Últimas

Domingo, 22 de Novembro de 2009, 16h:28 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

CONCURSO

Quem se sentir lesado pode acionar Justiça, diz secretário


Secretário Geraldo de Vitto anuncia cancelamento das provas e Taisir garante que culpa foi da Unemat
Fotos: Aline Memória

   O secretário de Administração, Geraldo de Vitto, anunciou o cancelamento das provas do que deveria ser o maior concurso público do país e afirmou que, apesar dos boletins de ocorrência registrados em diversas delegacias da Capital e das reclamações de milhares de candidatos, os "poucos" problemas que existiram foram registrados somente na Unirondon. "Decidimos cancelar as provas para manter a lisura do concurso. O único local em que houveram problemas, talvez causados pela ansiedade dos candidatos, foi realmente na Unirondon. Em Rondonópolis, por exemplo, as pessoas foram civilizadas e esperaram que os fiscais arrumassem tudo", disse De Vitto. Ele afirmou que a nova data para o concurso deve ser anunciada na próxima terça (24) ou quarta (25).

------------------------------------------
Vitto  garante que a nova data das
provas será divulgada até próxima 4ª

------------------------------------------

   O secretário garante que aqueles que se sentirem prejudicados e preferirem não fazer a prova na nova data que será divulgada, pode acionar a Justiça e pedir o dinheiro de volta. "Isso também serve para quem entendeu que teve prejuízos com o cancelamento de hoje. Acionem a Justiça e procurem seus direitos", diz De Vitto.

   O reitor da Unemat, Taisir Karim, se responsabilizou pelo fiasco que foi a realização da primeira etapa do concurso do Estado. Segundo ele, houve erros de logística por culpa da Unemat. "Os fiscais e coordenadores não souberam informar aos candidatos sobre os locais adequados. Por isso, resolvemos que tudo será feito novamente". A Unemat já desembolsou R$ 5 milhões para a realização das provas neste domingo (22) e, agora, deve gastar mais R$ 5 milhões para que o processo seja refeito.

   Taisir explica que os malotes com as provas foram escoltados de Cáceres até Cuiabá e que se houve qualquer tipo de violação nas provas, aconteceu após a entrega para os fiscais. Mesmo assim, ele garante que os profissionais que trabalharam neste domingo vão receber o pagamento normalmente, como havia sido combinado com antecedência. O Estado arrecadou R$ 8 milhões com o concurso.   (Flávia Borges)

---------------------------------------------------------
Clique no play
e veja as declarações de Geraldo de Vitto e Taisir Karim

Postar um novo comentário

Comentários (70)

  • Eliane | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Um absurdo pensar em manter esse concurso com a unemat...é claro q vai acontece novamente....eles não tem a menor capacidade para concluirem esse concurso e isso ja fico bem claro.
    Será que o governo vai insistir nessa insanidade...será q não foi suficiente o fiscaco desse final de semana?

  • Gilson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vc acha que se eu entra na justiça vou só querer o dinheira da minha escriçao muitas gente de minha cidade se deslocarao para fazer esse concurso e gastara em tono de 40 a 50 reais tinha gente que naum tinha nem dinheiro para chupar um picolé há mais é claro e facio fala entre na justiça e receba amahã seus direiro e justiça é bem rapida para resover tudo isso.....não Sr Secretário

  • jaime | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso é uma vergonha, dizer para procurar nosso direitos, sendo o govrnador do estado deveria colocar os dois na rua, por que o Taisir conseguiu colocar a Unemat em decadência, é uma pena o governador pensar que o Reitor conseguiria organizar um concurso desse porte, sendo que vestibular da Unemat, ja da problema, e pode ter certeza que se o Taisir continuar na frente o sengunda vai ser pior ainda, porque ele só quer o dinheiro dos coitados que viajaram 900 km e outros que vierma de Roraima e Amazonas, e dizem ainda que é para procurar nossos diretitos, é uma piada esse de vitto.

  • jose maria castilho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse concurso foi fruto da irresponsabilidade do governo de MT, os frutos desse concurso você vera nas urnas...

  • Luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lamentável a ocorrência dos problemas e arrogante o comunicado dos responsáveis em querer se safar deles e minimizar FATOS OCORRIDOS, NOTICIADOS E FILMADOS, jogando a culpa no candidato. “NÃO ESTAMOS DIANTE DE HIPÓTESE DE FRAUDE; OS PROBLEMAS FORAM APENAS NUMA ESCOLA; CULPA É DO CANDIDATO QUE NÃO PROCUROU OS RESPONSÁVEIS PARA REGULARIZAR SUA INSCRIÇÃO, APESAR DE DEVIDAMENTE PAGA, MAS INDEFERIDA; QUEM QUISER RESSARCIMENTO PROCURE A JUSTIÇA. Apesar de estar na iminência de levar um beliscão, Bem disse o RESPONSÁVEL PELA UNEMAT do interior que afirmou: Desde o início começaram os problemas pelo aumento do dobro da estimativa dos candidatos e A UNEMAT NÃO TEM ESTRUTURA PARA REALIZAR UM CONCURSO DESTE PORTE (fiscais despreparados e sem compromisso com a lisura do concurso) E NEM e as cidades e escolas tem infraestrutura suficiente para colher a demanda dos candidatos (hotéis, transportes, restaurantes, etc...). Outra coisa não podia advir senão os que todo mundo presenciou: FALTARAM provas; provas trocadas; provas nas mãos de candidatos fora da sala enquanto outros ainda prestavam o concurso; PROVAS COM O LACRE ROMPIDO E ALGUMAS COM O PLÁSTICO RASGADO; inscrições pagas e não deferidas; inscrições deferidas e ausentes nas listas dos fiscais; salas que não foram disponibilizadas aos candidatos para fazerem a prova; celulares, de qualquer tipo (mp4 a mp11) no chão e nos bolsos (era só ir ao banheiro e relembrar algumas questões vistas na prova); inscrições pagas e não deferidas. Aí os responsáveis minimizam os problemas e dizem: NÃO ESTAMOS DIANTE DE HIPÓTESE DE FRAUDE; OS PROBLEMAS FORAM APENAS NUMA ESCOLA; CULPA É DO CANDIDATO QUE NÃO PROCUROU OS RESPONSÁVEIS PARA REGULARIZAR A INSCRIÇÃO DEVIDAMENTE PAGA, MAS INDEFERIDA; QUEM QUISER RESSARCIMENTO PROCURE A JUSTIÇA...VAMOS TER UM PREJUÍZO DE cinco MILHOES.....Pergunto: E o candidato não tem prejuízo? Foram estas as notícias colhidas durante a entrevista no RM Notícias desta segunda feira..........

  • fabinho ferrari | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A CULPA E DO PREFEITO WILSON SANTOS!!!!

    NÃO TEM CAPACIDADE DE RESOLVER ESSA PROVINHA

  • DIOGO BOTELHO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Povo de Mato grosso e do Brasil, agora vcs sentiram na pele os DESMANDOS desse pífio Reitor!!


    Não é atoa que o DCE-Cáceres sempre levantou a bandeira do FORA TAISIR!!


    Agora que paga não são somentes os academicos, mais toda a população!!


    Ja passou da HORA!!

  • Highlander | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TAMBÉM O DEUS VITTO NA SEMANA ANTERIOR DO CONCURSO FOI PRA CURITIBA COM UMA CARAVANA DE 25 PESSOAS, ISSO A IMPRENSA NÃO DIVULGA, ISSO MESMO, CARAVANA DE 25 PESSOAS (TODAS DA SAD).

    SEGUNDO INFORMARAM, FORAM PARTICIPAR DO PNAGE. RS! ISSO SIM É FARRA E NEM AE PRA CONCURSO.

    PRA NÃO DIZER QUE ESTOU MENTINDO FIZERAM ATÉ MATÉRIA NO SITE http://www.sad.mt.gov.br/?codModelo=19&id=2206

    ALÉM DE SECRETÁRIO ADJUNTO, ASSESSORES, SUPERINTENDENTE, ATÉ A ASSESORA DE IMPRENSA (DANIELA DANCHURA) E ETC... FOI O TREM DA ALEGRIA. UMA SEMANA EM CURITIBA COM O NOSSO DINDIN.

    TEM QUE DIVULGAR ESSA VERGONHA ROMILSON.

    E AGORA O FIASCO DO CONCURSO.

    ISSO É UMA VERGONHA!

  • sERGIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0





    QUER VER Q A TURMA DA BOTINA VAI QUERER
    JOGAR A CULPA NO PREFEITO WILSON SANTOS!!!


    COM CERTEZA ELES (BOTINUDOS) NÃO SOLICITARAM JUNTO AO (SMTU) OS TRABALHOS DOS AMARELINHOS E POR MISSO O TRANSITO VIROU UM CAOS!!!!!


    SE EXPLIQUE GOVERNADOR!!!

  • Adailton Gonçalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    DIABLAIRO MAGGI: REITOR IRRESPONSÁVEL VAI PARA A RUA O reitor da Unemat não abre discute com a população de MT sobre a sua incompetência em administrar a Unemat. Tev eo apoio do governo do Estado e colocou a Instituição na lama. Desde o início da sua gestão existem denúncias sérias. A FAESP, as diárias gastas em excesso com seus aliados, dinheiro público jogado pelo ralo.
    Problema de logística? Problema de má gestão. Esse reitor de se rchutado da reitoria da Unemat. Acorda Blairo Maggi, você pode perder a eleição para 2010: a Unemat tem milhares de eleitores em todo o estado de MT.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...