Últimas

Domingo, 11 de Fevereiro de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Ricarte chefia representação de MT em Brasília

    O ex-deputado federal Ricarte de Freitas (PTB), que encerrou o mandato sob desgaste político devido à  acusação de suposto envolvimento com a máfia dos sanguessugas, já assumiu de fato a chefia do escritório de representação do governo do Estado em Brasília. Por questões burocráticas, a nomeação oficial, porém, só deve sair na próxima quarta. O nome de Ricarte foi indicado ao governador Blairo Maggi pelo ministro Walfrido Mares Guia (Turismo), amigo pessoal de Freitas. A negociação avançou também para o campo político partidário. A convite do governador, o ministro deve trocar o PTB pelo PR e trazer consigo cerca de 14 deputados federais.

   Ricarte se diz animado com a nova missão. Vive uma nova fase, após vários meses no olho do furacão por causa das denúncias envolvendo seu nome. Para ele, o escritório do Estado em Brasília tem papel fundamental desde que seja melhor explorado. Funciona como espécie de embaixada de Mato Grosso na Capital Federal. A intenção do ex-deputado é centralizar todas as demandas das secretarias do Estado e ficar atento nos Ministérios para o desenvolvimento de novos programas. Ele entende que não basta acompanhar apenas as transferências constitucionais e as emendas parlamentares, mas também novos projetos e programas que constantemente são lançados pelo governo federal.

    Um outro papel importante ressaltado pelo novo chefe do escritório de representação é no sentido de manter proximidade com a coordenação da bancada federal de Mato Grosso, que é composta por 11 parlamentares (8 deputados federais e 3 senadores). Na reunião com Ricarte, quando o convidou para o cargo, Blairo Maggi reconheceu que no primeiro mandato não tem uma aproximação com a bancada. Agora, pretende quebrar essa barreira e o ex-deputado petebista terá papel de interlocutor.

   O escritório de representação está situado no edifício JK, no setor Comercial Sul. Abriga quatro salas, mas uma está cedida à Associação Mato-grossense dos Municípios e outra à Subprocuradoria-geral do Estado. Quando vai a Brasília, o governador utiliza um dos espaços para despachar. Além de Ricarte, que substitui no cargo o ex-senador Louremberg Nunes Rocha, há cinco funcionários no escritório, incluindo dois motoristas. Com status de secretário, Ricarte reivindica mais três funcionários.

    Processo

    O processo contra Ricarte no Conselho de Ética da Câmara foi arquivado antes mesmo de ser julgado, pois o parlamentar concluiu o mandato em 31 de janeiro. O petebista enfrenta agora o processo penal. Deve ser indiciado. O empresário Luiz Antônio Vedoin, um dos chefes da máfia dos sanguessugas, entregou à Justiça Federal comprovantes de depósitos de supostas transferências de dinheiro para conta de parlamentares. Esses papéis acabaram complicando a defesa de Ricarte, acusado de receber cerca de R$ 600 mil de propina em troca de emendas ao Orçamento. Um documento com a Justiça revela que houve também transferência de Vedoin para Ricarte de um Fiat Ducato, avaliado em R$ 70 mil.

         O ex-deputado mato-grossense admite o uso do veículo, como teste, durante dois meses em 2002. Garante que não recebeu propina e tampouco teve qualquer relação com a máfia. "O processo (na Câmara) foi arquivado e eu, sequer, fui ouvido até hoje. No processo penal vou ser ouvido e vou provar que nada tenho a ver com isso", destacou Ricarte de Freitas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

Irmão de Thelma na lista dos traidores

ronaldo pimentel 400 curtinha   Na carta aberta assinada por Ricardo Saad, que preside o PSDB cuiabano, ele reclama de dívidas milionárias herdadas de antecessores, inclusive dos R$ 4 milhões de pendências somente do pleito de 2016, e menciona, entre outras coisas, que "(...) há correligionários, que estavam...

A bronca de Saad com Wilson Santos

ricardo saad curtinha 400   O vereador Ricardo Saad (foto), presidente do PSDB da Capital, resolveu disparar a metralhadora verbal contra colegas tucanos. Sobre o ex-prefeito e hoje deputado Wilson Santos, considera que este nada fez para ajudar o partido a se reestruturar, visando as eleições de outubro. Mesmo sendo vice-presidente...

Janela tira muitos políticos do calvário

gilberto figueiredo curtinhas   O fechamento da janela partidária, que encerrou-se no último sábado, dia 4, marcou o fim de um longo calvário aos partidos, que tiveram que suportar em seus quadros políticos que não estavam mais de “alma”, mas somente de “corpo”. Na Câmara...

Só 2 vereadores não vão à reeleição

felipe wellaton curtinha 400   Apenas dois entre os 25 parlamentares cuiabanos não vão buscar a reeleição. O licenciado Gilberto Figueiredo, que trocou o PSB pelo DEM, quer concorrer a prefeito, assim como Felipe Wellaton (foto), que até trocou de partido, saindo do PV e agora no Cidadania. Pretende disputar...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

thiago muniz 400 curtinha   Dos 21 vereadores de Rondonópolis, somente quatro não vão à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (foto), agora no DEM, Hélio Pichioni (PSD), Jailson do Pesque-Pague e Rodrigo da Zaeli (ambos do PSDB). Eles garantem se tratar de um caminho sem volta. Destes, dois tentam...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.