Últimas

Domingo, 08 de Junho de 2008, 16h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

ARTICULAÇÃO

PT suspende encontro; Estadual decide aliança

Falta de quórum impede homologação do nome de Portocarrero para prefeito

  A decisão sobre o futuro do PT nas eleições deste ano em Cuiabá está agora com o presidente estadual, deputado Carlos Abicalil, aliado do governo Blairo Maggi. Numa manobra das correntes Articulação de Esquerda, liderada por Jairo Rocha e Vilson Aguiar, e da Unidade na Luta, capitaneadas por Abicalil e pelos deputados Alexandre Cesar e Ságuas Moraes, o encontro municipal dos delegados do PT acabou suspenso por falta de quórum.

   O congresso deveria homologar o nome do arquiteto José Portocarrero para prefeito, confirmando o resultado das prévias. Dos 217 delegados credenciados, seria necessário a presença mínima de 109 e só compareceram ao encontro 77. Sem a oficialização do encontro, o nome de Portocarrero não foi homologado. Era tudo que queriam as correntes que rejeitam projeto próprio para levar o PT aos braços do pré-candidato de Maggi, empresário Mauro Mendes.

   Caberá agora ao dirigente Abicalil conduzir o processo. O grupo minoritário, representado pela corrente Graúna, do vereador Lúdio Cabral, que levou Portocarrero a vencer as prévias, mas acabou derrotado neste domingo, acredita que a Executiva Estadual venha homologar o nome de Portocarrero para a corrida ao Palácio Alencastro. Nos bastidores, porém, tudo já estaria acertado. A manobra é para tirar o pré-candidato do PT da disputa e selar aliança com PR.

   Lobby pela vice

  A ex-deputada Vera Araújo, que pediu afastamento do cargo de secretária-adjunta de Educação do governo Maggi, alegou, em discurso durante o encontro, que a sua exoneração foi no sentido de garantir a ela própria legitimidade "para disputa a qualquer pleito". Ela desconversou sobre o lobby que estaria fazendo nos bastidores para ser indicada pelo PT à vice da chapa de Mauro Mendes. Detalhe: Verinha não está inscrita como pré-candidata a vereadora pelo PT. Como ela se desincompatibilizou do segundo escalão do governo para preparar terreno com vistas às eleições municipais, só lhe resta o sonho de virar candidata a vice.

(Às 16h54) - Executiva Municipal convoca reunião

  Após conseguir "minar" o encontro municipal dos delegados e dar o primeiro nocaute nas pretensões de José Portocarrero de ser candidato a prefeito, a Executiva do PT da Capital convocou uma reunião para esta segunda (9), logo pela manhã. Os membros vão discutir novas estratégias. No fundo, a maioria torce pela desistência de Portocarrero para o PT fechar logo acordo com o PR e apoiar Mauro Mendes a prefeito.

(Às 17h) - Em nota, chapa pede respeito à decisão

Vereador Lúdio Cabral reforça candidatura de Portocarrero   A chapa História e Luta, composta por militantes do Núcleo de Base Graúna que dão sustentação ao mandato do vereador Lúdio Cabral destaca, em nota, que credenciou 100 % dos seus delegados para o encontro tático deste domingo. Assim, reafirmou o compromisso com o PT, com a militância e com a candidatura de Portocarrero a prefeito da Capital. Observa, porém, que o encontro teve apenas 77 delegados credenciados, não obtendo o quórum mínimo. "Houve retirada dos grupos que têm o comando da direção municipal e estadual do PT". "(...) Atuaremos no sentido de garantir o respeito à decisão soberana e imperativa das prévias", destaca a nota divulgada pelo grupo de Lúdio Cabral.

(17h10)PT cria as condições para indicar vice

Abicalil, presidente estadual do PT   As direções municipal e estadual do PT criaram condições para "minar" o projeto próprio, mesmo contrariando a decisão das prévias. Assim, viabiliza a coligação com o Partido da República do governador Blairo Maggi, um dos cabos eleitorais do pré-candidato Mauro Mendes em Cuiabá. Como o encontro municipal foi suspenso por falta de quórum, dentro de uma estratégia do boicote que começou a se montada desde o sábado, a decisão se homologar a candidatura de Portocarrero ou de levar o PT para uma composição está com a direção regional do partido, sob o deputado Carlos Abicalil. O parlamentar já se manifestou o desejo pela aliança PR-PT. Pelo visto, a agremiação petista será coadjuvante no processo eleitoral em Cuiabá, diferentes das eleições de 2000 e 2004, quando concorreu com candidatura própria, mesmo sem êxito nas urnas, com Serys Marly e Alexandre Cesar, respectivamente.

