Últimas

Quarta-Feira, 05 de Dezembro de 2007, 08h:34 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

Artigo

Responsabilidade no trânsito: dever de todos

     Só quem já perdeu um ser amado por irresponsabilidade no trânsito, sabe o que isso significa. Perdi muitas pessoas queridas desse modo. Amigos e colegas de trabalho. Vi a dor das famílias e senti também o que é a perda.
     Tão logo foi publicado o artigo que escrevi sobre a morte dos dois jovens em Poconé, motivada por atropelamento, recebi muitos e-mails, na grande maioria de pessoas contrárias ao meu posicionamento, questionando inclusive quantos de nós já não dirigimos mesmo com sono, ou após uma dose de bebida e coisas desse tipo.
     Para sintetizar a situação, essas pessoas são contrárias à minha posição e sugerem que deve haver uma compreensão com relação ao fato, no sentido de tentar compreender o motorista que causou o acidente, sob o ponto de vista de ser humano, que comete erros.
     É óbvio que todos nós cometemos erros, isso é da  essência humana, porém é óbvio também, que devemos ter consciência de que, justamente por isso, devemos ser prudentes, humildes,  cautelosos e responsáveis no que concerne à nossa convivência social e quando estamos dirigindo um carro, pilotando um barco e coisas assim. Sabem por quê? Porque nossos erros ou falhas podem ser fatais para outras pessoas. Só isso já é motivo suficiente para sermos responsáveis.
     Essas pessoas que discordam de minha opinião - embora a respeitem no que concerne à legalidade de meus argumentos - buscam um julgamento respaldado no “errar é humano” e na aceitação dessa fraqueza. 
     Entendo que o motorista do veículo que atropelou os jovens tenha amigos e que estes vejam o lado pessoal dele, no entanto, o emocional não pode se sobrepor à realidade dos fatos. A frase “a lei é dura, mas é lei”, mostra que devemos observar os preceitos jurídicos, pois vivemos em sociedade,  não somos uma ilha e o nosso direito termina, onde começa o do outro.
     A sociedade deve se pautar pela atuação séria da Justiça e cabe-nos pensar que um fato como esse de Poconé, poderia acontecer a qualquer um de nós. Aí então, talvez essas pessoas pensassem diferente.
     Assistimos todos os dias, a movimentos, ações, matérias na imprensa, que tratam dessa questão. Educação no trânsito, não depende de cultura ou aprendizado simplesmente, mas também e principalmente, de princípios que recebemos no nosso ambiente familiar. Respeitar o próximo e  seus direitos é questão de consciência, uma postura que deve ser a prática de nossas vidas, em todos os sentidos. Sem isso, corremos o risco de fazer deste mundo, um lugar cada vez mais difícil.
     A impunidade gera violência e incentiva a irresponsabilidade. Temos visto isso todos os dias e nem precisamos sair de nossas casas.
     A essas pessoas que discordam de meu posicionamento, gostaria de sugerir que escrevam sobre o assunto e mostrem suas opiniões e suas razões. Isso é liberdade de expressão e todos podem exercê-la. Porém, se não o fizerem, deixem de me mandar e-mails alegando que as falhas humanas, que  podem realmente acontecer a qualquer um, justifiquem uma situação definitiva e inexoravelmente consolidada. O fato é que,  deixar de prestar socorro às vítimas já é motivo suficiente para que saibamos o nível de responsabilidade do causador do acidente, ainda que sob temor à Lei.
     Não importa o que digam. Esses dois jovens se foram e suas famílias jamais os terão de volta. Quem sobreviveu, por outro lado, pode contar a história a seu modo e ainda por cima,  contar com o apoio de amigos que, certamente, não estão sentindo a dor dos que perderam seus filhos e netos,  que estão silentes em seu sofrimento e sem defesas tão ardentes.
     Há uma verdade inarredável em tudo isso e que não se pode apagar: somos responsáveis pelos atos que praticamos e deles, hoje ou amanhã, teremos que prestar contas.

 
Oriana Paes de Barros é procuradora federal aposentada e pecuarista

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

Novo cargo de 2º escalão em Cuiabá

ricardo lobo 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro criou um novo cargo dentro da estrutura do segundo escalão do Palácio Alencastro. É a figura do secretário-adjunto de Relações Comunitárias, espécie de porta-voz de mais de 300 bairros. E quem estreia no posto é Ricardo Lobo,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.