Últimas

Terça-Feira, 28 de Agosto de 2007, 08h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

LEGISLATIVO

Rei do gado passa a ter pensão da Assembléia

    Aos 82 anos, o ex-deputado de quinto mandato, Renê Barbour (PR), dono de nada menos que 250 mil cabeças de gado, passa a fazer parte do Fundo de Assistência Parlamentar (FAP), mesmo extinto há 11 anos. Todos os deputados que contribuíram com o Fundo, desde setembro de 1978, um ano antes da divisão territorial de Mato Grosso, têm direito à pensão. Barbour contribuiu com 33,3%. Por isso, não receberá o benefício integral de R$ 12,5 mil hoje, correspondente ao que ganha cada um dos 24 deputados da ativa. O ex-parlamentar tem direito a R$ 3,9 mil mensais.

   Há cinco meses, Eliene Lima (PP), atual deputado federal, também entrou na pensão do FAP, com benefício mensal de R$ 12,5 mil. Ele foi deputado estadual por dois mandatos. Com Barbour, que encerrou o mandato em 31 de janeiro deste ano, já são 104 pessoas que ganham a pensão vitalícia, engordando em mais de R$ 500 mil (R$ 6 milhões por ano) as despesas do Estado com o duodécimo do legislativo mato-grossense. O benefício varia de R$ 450 a R$ 12,5 mil. Cerca de 17 recebem integralmente o mesmo salário pago aos deputados e 18 engordam seus vencimentos por exercerem outros cargos públicos.

    Mesmo sem mandato, o ex-deputado dá expediente na Assembléia e fica em plenário nos dias de sessão, como se o legislativo tivesse 25 cadeiras de deputado. Além de ter um gabinete, Barbour ainda conta com auxílio de um assessor parlamentar, tudo é pago com dinheiro público.

    Renê Barbour é um dos desbravadores do Médio-Norte. É um dos proprietários da usina de biodisel da Barralcool, em Barra do Bugres. Possui fazendas em vários municípios, como Denise, Arenápolis, Tangará da Serra, Porto Estrela e São José do Rio Claro. Uma delas, de 101 mil hectares, começa em Porto Estrela e acompanha o percurso do rio Paraguai até São José do Rio Claro.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Reclamar o que? se é de direito, acabou. O que se tem que questionar, são as leis que concederam esse beneficio, e não o fato de estar recebendo uma coisa que é de direito.

  • LGR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    "CURTO E GROSSO": ISSO É UMA VERGONHA!
    POR ISSO QUE O BRASIL NÁO VAI PRA FRENTE!
    SALÁRIO BOM, INFELISMENTE SÃO SÓ DELES!
    COITADO DO POVO QUE TENQUE ESTUDAR MUITO PRA COMEÇAR GANHANDO SALÁRIO DE MIL REAIS!, A MAIORIA SEM BENEFICIO DE TRANSPORTE E ALMOÇO!, SEM FALA QUE PRA APOSENTAR TEM QUE TRABALHAR UNS TRINTA ANOS!
    LAMENTAVEL!!!

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pode até ser legal. Mas nunca será moral... O eliene, o barbur deviam era abster dessa dinheirama uma vez que eles ja são milionarios poderiam estar convertendo esse dinheiro para a saude, educação ou segurança publica. Quanto mais rico mais dinheiro querem!!! O rdnews, poderia levantar para a sociedade matogrossense a relação de todos os aposentados do ministerio publico, tribunal de contas, ex-governadores, assembleia legislativa, TJMT, congresso nacional. Acho que pode ter gente recebendo em mais de um lugar...

  • jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O deputado Renê Barbour, pai de Renezinho, é uma pessoa digna portanto se ele tem este direito adquirido e estou certo pelo que ele contribuiu para a caixa de assistencia, é seu direito e devemos é bater palmas, pois durante todos os cinco mandatos sempre honrou o poder que o povo lhe outorgou.
    Parabens deputado, pelo menos o senhor consegui receber seus direitos.

  • Silvia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de Saber como fica por exemplo: O Sr. Oscar Ribeiro recebe aposentadoria da Assembleia e do Tribunal de Contas? Este fundo da Assembleia, quem o mantem? Por que o Sr Rene Barbur que foi deputado por 5 mandatos tem um aposentadoria pequena e o Dep. Federal Eliene de Lima que só foi dep. por 2 mandatos recebe integral? a Lei não manda que um cidadão so pode ter uma aposentadoria.

  • Ali | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse ai é mais que merecedor, independente do seu patrimonio o Rene foi 5 vezes deputado, esse merece, diferente de outros que ficaram oito meses e já querem receber ou um mandato e já querem receber. Agora que a lei mudou ai sim ninguém merece mas tenho certeza que todos esses que falam que é vergonha se estive lá duvido que falaria isso.

  • Amilcar Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma Vergonha!


    Amilcar Almeida

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...