(Às 23h15) - Militante histórico do PT vê desfaçatez 

  Em comentário enviado ao RDNews, Luiz Antonio Franke Settinere, fundador do PT do Rio Grande do Sul, dispara críticas à posição de grupos que impediram a homologação da pré-candidatura de José Portocarrero. "O que se viu durante o evento foi uma série de mentiras contadas aos militantes da base das referidas tendências no sentido do não cadastramento dos delegados. Se por um lado alguns diziam que havia um acordo para que o candidato vitorioso, se eleito, abdicasse do seu status e aceitasse a vice do PR, do outro, insinuações que este estaria prestes a se vender (...)".

   Eis, abaixo, a íntegra do que diz Luiz Antonio:

  "Pessoal do RDNEWS,
  Li com atenção as notícias veiculadas sobre o Encontro Municipal do PT publicadas nesta publicação virtual e tenho algumas coisas a comentar.
  Sou petista a 29 anos - sou fundador do pré-PT em Porto Alegre (RS), em 1979, junto com o companheiro Olívio Dutra e outros companheiros valorosos. Nestes anos todos, nunca vi tamanha desfaçatez com uma decisão soberana de nosso partido (Soberana pois em nosso Estatuto, no Art. 62, &4º diz claramente:
"prévia eleitoral é uma forma específica de plebiscito, obrigatória e deliberativa, em determinado nível, para a definição de cargos majoritários e seu resultado terá sempre caráter deliberativo, desde que alcançado o quórum."} como a tomada pelas tendências internas ARTICULAÇÃO & ARTICULAÇÃO DE ESQUERDA doravante citada como "frente das articulações").
    Enquanto a primeira, que sempre foi contrária à candidatura própria, apesar do bom momento político de nosso governo federal e do inferno astral que passa o partido do atual prefeito (escandalos RS, Escandalos SP, escandalos MG etc. etc. etc), sempre atuou para ocuparmos uma posição junto ao governo estadual. O mesmo governo que auxiliou na derrubada da ministra do meio ambiente, que é o campeão do desmatamento da mata amazônica e que em sua chapa estará capitaneada por um ex-presidente da FIEMT (organização um pouco distante dos trabalhadores, eu presumo...).
   Já a segunda, que participou com candidatura própria nas prévias, ao contrário de todas as promessas de que a AE não trairia o resultado das urnas, inexplicavelmente se une aos antigos adversários e, juntos, "a frente das articulações" nega o quórum ao Encontro Municipal.
   O que se viu durante o evento foi uma série de mentiras contadas aos militantes de base das referidas tendências no sentido do não cadastramento dos delegados. Se por um lado alguns diziam que havia um acordo para que o candidato vitorioso se eleito abdicasse do seu status e aceitasse a vice do PR, do outro insinuações que este estaria prestes a se vender ao atual prefeito.
   Não cumpriram o determinado e não abriram os trabalhos ainda pela manhã para que estas posições fossem debatidas e desmentidas pelo nosso candidato. Foram abrir os trabalhos após a verificação que não mais poderia haver quórum e, para espanto, negaram a palavra ao candidato escoilhido democraticamente pelas prévias. Isto feito por aquele que, ao término das apurações das prévias disse em discurso na frente do DM: "Sou Portocarrero de corpo e alma".
   Os apoiadores da candidatura Portocarrero tudo farão para que o estatuto partidário e, principalmente, a DEMOCRACIA INTERNA, seja respeitada.
   Como diz uma música lá de minha terra: "Não podemos se entregá pros homi, de jeito nenhum, amigo e companheiro. Não tá morto, quem luta e quem peleia pois lutar é a força do campeiro".
   Creio que também é a força do Pantaneiro!
   Saudações petistas"
   Luiz Antonio Franke Settineri, Saroba

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • heleno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    espero que o pessoal da politica, de qualquer partido veje os anseios do povo, medicos para a população, moradia. infraestrutura...afinal apgamos impostos

  • antonio joao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    este ademir brunetto nao de nada porque ele nao de seu apoio ao pfl ao pp e ao pps num periodo bem curto e agora anda dado uma de moralista vai trabalha e cuidar de sua vida porque voce nao tem moral

  • Elias Carneiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Deputados: ABICALIL, ALEXANDRE CÉSAR, que decepção, vocês (PT) eram os que nós eleitores sérios ainda tinha uma opção em VOTAR, mais infelismente vocês provaram que SÃO FARINHA DO MESMO SACO, digo PIOR que os outros.

    LAMENTÁVEL, MUITO LAMENTÁVEL...........

