Últimas

Quarta-Feira, 18 de Abril de 2007, 09h:57 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Quem persegue o Brasil?

 

    A síntese do que aconteceu à economia brasileira nos últimos 25 anos (a geração de 1980) está revelada na tabela abaixo, na qual se registra a participação do valor das nossas exportações em relação às do mundo. Corremos apenas para ficar parados.
    Enquanto o nosso PIB per capita cresceu 25%, o da Coréia cresceu 280% (onze vezes), e o da China, 670% (27 vezes!). O controle do câmbio no programa do Real produziu uma tragédia externa. Terminamos 2002 com a fantástica relação de 2,7 entre a dívida externa líqüida e a exportação de bens e serviços.
    A partir de então, a rápida expansão do comércio mundial aumentou ao mesmo tempo a quantidade e os preços dos nossos produtos exportáveis e ajudou-nos a superar o problema. Hoje a dívida externa líqüida é da ordem de 0,5 das exportações (contra 2,7 em 2002), e as reservas ultrapassaram US$ 110 bilhões (contra US$ 17 bilhões em 2002). Ela é maior do que a dívida externa pública, o que nos dá imensa tranqüilidade. É esta que está permitindo, outra vez, o uso oportunístico da taxa de câmbio para o controle da inflação. O que é preciso perguntar é por que em 25 anos as exportações brasileiras cresceram 6,8 vezes enquanto as exportações coreanas cresceram 19 e as chinesas, 53,6.
    A resposta é simples e não admite tergiversação: nossas exportações não foram prejudicadas por nossos concorrentes ou pela nossa ineficiência, mas pelos nossos próprios governos, com políticas cambiais que insistimos em reproduzir, sempre com os mesmos "argumentos"! Congelamos a taxa cambial no Cruzado; submetêmo-la ao controle em várias experiências malsucedidas até 1989; congelamos, de novo, no Plano Collor e, no Plano Real, ela foi "super" valorizada na experiência tupiniquim de "desinflação competitiva" (à custa de uma taxa de juro real de 20% ao ano!).
    Agora repetimos o mesmo erro com o "slogan" simplista de que "o problema não é da taxa de câmbio, mas da produtividade"! Quando vamos amadurecer?

----------------------------------------------------------------------------
Antonio Delfim Netto escreve às quartas-feiras nesta coluna - contatodelfimnetto@uol.com.br
 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Máquinas para reciclar garrafas pets

maquina 400 curtinha   Sob iniciativa da secretaria de Inovação e Comunicação da Capital, dentro dos projetos que buscam a sustentabilidade, a prefeitura vai colocar máquinas de reciclagem de garrafas pets em 15 pontos da cidade e com possibilidade de ampliar os locais de recolhimento. Em troca, o cidadão...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.