Últimas

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2007, 18h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VARIEDADES

Resolução de promoção por merecimento

Interessado : Presidência do TRT – 23ª Região

Resolução Administrativa
n. 073/2003

Estabelece critérios para promoção por merecimento, dando nova redação aos arts. 181 e 182 do Regimento Interno do TRT da 23ª Região.

"Certifico e Dou Fé que o Egrégio Tribunal Regional do Trabalho da Vigésima Terceira Região, na Vigésima Primeira Sessão Plenária, Ordinária, hoje realizada, sob a presidência da Excelentíssima Senhora Juíza Leila Conceição da Silva Boccoli, Presidente, com a presença dos Excelentíssimos Senhores Juízes Roberto Benatar, Vice-Presidente, José Simioni, Maria Berenice Carvalho Castro Souza, João Carlos Ribeiro de Souza, Osmair Couto, Tarcísio Régis Valente e representando o d. Ministério Público do Trabalho o Excelentíssimo Senhor Procurador Daniel Augusto Gaiotto. Ausente o Excelentíssimo Senhor Juiz Guilherme Augusto Caputo Bastos, conforme RA 909/02 do c. TST,

apreciando os termos da proposta apresentada à Comissão do Regimento Interno desta Corte, em mesa, pela Excelentíssima Senhora Juíza Presidente,

considerando o disposto no art. 161, do Regimento Interno desta Casa e,

considerando a necessidade de se alterar o contido nos artigos 181 e 182, do Regimento Interno deste Regional, fixando critérios objetivos para promoção por merecimento, nos termos do art. 93, II, alíneas “a” e “b”, da Constituição Federal, c/c o inciso II, art. 80, da LC n. 35/79 (LOMAN),


R E S O L V E U , por unanimidade:

I - Aprovar a alteração dos artigos 181 e 182 do Regimento Interno deste e. TRT, nos termos abaixo transcritos:

“Art.  181.  Para efeito de promoção, por merecimento, dos Juízes do Trabalho de 1ª Instância, o Tribunal Pleno escolherá, em sessão secreta, com a presença apenas de seus membros vitalícios, os nomes que comporão a lista tríplice.

§ 1º. A lista tríplice para promoção por merecimento será composta com os candidatos que, preenchendo as exigências legais (CF, art. 93, II, “a” e b”, e LC n. 35/79, art. 80, II), se inscreverem no prazo de 15 (quinze) dias da publicação do correspondente edital.

§ 2º.  Preenchidos os requisitos iniciais do parágrafo anterior, a lista tríplice para promoção por merecimento será formada pelos juízes que obtiverem maior número de pontos na avaliação da Corte.

§ 3º.  Havendo o juiz, recebido há menos de um ano pena de censura, seu nome não poderá ser incluído na lista de  promoção por merecimento (LC n. 35/79, § único, art. 44).

Art. 182.  Para dar início ao processo da promoção por merecimento, no prazo do § 1º do art. 181, o interessado deverá juntar a seu requerimento de inscrição, os seguintes documentos:

I – certidão expedida pelo Serviço de Pessoal, indicando o número de faltas injustificadas e a quantidade de vezes em que seu nome figurou em listas por merecimento (CF, art. 93, II, “a”), bem como a quantidade de licenças para tratamento de saúde, própria ou de pessoa da família;

II – cópia autenticada dos boletins mensais de produtividade dos últimos três anos, para permitir a verificação de sua operosidade no exercício do cargo e da pontualidade no desempenho das funções jurisdicionais;

III – certidões da Secretaria do Tribunal Pleno e da Secretaria da Corregedoria, atestando, respectivamente, o número de sentenças anuladas por ausência de fundamentação, e o número de decisões correicionais ou representações julgadas contra o magistrado; 

IV – certidão negativa da existência de qualquer penalidade nos últimos 365 dias;

V - comprovação de participação ativa em congressos jurídicos, bem como da publicação de trabalhos jurídicos.

§ 1º.  Protocolizado o pedido de inscrição, juntamente com os documentos encaminhados pelo interessado, comporão autos individuais de requerimento administrativo e serão dirigidos à Presidência.

§ 2º.  Decorrido o prazo referido no parágrafo primeiro do art. 181 (15 dias), os autos serão remetidos ao e. Tribunal Pleno, para apuração da pontuação obtida por cada interessado.

§ 3º.  Havendo empate na pontuação dos juízes, será atribuído um décimo àquele mais antigo, persistindo o empate será atribuído o ponto àquele que obteve a melhor classificação no concurso. Mantendo-se empatados, o ponto será atribuído ao candidato mais idoso.

§ 4º.  A pontuação de que trata o parágrafo segundo será aferida em sessão administrativa específica, para avaliação de cada currículo de promoção, atribuindo-se da seguinte forma:

a) dois décimos (0,2) de ponto, até o máximo de oito décimos (0,8), para cada vez em que o juiz houver figurado em lista tríplice de promoção por merecimento;

b) um décimo negativo (- 0,1) de ponto, até o máximo de um ponto negativo (-1), para cada falta injustificada;

c) um décimo negativo (- 0,1) de ponto para cada sentença anulada por falta de fundamentação;

d) um décimo negativo (- 0,1) de ponto para cada decisão correicional ou representação proferida contra o interessado;

e) um décimo (0,1) de ponto, até o máximo de cinco décimos (0,5), por participação em congresso jurídico, na função de conferencista, defensor de tese, painelista ou membro de comissão;

f) cinco décimos negativos (- 0,5) de ponto para cada conjunto de cinqüenta sentenças (de conhecimento e execução) proferidas com atraso, observados os boletins estatísticos dos últimos três anos;

g) dois (2,0) pontos por doutorado em matéria jurídica com defesa de tese e grau de doutor; um e meio (1,5) ponto para cada mestrado em matéria jurídica, com dissertação e grau de mestre; um (1,0) ponto para cada doutoramento, em matéria jurídica, sem defesa de tese; sete décimos (0,7) de ponto para cada mestrando em matéria jurídica, sem dissertação; sete décimos (0,7) de ponto para cada especialização em matéria jurídica; cinco décimos (0,5) de ponto para cada livro, manual, compêndio, ensaio ou monografia de natureza jurídica publicados em órgão ou repositório oficial, reconhecido pelo Tribunal e vinte e cinco décimos (0,25) de ponto por artigo de natureza jurídica publicado em órgão ou repositório oficial, reconhecido pelo Tribunal;

h) outras questões relevantes poderão ser levadas em conta, a critério do Tribunal Pleno.


Art. 182-A.  Formada a lista tríplice, o Tribunal Pleno, fazendo constar em primeiro lugar aquele que obteve maior pontuação e assim sucessivamente pela ordem classificatória, escolherá aquele que deverá ser promovido, encaminhando o nome para a Presidência.”
  

II -  Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.
 

Sala de Sessões do Tribunal Regional do Trabalho da Vigésima Terceira Região em Cuiabá-MT, 23 de junho de 2003.” (2ª f)

 MARIA LUCÉLIA DOS SANTOS CAPARELLI
Secretária do Tribunal Pleno

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...