Últimas

Terça-Feira, 19 de Dezembro de 2006, 05h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Quanto custa um deputado?

        A jornalista Cristiana Lôbo, em artigo no Portal da Globo desta terça (19), discorre sobre a polêmica do reajuste de 91% autoconcedido pelos congressistas. Ela lembra que os parlamentares têm direito a uma série de outros benefícios financeiros.

Confira a íntegra abaixo

         Quanto gasta o seu deputado?


        Estamos em meio a enorme polêmica por conta do aumento de 91% autoconcedido pelos deputados e senadores que, assim, passarão a ganhar (se não houver recuo) R$ 24 mil por mês. Além disso, eles têm direito, também, a R$ 180 mil por ano ou R% 15 mil por mês relativo ao que foi batizado de "verba indenizatória". Esse dinheiro é repassado ao deputado depois de ele fazer despesas de aluguel de escritório, alimentação (qualquer restaurante), combustível e etc... supostamente, para bem desempenhar seu mandato no Estado. Como é ressarcimento de despesa, não há pagamento de imposto de renda sobre o valor gasto.

        Essa "verba indenizatória" representa, portanto, mais do que o aumento que suas excelências se autoconcederam nesta véspera de Natal. Mas nenhum deles, nem o trio que vai ao Supremo Tribunal Federal para questionar o aumento dos salários, quer deixar de ter acesso a tal verba indenizatória. É bom ressaltar: tanto pode ser usada pelo deputado honesto, que presta conta de seus mandatos, quanto por alguém que utilize notas frias para prestar contas e ser ressarcido.

         Então, para saber como o seu parlamentar usa os recursos da "verba indenizatória" para bem exercer o mandato, você pode acessar www.camara.gov.br e, depois disso, à esquerda da tela, clicar na palavra transparência. Depois disso, aparece no meio da tela "consulta de utilização de verba indenizatória", clique ali e será aberto espaço para você digitar o nome de seu deputado e saber quanto e como ele gastou esse dinheiro.

           Faça isso, e depois comente. Faça também os cálculos sobre o consumo de combustível de cada parlamentar, lembrando que ele permanece, ou deveria permanecer em Brasília durante a semana, mas dê o desconto, retirando as segundas e sextas-feiras. Parece que alguns deputados vão para seus Estados, entram em um carro e passam dias seguidos "visitando as bases". Vale a pena ver.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Elogios à gestão proba Mauro Mendes

marcelo oliveira 400 curtinha   O secretário de Estado Marcelo de Oliveira (Infraestrutura e Logística), Marcelo de Oliveira (foto), fez questão de destacar nesta quarta, em entrevista ao vivo ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que o governador Mauro Mendes tem se empenhado ao máximo para fazer uma boa gestão,...

2 frentes do MDB e apostas em Cuiabá

gustavo padilha 400 curtinha   O MDB vive uma situação curiosa em Cuiabá. Embora no comando da prefeitura, com Emanuel Pinheiro, o partido só conseguiu reconquistar cadeira na Câmara há três meses, com a filiação de Juca do Guaraná, aproveitando a janela partidária. Em 2016,...

Opositores ganham força em Barra

adilson gon�alves 400 curtinha   Grupos de oposição estão ganhando "musculatura" em Barra do Garças, numa expectativa otimista de derrotar o candidato apoiado pelo prefeito Beto Farias (MDB), o atual vice Wellington Marcos, que está filiado ao DEM. Wellington é considerado nome "pesado"...

Cuiabá já conta com 10 "prefeitáveis"

paulo grando 400 curtinha novo   Dez partidos já possuem um ou mais pré-candidatos a prefeito de Cuiabá. E a "inflação" de nomes tende a aumentar empurrada pela necessidade de sobrevivência dessas legendas, que, lançando nome à majoritária, ajudam seus candidatos a vereador na busca por...

Apoio de Bolsonaro é aposta de França

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto) segue cheio de esperanças do apoio de Bolsonaro a seu nome como pré-candidato a prefeito de Cuiabá. Entre o sim e o não, preferiu seguir o calendário eleitoral e se afastar da apresentação do seu tradicional programa de TV Resumo do Dia, de...

Adin contra nomeação em Cáceres

angelo audicom 400 curtinha   Presidida por Ângelo Silva de Oliveira (foto), a Audicom-MT, entidade que congrega auditores e controladores internos dos municípios do Estado, ingressou com Adin no Tribunal de Justiça, pleiteando liminar para, assim como ocorreu em Rondonópolis, também derrubar uma lei em vigor...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.