus líderes, foi levado a possíveis excessos e comprometimentos que acabaram por levar o país, na opinião de muitos, à beira de um caos. Daí, dando asas ao golpe de 64, iniciando aí uma fase obscura da vida política nacional.
     Em tempo: em sua iniciativa, o deputado Bosaipo dá a entender que focará a fidelidade, o companheirismo, o respeito ao programa partidário e a honradez no cumprimento dos compromissos assumidos por lideranças mato-grossenses que fizeram parte da história das três agremiações. Será, com certeza, um grande serviço a ser prestado à nossa história política.

José Arimatéia é ex deputado estadual por Mato Grosso

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.