Últimas

Quinta-Feira, 04 de Janeiro de 2007, 06h:48 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Que ninguém nos roube...

    O professor e diretor-executivo da Funec, Sérgio Cintra, conta, em artigo abaixo, como imagina o mundo em duas ou três décadas.

   Confira.

    Que ninguém nos roube o pouco que fizemos. Que ninguém diga que não estivemos lá.Que possamos, sem medo de contar, dizer aos nossos filhos e netos que não nos escondemos, que não fechamos os olhos e calamos a boca quando o sinal fechou. Que nos seja permitido contar e cantar nossas tristes e derrotadas memórias para que o tempo, ao menos o tempo, nos honre. Não que queiramos medalhas; todavia, que nos dêem o direito de reviver nossas lutas inglórias. Se não as ganhamos, pelo menos as lutamos.

     Que a aurora que brota no horizonte renove, em seu vermelho, nossa disposição para novas lutas. Que não nos conformemos nunca e que nossas bocas jamais percam a capacidade de gritar. Que não feneça o sonho de uma sociedade justa, mesmo que não tenhamos o privilégio de nela vivermos. Que a injustiça, a inveja e o ódio não façam morada em nossos corações. Que não habite em nós a mediocridade, mas que nossos olhos olhem como se sonhássemos sempre.

     Assim eu imagino o mundo em duas ou três décadas: com mais árvores e menos desmatamentos; com mais rios despoluídos e menos devastação; com muita paz e sem violência; sem força do dinheiro e que a solidariedade nasça com as crianças; que palavras como analfabetismo, preconceito, desnutrição, corrupção, fome, racismo, miséria e desigualdade estejam condenadas ao silêncio dos dicionários. Que todos possam andar de cabeças erguidas e as mesas sejam fartas por igual.

    Impossível que a impassibilidade e a indiferença ainda continuem a ter abrigo no coração humano. É necessário que façamos dias mais completos para todos. A sociedade nova virá através das nossas ações, por pequenas que sejam; todavia constantes. Que os sonhadores que ainda restam se transformem em arautos das verdades negadas pelos poderosos e opressores. Que possamos usar a liberdade conquistada na luta contra as baionetas e calabouços para suplantarmos as mentiras, as demagogias e a tirania do capital.

    E que ninguém nos roube a capacidade de nos indignarmos e que continuemos doces e singelos como as criancinhas porque, como nos ensinaram Leon Gieco e Raul Elwanger nas vozes de Mercedes e Beth Carvalho: “Eu só peço a Deus que a dor não me seja indiferente, que a morte não me encontre um dia solitário sem ter feito o que eu queria. Eu só peço a Deus Que a injustiça não me seja indiferente, pois não posso dar a outra face se já fui machucado brutalmente. Eu só peço a Deus que a guerra não me seja indiferente, é um monstro grande e pisa forte toda pobre inocência desta gente. Eu só peço a Deus que a mentira não me seja indiferente, se um só traidor tem mais poder que um povo; que este povo não esqueça facilmente. Eu só peço a Deus Que o futuro não me seja indiferente, sem ter que fugir desenganado pra viver uma cultura diferente.”

     Sérgio Cintra é professor e diretor executivo da FUNEC (sergiocintra@terra.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Vander já sufocado em Tangará da Serra

vander masson 400 curtinha   Se até há poucos dias tudo indicava para uma possível eleição de Vander Masson (foto) em Tangará da Serra, agora a situação ganha novos rumos e se complica para o tucano. O filho do ex-deputado Saturnino vem perdendo o controle do cenário. Nos últimos...

IFMT e novo laboratório pra testagem

deiver 400 curtinha   Numa iniciativa inédita, o Campus do IFMT Cuiabá - Bela Vista, sob o diretor-geral Deiver Alessandro Teixeira (foto), terá um novo laboratório a ser utilizado para análise sorológica da Covid-19, através da pesquisa de IgG e IgM. A obra, orçada em R$ 1 milhão,...

Comitê chama órgãos fiscalizadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Para colocar fim às críticas sobre suposta falta de transparência na aplicação dos recursos transferidos a Cuiabá pelo governo federal com vistas ao enfrentamento à pandemia, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) determinou que seu secretário de Saúde, Luiz...

PT sob risco de não eleger ninguém

marcos viana 400 curtinha   Mesmo tendo cabeça de chapa para prefeito, no caso o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, o PT dificilmente elege um vereador em Cuiabá no pleito deste ano. A chapa de pré-candidatos proporcionais é fraquíssima. O "grande" nome do partido é da professora Edna...

Único da família Oliveira pra vereador

luluca 400 curtinha   Na queda-de-braço entre irmãos, venceu, por enquanto, Luiz Arthur Oliveira Ribeiro, o Luluca (foto), que será candidato a vereador pelo MDB em Cuiabá, carregando o espólio político da família Oliveira. Irmão de Luluca, o ex-vereador Leonardo Oliveira, que procurou e...

2 nomes do DEM avaliam desistência

ivan evangelista 400 curtinha   A chapa de pré-candidatos do DEM a vereador pela Capital corre risco de sofrer duas baixas consideráveis. Os ex-vereadores Ivan Evangelista (foto), que atuou na Câmara por 13 anos, e Leonardo Oliveira, por dois mandatos, podem vir a desistir do teste das urnas. Mas, por enqanto, ambos garantem...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.