Últimas

Sábado, 30 de Junho de 2007, 08h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Quanto pior, melhor!

     Depois da ministra-sexóloga, foi a vez do ministro da Fazenda diagnosticar ser a culpa do crescimento econômico pelo caos aéreo brasileiro. Essa frase faz parte da coleção de acintes que demonstram o desprezo à população brasileira por suas autoridades. Nunca significam o que foram efetivamente dizer, são seguidas de explicações do “que queriam dizer”. Essas ofensas perpetuam-se porque, assim como eu, cada brasileiro culpa “o brasileiro”, - assim mesmo, na generalização -, pela acomodação, afastando-se do rol dos acomodados. Assim como as más companhias, o brasileiro acomodado é sempre o outro.
     Muitos articulistas já mencionaram, por isso se dispensa a comparação aos países desenvolvidos, já que, segundo a ótica do ministro, no famoso grupo G-8, os mais ricos do mundo,  aviação não existiria.
     Foi embasado em raciocínio semelhante que houve mudança na metodologia de avaliação da riqueza e quase levou o Brasil a ser a primeira economia do mundo. Ficou somente entre os oito mais mais ricos. No mesmo período, a revisão de outras estatísticas fez a rede pública de ensino de São Paulo sair da 21ª para a 12º posição num ranking nacional; os assaltos a banco pularam de 487 para 1.053 de 2003 a 2006. Fica claro que toda estatística oficial deve aguar até, no mínimo, uma revisão.
 Como enfatizou nosso presidente, chegará um dia em que se anunciará o ano, o mês, a semana e o dia que este problema será solucionado. Até lá, pagar-se-á caro por passagens em aviões que decolarão com 40 horas de atraso, ou em vôos simplesmente cancelados. As autoridades produzirão suas pérolas, mais do que irônicas, irresponsáveis!
     E rezar para que o IBGE volte à metodologia antiga, o Brasil deixe o grupo dos mais ricos do mundo e volte ao seu posto real de país miserável, ou chamado em desenvolvimento, para que o caos aéreo tenha uma solução. Pela ótica de Guido Mantega, literalmente, quanto pior, melhor. Infelizmente, essa lógica se aplica à política brasileira, sem margem de dúvida.

Pedro Cardoso da Costa é bacharel em Direito e reside em Interlagos (SP)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Base na Câmara e apoio de Iva Viana

leonardo 400 curtinha   Leonardo Bortolin (foto), que comanda Primavera do Leste e um dos vários prefeitos que prestigiaram a solenidade de entrega 100% do HMC, nesta segunda à noite, em Cuiabá, revelou contar com uma base forte e sólida na Câmara Municipal, o que tem sido importante na aprovação dos...

Ato de EP atrai 5 últimos governadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto), habilidoso nas articulações políticas, conseguiu levar para o mesmo evento, marcando a entrega 100% do Hospital Municipal de Cuiabá, nesta segunda à noite, quatro ex-governadores e ainda o atual. Prestigiaram a solenidade Júlio Campos, Carlos Bezerra,...

Governador tenta constranger prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) tentou constranger o prefeito Emanuel, nesta segunda, na festa da entrega para funcionamento pleno do Hospital Municipal de Cuiabá. Na presença de diversas autoridades, inclusive dos últimos cinco governadores, com exceção de Silval, o atual chefe do Executivo, em...

3 vereadores cuiabanos no Cidadania

diego guimaraes 400 curtinha   O Cidadania, hoje sem voz na Câmara de Cuiabá, poderá ter três vereadores a partir de março de 2020, com abertura da janela. Na dança das cadeiras, Felipe Wellaton sairá do PV para aderir ao Cidadania, que já é presidido em Cuiabá pelo seu chefe de...

6 na Câmara tentam barrar projetos

francis maris 400 curtinha   O prefeito cacerense Francis Maris (foto) luta junto aos vereadores, para, enfim, concretizar todas as etapas de um financiamento milionário para projetos na área de saneamento. São R$ 130 milhões para abastecimento de água e cobertura de rede de esgoto, com juros de 6% ao ano e 20...

3 ex-prefeitos se juntam em Poconé

meire pocone 400 curtinha   Em Poconé, o prefeito Tatá Amaral, filiado ao DEM do governador Mauro e apoiado pelo ex-federal Fábio Garcia, está disposto a buscar a reeleição, mesmo com uma gestão pífia, isolado politicamente e com alto índice de rejeição. Enquanto isso, as...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.