Últimas

Segunda-Feira, 27 de Abril de 2009, 21h:33 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CONFRONTO

Riva chama Taques de maldoso e quer expor injustiças

Presidente da AL se defende dos processos sobre "calcinhas" e dos cheques na factoring de Arcanjo, afirma que Pedro Taques tentou destruí-lo por questão política, chama o procurador para o embate eleitoral para, assim, ter oportunidade de mostrar "as injustiças" cometidas pelo membro do MPF, garante que não roubou, diz possuir tino para os negócios e que conseguiu na Justiça conexão dos processos
------------------------------------------------------------------------
  

Deputado José Riva dispara críticas contra Pedro Taques  O presidente da Assembleia pela quarta vez José Geraldo Riva (PP) se defendeu das acusações de que teria cometido atos de improbidade à frente da Mesa Diretora e da suposta ligação com factoring do "comendador" João Arcanjo Ribeiro, preso por comandar o crime organizado em Mato Grosso, e ainda chamou de "imbecil" e de "maldoso" o autor de dezenas de denúncias, procurador da República Pedro Taques, que hoje atua em São Paulo. Riva foi entrevistado por mais de uma hora no Ponto de Vista, da TV Rondon (Rede TV!), levado ao ar no domingo à noite pelo apresentador Onofre Júnior.

   Questionado sobre os diversos cheques da AL que foram trocados na factorting de Arcanjo, o deputado reagiu: "Por que só a Assembleia foi exposta? E por quê não os outros? Tinham cheques do governo, de prefeituras, de órgãos e de todo mundo?". Em seguida, o próprio parlamentar tratou de respondeu: "Só focaram na Assembleia pela questão política de querer destruir o Riva e o Bosaipo (ex-deputado Humberto Bosaipo, hoje conselheiro do TCE). Riva afirmou ainda que era comum à época as empresas dever para factoring e nem todos sabiam que a empresa pertencia Arcanjo. Quando alguém recebia da AL, conta o parlamentar, "já tinha gente (de factoring) cercando para tomar cheque de empresários, até mesmo de forma violenta. José Riva garante que a AL não operou com factoring.

   Efeito calcinhas

   Sobre o episódio das calcinhas, em que o Ministério Público denunciou que a empresa Cláudia Moda Íntima, aberta por Maria Benedita Pereira da Paz, irmã do contador da AL Joel Quirino Pereira, acusado de cadastrar empresas inativas para emitir cheques, seria destinatária de um cheque de R$ 55 mil assinado por Riva e Bosaipo, o atual presidente da Assembleia afirma que essa acusação "é imbecil". "Você acha que alguém é imbecil? A Assembleia, o governo ou prefeitura vá (sic) comprar calcinhas? Mais imbecil é o cara que falou isso. Foi maldade de um procurador que não tem compromisso com a verdade", disparou Riva, numa referência a Pedro Taques.

   Em seguida, o deputado do PP lança desafio: "Eu quero que ele seja candidato para mostrar o monte de injustiças que esse cidadão já fez em MT. Não tenho medo de enfrentar ele". Foi um recado a Taques, que admite a pretensão de concorrer a cargo majoritária em 2010, tanto a governador quanto a senador. Riva se articula para também entrar na disputa, principalmente à senatória.

   Segundo Riva, o processo em que é acusado de comprar calcinhas em nome da AL trata-se de locação de aeronaves. Assegura que de 1998 a 2000 o Legislativo tinha feito contrato para aluguel de aviões e a empresa fechou as portas. Em 2002, seus então proprietários abriram uma empresa de lingerie. "O procurador (Pedro Taques) maldosamente pegou a alteração do contrato e acusou que a AL comprou calcinhas", diz o deputado. Ele observa ainda que mostrou toda documentação para a senadora petista Serys Marly e esta o perguntou do porquê não processar o acusador. Riva disse que, em resposta, disse que "não adianta".

