Últimas

Quinta-Feira, 05 de Junho de 2008, 12h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

JUDICIÁRIO

Rabello tem aval do TSE e assegura o mandato

   A poucas horas de limpar as gavetas da Assembléia Legislativa, o deputado Walter Rabello (PP) conseguiu reverter a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e assegurou permanência no cargo graças a uma liminar deferida nesta quinta (5), pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Rabello teve o mandato cassado pelo TRE por infidelidade partidária. Trocou o PMDB pelo PP após 27 de março. Pré-candidato a prefeito da Capital, o progressista está contornando sua situação aos poucos, já que além de reconquistar a cadeira de parlamentar, ainda volta à TV, seu maior palanque eleitoral.

   Hoje, estréia seu novo programa na Record News (canal 47). Antes, foi demitido da TV Cidade Verde (afiliada ao SBT), onde apresentava o programa Olho Vivo, que o projetou na vida pública. Essa "volta por cima" dada pelo progressista deve causar preocupação no prefeito Wilson Santos (PSDB), seu maior adversário nas urnas em 5 de outubro. A tendência é que a disputa se acirre entre Rabello, Santos e o empresário Mauro Mendes (PP), que tem o governador Blairo Maggi como cabo eleitoral. (Pollyana Araújo)

  • Leia aqui a íntegra da decisão do TSE

(Às 13h07) - Na TV, Rabello fala em perseguição 

   Durante a estréia de seu programa nesta quinta (5), Rabello disse que reservou essa primeira transmissão para agradecer àqueles que não o abandonaram durante os momentos difíceis. "Quero agradecer em especial à minha família que, nos momentos mais difíceis sempre esteve comigo. Isso independente da perseguição que fizeram comigo", disse. Alguns quilos mais magro, o progressista, que sempre seguiu uma linha mais polêmica, aparece com uma certa "tranquilidade".

   Apesar de ter saído da TV Cidade Verde à contragosto, Rabello agradeceu aos funcionários da emissora, na qual trabalhou. "Fiquei sabendo que hoje tem várias pessoas de lá (TV Cidade Verde) que estão acompanhando o meu programa". Disse ainda que não restaram mágoas e enfatizou que a sua nova "casa" Record News é extrordinária.

(Às 17h) - Liminar mantém Rabello só até segunda

  A liminar concedida pelo TSE ao deputado Walter Rabello lhe garante no cargo somente até a publicação do acórdão que negou provimento aos embargos de declaração que deverá acontecer nesta segunda (9). 

  De acordo com o TRE, o acórdão dos embargos será assinado na sessão plenária desta quinta (5) e será encaminhado para publicação na sexta (6), portanto, o referido acórdão deve figurar no diário eletrônico da Justiça Eleitoral na segunda (9).

  Sendo assim, na terça (10), se não surgir outra liminar, a cassação volta a ter efeito. Este é o entendimento inicial dos analistas judiciários do TRE que estão reunidos para confirmar o entendimento.

  Em um trecho da liminar o ministro do TSE, Marcelo Ribeiro, relato do processo de Rabello diz:  "[...] enquanto não publicado o acórdão dos embargos integrativos da sentença não se pode, no processo eleitoral ser executada a decisão, no entanto, mesmo dentro do prazo dos embargos o eminente presidente do TER-MT (sic), deu execução ao acórdão que se encontra tramitando perante a Assembléia Legislativa do Estado do Mato Grosso [...]".

  Cabe agora definir qual será o novo prazo dado a Rabello. Será ele terá novamente 10 dias para desocupar a cadeira na Assembléia, ou apenas dois dias, em função da liminar ou simplesmente terá que limpar as gavetas já na segunda, caso não consiga nenhum ação de efeito suspensivo no TSE.

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • Marcos Lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Seja bem -vindo Walter a elite não conseguiu te vencer

  • Edvaldo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pra que comentar uma coisa que já era óbvia, essa nossa justiça não tem jeito!!!!!!!!!

  • valmir molina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É vergonhosa esta justiça brasileira,as leis existem para não serem cumpridas.

  • jose carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É tudo um faz de contas,quanto será que custa cada canetada????Dá-lhe Lino Rossi...

  • José Alvarenga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Walter tu merece ganhar essa,apesar da justiça ser louca você demonstrou caráter em lutar pela baixada cuiabana.
    Vai a luta que você consegue mostrar o seu trabalho.

  • Flavio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Walter ganhou mais alguns dias, pois essa decisão somente tem validade até a publicação do acórdão do embargos de declaração.
    Após, vota tudo como antes. Se esse mesmo ministro for coerente, ele não pode assegurar Rabello no cargo até o trânsito do Recurso Especial, pois, negou liminar semana passada a dois casos idênticos ao de Rabello.
    É esperar para ver.

