Últimas

Terça-Feira, 07 de Agosto de 2007, 14h:29 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SABATINA NO SENADO

Requerimento é rejeitado; sessão retoma

  O requerimento do senador Mário Couto (PSDB-PA) acaba de ser rejeitado. Assim que ele propôs que a sessão da sabatina de Luiz Pagot fosse suspensa até que houvesse tempo para apurar as denúncias contra o indicado para o cargo federal, o senador João Ribeiro (PP-TO) saiu da defesa do relatório de Jaime Campos. Destacou que todos os questionamentos que tinham sido feitos foram esclarecidos.

  Em seguida, Jaime fez um novo discurso. Rasgou elogios ao seu primeiro suplente Luiz Pagot, para quem é um homem de moral ilibada. O requerimento do tucano Mário Couto foi colocado em votação e, por maioria dos presentes à Comissão de Serviços de Infra-Estrutura, acabou rejeitado.

   Com isso, a sessão volta ao normal. Pagot, que havia se deslocado para uma anti-sala, volta a participar da sessão, que prossegue normalmente.

    Polêmica

   Tanto Mário Couto quanto um outro tucano, Arthur Virgílio (PSDB-AM), querem que o economista Pagot preste informações detalhadas à comissão, devido à acusação de que o aliado do governador Maggi omitiu informações ao Senado com relação a uma possível acumulação de cargos públicos. De 1995 a 2002, Luiz Pagot exerceu o cargo em comissão de secretário parlamentar no gabinete do senador Jonas Pinheiro (DEM) e, no mesmo período, foi superintendente da Hermasa Navegação da Amazônia S/A.

    A Advocacia Geral do Senado foi chamada a opinar sobre o caso em julho último e concluiu que não houve acumulação de função, uma vez que a Hermasa não é uma empresa pública ou sociedade de economia mista com participação governamental. No entanto, o parecer do órgão lembra que a legislação proíbe o servidor público de participar de gerência ou administração de empresa privada, conforme dispositivos da Lei 8.112/90, que dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. A acumulação de cargos públicos também é proibida por dispositivos constitucionais.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Único da família Oliveira pra vereador

luluca 400 curtinha   Na queda-de-braço entre irmãos, venceu, por enquanto, Luiz Arthur Oliveira Ribeiro, o Luluca (foto), que será candidato a vereador pelo MDB em Cuiabá, carregando o espólio político da família Oliveira. Irmão de Luluca, o ex-vereador Leonardo Oliveira, que procurou e...

2 nomes do DEM avaliam desistência

ivan evangelista 400 curtinha   A chapa de pré-candidatos do DEM a vereador pela Capital corre risco de sofrer duas baixas consideráveis. Os ex-vereadores Ivan Evangelista (foto), que atuou na Câmara por 13 anos, e Leonardo Oliveira, por dois mandatos, podem vir a desistir do teste das urnas. Mas, por enqanto, ambos garantem...

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.