  • Roberto Barbosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    As pessoas deveriam perguntar para si mesma o porque um candidato que tem 53% dos voto não tem acima de 50% dos delegados, porque...
    Simples ele fez acordo & acordos, com os grupo: UL ou CNB (Ex Campo Majoritário), Graúna, Otopia e Vida, O Trabalho; mas teve acordo em que o Ludio sabia muito bem que era derrotar a Articulação de Esquerda e o seu candidato (Farina) este bom moço (Ludio) sabia que UL ou CNB (Ex Campo Majoritário) defendia coligação e o próprio (Ludio) também mas foi como sempre o mesmo gosta de uma trairagem mudou de posição na ultima quarta feira que era a renuncia do Portocarreiro em nome da unidade do Partido compromisso que os dois tinha com a UL ou CNB (Ex Campo Majoritário), muitos militantes não faz idéia de reuniões que os mesmos participaram com o Avalone (PSDB/MT) e que uma proposta de estrutura para a campanha para o digníssimo Vereador desde que o PT/Cbá não coligasse com o PR/Cbá agora imagine os motivos que este bom moço rompeu com a UL ou CNB (Ex Campo Majoritário), tanto que ele mesmo se tornou de quarta-feira pra cá um defensor ferrenho do Portocarreiro, Enelinda a srª acredita em duendes vermelhos, e porque esse digníssimo vereador não defende as bandeiras do PT/Cbá quando é a respeito da Mesa Diretora da Câmara, por acaso o mesmo pões o dedo na ferida do Lutero, como diz o Pignat “Abra o Olho Companheira” agora essa tendência UL ou CNB (Ex Campo Majoritário) que apoio o Portocareiro, mas sempre defendeu abertamente a coligação, o Ludio sempre defendeu coligação mas está pensando em sua candidatura e não na unidade do PT.

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Aló Petistas, cuidado com este senhor Jairo Rocha ele é traidor pessoa não confiável, na eleição de 2004 ele também coordenou a campanha do Alexandre e sabia do Caixa dois e de todas as maracutáias que são praticadas por todos os partidos (menos o PSOL) e depois saiu atacando a turma do Alexandre, os minutos do PT na televisão valém muitos Reais o PR já fez ofertas e os petistas históricos estão tomando gosto e querem eleger Farina Vereador para continuar mamando, a senadora sinalisa que esta dificil a releição para o Senado. Além de traidores são oportunistas e estão se esquecendo das criticas e dos ataques que fizeram a o támbem traidor Ivam Evangeli$ta, O Vilson é um coitado manobrado pelo JaiRo, o jornalista Enock esta certo a o mencionr no seu blog o episódio Ivan. Finaliso disendo o PT não é mais aqule até a combativa Verinha tomou gosto pela botina.

  • Vitorino Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Jairo e mesmo farinha do mesmo saco que Alexandre Cesar e cia, faz acordo com o cara para entrega a candidatura do PT para o Governador. Agora é só esperar para ver quanto custou o acordo e como vai ser dividido entre eles. Mas o PT gosta de briga tenho certesa q quando for dividir a bufonfa eles irão brigar, é só aguardar, quando o jairo começa a falar mau da turma do Alexandre ai ta a grana. Porque a tuma da butina vai eentregar oberrere para o pessoal que sabe lidar com isso e mais profissional, a Jairo e pres pt cuiaba Vilson estam ainda muito amador estão entrando no sistema agora, si bem que eles dois é assesor da senadora, quem sabe ja adiquiram esperiencia. Parbens a manobra foi perfeita, esqueceram de avisar os filiados.

  • Nascimento | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que vergonha em Deputado esquecer os votos da militância passar por cima da eleição do pedi,jogar fora todos os votos e fazer valer vontade de estar no poder a todo custo, não importando a aliança que fosse feita, mas para satisfazer quem?
    quem estar por traz dessa decisão contrariando a todos os fieis militantes você hoje envergonhou o Partido com essa decisão o PT, já tinha prefeito eleito por nós militantes, mas vc esqueceu disso mas a resposta vai vim nas eleições que nos PETISTA VAMOS FAZER CONTRA BURGUESES COMO VOCES, QUE SE ESCONDE POR TRAZ DE PESSOAS HONESTA PARA ALCANÇAR O PODER.

  • Mario dos Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Abicalil, não sou do pt, mas já lhe dedicava um voto de confiança, que infelizmente não poderei garantir em função dessas situações que voces estão criando na politica Matogrossense.
    Antes fatos iguais a este eram criticados e responsabilizados a politicos analfabetos e corruptos. Hoje voces do pt e o nosso empresariado que assumiram a politica do nosso Estado não mudaram a forma de faze-la.
    Parabens ao majji, a voce, sua turma e a todo pt.

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O almoço no Getúlio foi fatal nas pretenções de candidatura propria, será que o cardapio foi a base de soja trangênica,pois a mudança de atitude dos dirigentes do diretorio municipal foi imediata. Nada contra o cadidado do PR e ele esta correto, o tempo de TV do PT é de mais de cinco minutos e o Presidente Lula goza de altos indices de aprovação além de ter viabilizado muitos recursos para Cuiabá e para todas a cidades polos como por exemplo o PAC e o PT não vai ter nem um cadidato a Prefeito e nem a Vice nestas Cidades que alianças são estas que a vosso reino tudo? Será que estes dirigentes não desconfiam que estas atitudes fazem do PT um partido igualzinho a os demmais. Inviabilizar um debate retirando os delegados não é Democracia e sim defender intesses pessoais de um grupo que além de ter sujado o PT de MT são omissos no combate a corrupçao.

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.