Últimas

Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2009, 20h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

VARIEDADES

Rapazes capturam e matam arraia com mais de 100 kg


Pescadores que fizeram a captura cortam rabo da arraia e depois matam-na, cometendo crime ambiental

  Três rapazes de Cuiabá cujos nomes não foram revelados pescaram nesta semana uma arraia gigante no rio Mutum, na região do Pantanal, em Santo Antônio do Leverger. O animal pesava mais de 100 quilos. Media aproximadamente 1,50 metro da cabeça ao ferrão e quase 1 metro de largura. Mesmo diante da preciosa e inédita descoberta para o mundo científico da arraia em água doce, os pescadores, numa atitude impensada e inconsequente, acabaram cometendo crime ambiental, pois mataram o animal, depois de fotografá-lo. Nas imagens, a arraia já é mostrada com rabo cortado. Só restaram as imagens de recordação.

  As fotografias encaminhadas ao RDNews comprovam que, de fato, não se tratava de história de pescador. Os rapazes descobriram um exemplar que, para os biólogos, poderia ser um dos maiores do mundo sobrevivendo em água doce e que demora a reproduzir. Se tornaria o primeiro caso de captura de arraia gigante na região do pantanal mato-grossense.

   Segundo moradores, são vistas muitas arraias no rio Mutum, que chama atenção pelas águas cristalinas na região onde a arraia gigante foi capturada, a cerca de 150 metros abaixo do distrito de Mimoso, em Santo Antônio do Leverger, um dos municípios pantaneiros. Os rapazes demoraram alguns minutos para conseguir erguê-la e colocar a arraia sobre um barco. Eles calculam que o animal tivesse cerca de 10 anos. Existem no mundo 200 espécies de arraias. As de tamanho gigante que vivem em água salgada podem ser vistas mais no sudeste da Ásia e no norte da Austrália.


A arraia foi retirada do rio Mutum, em Mimoso, pesando mais de 100 quilos, segundo cálculos dos pescadores

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • joaozinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estes caras que mataram só para matar esta arraia já foram indiciados pelo JUVAN.
    No mínimo tem que serem presos.
    Do jeito que estou vendo amanhã estão lá procurando outro animal deste para matar.
    Cadeia neles.

  • Maria Beatriz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para que matar?! Um animal lindo e que estava em seu ambiente! CADE O IBAMA?! QUE CRIME COVARDE!!!

  • Junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lamentável... Infelizmente, grande parte da população brasileira é inconsequente, não respeita o meio ambiente, a fauna, a flora etc... Precisamos de mais campanhas de concientização.

  • EDSON SILVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não é culpa destes ribeirinhos, mas sim de quem por direito deveria ter a obrigação de informar é educar os desinformados para o respeito com nossa fauna e flora.

  • Andrei cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Barbaridade isto é um crime barbaro com o meio ambiente...
    Meu Deus esses homens para que isso ainda fazem pose para tirar foto do seu crime..
    Espero que as autoridades façam alguma coisa a prova esta ai imagens e fotos e tem gente conhecida ai os falsos moralistas da cidade de leverger que se intitulam os irmaos metralhas donos da radio rio abaixo entre aspas..
    Espero que esse crime nao passe em puni...

  • marco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso é um verdadeiro absurdo com a nossa natureza..
    No minimo esperamos providencias das autoridades..
    Pois é simples as imagens e as fotos estão ai.
    Senhor Julio Pedroso e CIA...
    PROVIDENCIAS JÁ ISSO É CRIME!!!

  • Rominho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou morador de Mimoso e posso dizer que não é a primeira vez que um animal desse tamanho e capiturado e morto por pescadores, posso dizer tambem que em tempos atráz éra comum avistar esses animais no periudo de seca em que rio fica razo e as aguas limpas, porem nos ultimos tempos o rio mutum vem sendo alvo de depredação por parte de banhistas e pescadores que praticamente invade todo o seu leito na proximidade da ponte, jogando latas, garrafas, plasticos alem de calsar agressões como essa que esta sendo reportada. Contudo oque se percebe é que há um verdadeiro abandono por parte dos orgons ambientais com aquela região...

  • Eliane Padilha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUE ISTO SIRVA DE ALERTA A QUEM POR LAH AVENTURA, EXISTEM AINDA MUITAS ARRAIAS ATEH MAIOR QUE ESSA, HOJE COM RARAS APARIÇÕES QUE OUTRORA, EM OUTROS TEMPOS TINHAMOS QUE EXPANTA-LAS PARA PASSAR DE CANOAS NAS BEIRADAS DA BAIA SINHÁ MARIANA, BONS TEMPOS........

  • Vítor R. Borges | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente os pescadores com certeza não sabiam da consequência em se matar um animal deste porte. Todo e qualquer pescador que se cuida sabe do perigo de uma arraia por perto, infelizmente estes decidiram por matar o animal tão raro.
    A legislação não prevê qualquer punidade para estes pescadores, ao contrário de outos países, onde existe limites mínimos e máximo para se pescar um peixe, aqui só se atenta para o mínimo.

    Mas o que eu gostaria de informar é que este animal não é único, temos uma foto antiga, cerca de 20 anos atrás, onde meus avós pescaram uma arraia com mais ou menos o mesmo porte, pescaram o animal nas proximidades da região do Sadal em Cáceres (Rio Paraguai). Para se ter uma idéia, para ser feito o transporte do animal (foi levada para tirar o óleo do rim, do fígado, ou algo parecido, pois diziam ser terapêutico), ele foi colocado na carroceria de uma pick-up Fiat Fiorino, sendo que boa parte de seu corpo ficou pendurado para fora da carroceria do veículo.
    Se for de interesse do site, posso providenciar uma cópia.
    abraço

  • Ronildo Lazaro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Affsss...Só de pensar que já tomei banho neste belo rio por diversas vezes,me dá arrepios.Pela foto,meus adoraveis banhos no Rio Mutum,já ficou para o passado,não terei mais coragem de adentrar nas belas aguas deste importante rio pantaneiro.Agora,pra que matar um animal tao belo,que fara falta a natureza? Chegara um dia em que os animais e a fauna pantaneira existirá apenas em fotos,nas lembranças e causos das pessoas mais antigas...esse dia nao está tao longe assim.

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...

VI de R$ 18 mil garantida na Câmara

juca 400 curtinha A verba indenizatória de R$ 18 mil para os vereadores da Câmara de Cuiabá está garantida, pelo menos por enquanto. Depois de diversas ações judiciais, derrubando a alta indenização por gastos do mandato, os vereadores implantaram o benefício novamente em dezembro. O...