Últimas

Terça-Feira, 01 de Setembro de 2009, 15h:56 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

JUSTIÇA

Ralf diz que se sente injustiçado e evita a imprensa

   O vereador cassado Ralf Leite (PRTB) prefere se manter longe dos holofotes da mídia até que a Justiça decida se defere ou não o mandado de segurança impetrado por ele, que tenta reverter a perda do mandato decretada pela Câmara de Cuiabá. O episódio ocorreu em no início de agosto e ganhou repercussão nacional, já que Ralf foi o primeiro vereador cuiabano a ser cassado por quebra de decoro desde que a Câmara foi fundada, em 1927. Ele foi punido após ser detido enquanto fazia um programa sexual com um travesti menor de idade. “Eu já entreguei nas mãos de Deus e da Justiça”, se limitou a dizer o Ralf.
 
   Ele reclama do que chama de invasão de privacidade e assédio da mídia. “Vocês tem que parar de cuidar da minha vida. Porque não vão falar das obras do PAC?”, rechaçou o parlamentar, que não escondeu o desconforto aos ser perguntado sobre o fato do juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, titular da 3ª Vara Criminal de Várzea Grande, ter aceito a denúncia formulada pelo MPE e instaurado processo contra ele pelos crimes de falsificação de documentos e corrupção ativa. “Não vou conceder mais entrevistas. Não quero falar mais desse assunto”, disse Ralf.

   Logo após se negar a responder os questionamentos, o ex-vereador pediu para que a sua advogada Débora Simone Rocha Faria, especialista em Direito Público e Eleitoral, falasse em seu nome. Segundo ela, o ex-parlamentar está “ressabiado” e se sente injustiçado e perseguido. “Esses dias ele me disse que estava fora dos holofotes e bastou ingressar com o recurso na Justiça para a mídia o metralhar”, conta a defensora.

  Ela nega que tenha orientado o cliente a não conversar com a imprensa. “Ao contrário, acho que tem que conversar, mas ele está ressabiado”. Ela se mostrou animada com a proximidade do término do prazo para que a Mesa Diretora e a Comissão de Ética entregue a documentação relativa às informações requisitadas pelo juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Gilberto Giraldi. O prazo termina nesta sexta (4) e a expectativa é que em um prazo de 48 horas saia uma resposta. “Tudo dependerá do volume de informações entregue pela Câmara”, explica Débora. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • marcola | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o romilson,pede prá patricia ver outras matér
    ias,e esquecer esse cidadão,ele já tá provo
    cando azías nas pessoas,ja´esta fazendo mal
    a gente vêr éssa força negativa RL.no RDnews
    todos os dias,dá um tempo vôôte!!!

  • Carolina | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • yuri | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Zé Da Capivara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se ele se sente injustiçado, o que falar de alguns professores e diretores de colégios onde ele praticou mil e uma barbaridades.
    O que falar de donos de bares e boite onde ele praticou n desordens.
    O que falar daquela moça que le abandonou à deriva em pleno lago do manso, pela madrugada.
    O que falar da ex-namorada a quem ele quase leva à óbito.
    O que dizer dos policiais militares a quem ele comprometeu a integridade moral ao fazer falsas acusações de suborno.

  • ROSE RAINHA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OLHA RALF INDEPENDENTE DE VEREADOR OU NAO VC SABE Q VC E MARAVILHOSO´NOS TE AMAMOS MUITO E JEUS TAMBEM O RESTO E RESTO IMPORTA.

  • Manoelmm.@gmail.com | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns ao desembargador Paulo Lessa, mas não é fácil lidar com pessoas ligadas as maçonarias, sempre eles arrumam um jeito pra se safarem e quem descobre algo passa a ser réu.

  • Carlos Falcão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ô brabinho vai agora repensar a vida. Se é que pensa...

Novo ensaio do privilegiado Neurilan

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto) transformou mesmo a AMM não apenas num cabide de emprego, mas numa entidade para, em alguns casos, atender a seus interesses pessoais. Ali, investido no cargo de presidente, inclusive já pelo quarto mandato, mesmo não sendo mais prefeito, ele se articula politicamente o tempo todo....

Dobradinha no Podemos pela reeleição

claudinei 400 curtinha   Eleito deputado na onda Bolsonaro, o delegado de Polícia Claudinei de Souza Lopes (foto) resolveu deixar o PSL e vai se abrigar no Podemos. Sonha com a reeleição. Sua estratégia é trabalhar o que se chama de dobradinha eleitoral com o deputado federal José Medeiros, especialmente em...

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.