  • Jr | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Depois ainda querem que a gente acredite na justiça, será que o magistrado que deferiu a liminar estudou em Mato Grosso?, só pode !!!! desse jeito!!!

  • Assunção | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na minha opinião o Deputado Walter Rabello, não deveria ter perdido o mandato de Deputado, apenas porque trocou de partido.. Ideologia partidaria já era. Afinal, são raros os políticos que não trocam de partido neste país. Agora o Deputado vem com toda corda fazer aquele populismo que lhe é peculiar. Espero que ainda exista aquela velha cuiabania, a fim de nao deixar esse rapaz comandar o executivo cuiabano.

  • Diego Alves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Na verdade, Rabello repetiu a fórmula do seu antigo palanque eletrõnico, no SBT, de onde ele foi demitido. Voltou a criticar os adversários (ou o adversário, Wilson Santos) e, logo, vai pedir aos amigos ajuda para distribuir cestas básicas, dinheiro.
    Deveriam doar muito óleo de peroba para o rapaz. Ele se acha, tanto que faz o maior alarde, deixando transparecer que a emissora onde montou seu novo palanque é um primor de audiência.
    Caso ocorra um desastre e esse político chegue à Prefeitura, vai administrar a cidade por meio de programa de TV. É só o que ele sabe fazer - e mal -, aparecer no vídeo, como salvador da pátria. Tamos feios de candidaturas em Cuiabá. Não vai aparecer um novo?
    Em tempo: Iraci França faz bem em não aceitar compor com Rabello. Seria macular sua biografia. A ex-vice-governadora é uma mulher séria, sem desgastes. Pena que esteja num partido cujos líderes não recomendam nada.

  • sandra mara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu gostaria de saber onde esta o ministerio publico de mato grosso, principalmente o que atua aqui em varzea grande.
    Porque aqui não existe lei para o prefeito, onde ja se viu a previvag cobrar 20% do salario dos servidores que entran de licença:Alem de pagamos a previdencia mensalmente não podemos licenciar para tratamento de saude porque é descontado 20% a mais no salario.
    Agora pergunto para onde vai esse dinheiro?

2 da AL em chapas distintas à AMM

nininho 400   Dois deputados estaduais estão divididos em chapas de honra da eleição da AMM, que acontece no próximo dia 15. O curioso é que Ondanir Bortolini, o Nininho (foto), filiado ao PSD e hoje presidente de honra da entidade comandada pelo segundo mandato consecutivo por Neurilan Fraga (PL), caiu fora da...

Trentini perde de novo para Pitucha

roland trentini 400 curtinha   Na queda-de-braço nos bastidores, o ex-prefeito por três mandatos de Alto Garças, Roland Trentini (foto), perdeu de novo para o rival político histórico, o também ex-prefeito Júnior Pitucha. Ambos, que já protagonizaram disputas acirradas, tensas e...

2 maiores líderes sob crise partidária

mauro mendes 400 curtinha   Os dois maiores chefes de Executivos em MT hoje enfrentam problemas partidários internamente. O governador Mauro Mendes (foto), mesmo sendo a principal estrela do DEM no Estado, não está confortável dentro do partido por causa de conflitos com os irmãos Júlio e Jayme Campos....

MM e deputados derrotados do MDB

carlos bezerra 400 curtinha   Por coincidência, deputados do MDB que tiveram seus candidatos derrotados nas urnas estão de afagos com o governador Mauro. E até convidaram-no para deixar o DEM e migrar para o MDB, numa articulação do cacicão do partido, o federal Carlos Bezerra (foto), que puxou a corda da...

Os Maia fincam força no Legislativo

silvio maia 400   O ex-prefeito por quatro vezes de Alto Araguaia, Maia Neto, perdeu nas urnas na majoritária, mas ganhou na proporcional. De um lado, a irmã Martha Maia, seu braço-direito durante todos os mandatos, foi derrotada à prefeita por Gustavo Melo, que se reelegeu. Por outro, Maia Neto viu dois dos seus...

Reeleito, Gustavo derruba o clã Maia

gustavo melo 400   O jovem prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), de 36 anos, manteve mesmo o "apertado" favoritismo, conforme mostrou na reta final a pesquisa do instituto Analisando, e derrotou o clã Maia. Venceu por 962 votos de diferença. Filiado ao PSB, Gustavo chegou a 4.805, enquanto Martha Maia (PP) registrou 3.840...