Últimas

Sábado, 30 de Junho de 2007, 08h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Quanto pior, melhor!

     Depois da ministra-sexóloga, foi a vez do ministro da Fazenda diagnosticar ser a culpa do crescimento econômico pelo caos aéreo brasileiro. Essa frase faz parte da coleção de acintes que demonstram o desprezo à população brasileira por suas autoridades. Nunca significam o que foram efetivamente dizer, são seguidas de explicações do “que queriam dizer”. Essas ofensas perpetuam-se porque, assim como eu, cada brasileiro culpa “o brasileiro”, - assim mesmo, na generalização -, pela acomodação, afastando-se do rol dos acomodados. Assim como as más companhias, o brasileiro acomodado é sempre o outro.
     Muitos articulistas já mencionaram, por isso se dispensa a comparação aos países desenvolvidos, já que, segundo a ótica do ministro, no famoso grupo G-8, os mais ricos do mundo,  aviação não existiria.
     Foi embasado em raciocínio semelhante que houve mudança na metodologia de avaliação da riqueza e quase levou o Brasil a ser a primeira economia do mundo. Ficou somente entre os oito mais mais ricos. No mesmo período, a revisão de outras estatísticas fez a rede pública de ensino de São Paulo sair da 21ª para a 12º posição num ranking nacional; os assaltos a banco pularam de 487 para 1.053 de 2003 a 2006. Fica claro que toda estatística oficial deve aguar até, no mínimo, uma revisão.
 Como enfatizou nosso presidente, chegará um dia em que se anunciará o ano, o mês, a semana e o dia que este problema será solucionado. Até lá, pagar-se-á caro por passagens em aviões que decolarão com 40 horas de atraso, ou em vôos simplesmente cancelados. As autoridades produzirão suas pérolas, mais do que irônicas, irresponsáveis!
     E rezar para que o IBGE volte à metodologia antiga, o Brasil deixe o grupo dos mais ricos do mundo e volte ao seu posto real de país miserável, ou chamado em desenvolvimento, para que o caos aéreo tenha uma solução. Pela ótica de Guido Mantega, literalmente, quanto pior, melhor. Infelizmente, essa lógica se aplica à política brasileira, sem margem de dúvida.

Pedro Cardoso da Costa é bacharel em Direito e reside em Interlagos (SP)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.