   O deputado afirma que não estaria tranquilo e atuando na AL se tivesse "roubado". "Não tenho medo de falar sobre qualquer assunto. Eu não sou o Paulo Maluf", comentou Riva, numa reação à reportagem recente de duas páginas no Jornal do Brasil, que o compara ao ex-prefeito de São Paulo. Riva disse na entrevista que ganhou "as coisas com muito sacrifício" e que vendeu muitas terras da região de Juara", onde tem residência fixa. "Tenho tino para negociações. Ganhei muito dinheiro e nem sei onde coloquei dinheiro. Tenho uma fundação e prefiro nem divulgar isso (...)", ressalta o cacique do PP.

   Ainda sobre os processos nos quais figura como réu, José Riva afirma que "infelizmente tem pessoas maldosoas que exageraram". Reclama do MP, que abriu processo para cada denúncia de empresa que supostamente teria recebido cheque por "prestação de serviços" à AL. Explica que foi por essa razão que conseguiu na Justiça a conexão, ou seja, juntar todos os processos em apenas um por causa do vínculo entre todos eles. "Tentaram me destruir porque sabem que eu represento risco para as eleições. Não tenho medo de fazer desafios. Os mentirosos serão desmascarados. Por que não falaram do resto (que descontou cheques na factoring de Arcanjo)? Foi maldade!".

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
Clique no play e veja as declarações de Riva e recado a Pedro Taques na TV Rondon

Postar um novo comentário

Comentários (36)

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito bem RIVA, colocou o dedo na ferida, porque os outros nunca foram citados??????? Esse procurador é um falastrão, é fácil ficar xingando os outros, vai pra disputa eleitoral pra ver o que é bom pra tosse. Mas o mais importante é a colocação sobre a verdade, se o Sr fosse um Paulo Maluf, com certeza já teriamos inúmeras provas, e o que temos é somente um falador, acusando, sabendo do seu potencial político. Quem conhece o RIVA sabe que é o UNICO politico que ajuda seus companheiros e PONTO FINAL.

  • mauricio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olha o que fauta é agente que vota da o troco nesses cara de pau nas urnas esse politico acha que agente é besta o indiota pra acredita em conversa fiada!!!!!!!!!!!!!

  • Augusto Melheiros da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • jean bruno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    podem falar o q quizeren do riva,mas dao uma pasadinha no gabinete dele,e voces veraõ vario prefeitos ,vereadores,e ate mesmo deputados pedindo ajuda para levar obras e benefiçios, para suas respctivas cidades. SINAL Q O CARA É BOM DE SERVIÇO . RIVA GOVERNADORRRRRRRRRRRRRRRRRRRR.

  • Antonio H. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Olivio Foglieri | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Podem falar o que quizerem a respeito do deputado, mas tenho certeza que os que falam, falam totalmente sem conhecimento de causa, o Riva por sí só vale pela assembléia inteira, homem dinâmico, justo, trabalhador e humano... Só ele consegue aglutinar tantos interesses contrários uns dos outros em prol do bem da sociedade, parabéns Deputado, você é como um pai para nós !

  • Beto Vilela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rogaciano oliveira sampaio filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    senhor editor,o dep.Riva sem duvida nenhuma é uma das maiores lideranças politicas que surgiu no mato grosso.liderança esta conquistada com muito trabalho,e compromisso com o povo,principalmente os mais humildes.graças a ele a minha cidade passou por uma transformação radical em sua infraestrutura,tenho certeza que no senado vai ser um ardoroso defensor dos interesses do mato grosso.

  • Caio Soares Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Independentemente do teor da ação do MP, creio que a atitude do deputado foi convincente no que ele falou ao vivo.

    Acho que deve ter ao menos um ponto de discussão. Querendo ou não esses caras sempre quiseram ter um futuro político.

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...

Esposa de deputado na 2ª suplência

maria avalone 400   Não foi só o deputado estadual Wilson Santos que frustrou-se na tentativa de eleger membro da família à cadeira de vereador. O também parlamentar Carlos Avalone, presidente regional do PSDB, apostou todas as fichas na esposa Maria Avalone. Mas ela só chegou à...