Últimas

Quinta-Feira, 14 de Junho de 2007, 20h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

CUIABÁ

PT pede nesta 6ª cassação do vereador Lutero

    A executiva do PT de Cuiabá protocola nesta sexta (15), às 10h, pedido de cassação do mandato do vereador Lutero Ponce (PP), presidente da Câmara Municipal. A proposta foi aprovada nesta quinta à noite por unanimidade dos 11 membros da executiva presentes.

    Os petistas alegam que Lutero cometeu quebra de decoro parlamentar enquanto ocupou o cargo de primeiro-secretário da Mesa Diretora no período em que Chica Nunes (PSDB) foi presidente. Hoje na cadeira de deputada estadual, Chica presidiu a Câmara de 2005 a 2006. Nessa gestão, Lutero foi ordenador de despesas. Desde janeiro deste ano, o progressista preside a Câmara, que controla um duodécimo mensal de R$ 1,6 milhão.

      Entre as supostas irregularidades, inclusive já sob investigação do Ministério Público, estão notas frias e compras com valores superfaturados. Na reunião desta quinta à noite, os petistas expuseram o caso de uma compra superfaturada de 22 mil canetas em nome da Câmara Municipal, que tem 19 vereadores e menos de 600 servidores.

    Presenças

    A reunião da executiva foi presidida por Jairo Rocha. Também participaram das discussões e deram aval ao pedido de cassação do mandato de Lutero os petistas Arilson da Silva, Elisvaldo da Silva, o Bobe, a vereadora Enelinda Scala, Lúcia Maier, Oséas Machado, Marina Moraes, Valdemir Pascoal, Juscelino Barcelos, Conceição Sobrinho e Salvador Flávio. Dois estiveram ausentes. Maria Luíza, por exemplo, alegou que teve outro compromisso, o que impediu a sua presença na reunião.

     Lutero Ponce não foi localizado para comentar a decisão da executiva do PT. Em entrevistas anteriores, ele argumentou que não tem responsabiliza por atos cometidos pela então presidente Chica Nunes, mesmo na condição de primeiro-secretário. Observa que as medidas administrativas são centralizadas na presidência. Tem enfatizado também que, assim que assumiu o comando do legislativo cuiabano, determinou abertura de sindicância.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • alonso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    FORA LUTERO !!
    ACABAR COM PESCARIA NOS DIAS DE SEÇÕES !!

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.