Últimas

Terça-Feira, 04 de Março de 2008, 19h:29 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

LEGISLATIVO

Riva e Daltinho defendem compra de poltronas

Primeiro-secretário diz que não sabia da aquisição das confortáveis cadeiras, mas acha justo para evitar que colegas tenham problema de circulação sanguínea

  A notícia divulgada no RDNews na última sexta (29) sobre aquisição pela Mesa Diretora de 26 poltronas que emitem correntes eletromagnéticas e que já estão disponíveis para os deputados no plenário provocou reação na sessão noturna desta terça (4). Os deputados José Riva (PP), primeiro-secretário (ordenador de despesas), e Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB), subiram à tribuna para defender o "bem-estar" dos parlamentares.

    Riva chegou a dizer que ficou surpreso com a compra das cadeiras mas, por outro lado, criticou a reportagem, contestou os dados e, por fim, disse que é importante investir no parlamentar. Segundo Riva, as cadeiras "não foram pagas só com recursos do Estado". Houve parceria com o Banco do Brasil tanto para a aquisição das poltronas quanto para de notebooks, armários para os gabinetes e a cobertura do estacionamento da Assembléia.

   "Minha sala é uma das que já recebeu os armários e gostaria de saber se os demais também receberam", declarou Riva. Em seguida, disse: "Temos que admitir que poderíamos ter comprado cadeiras mais baratas". Assegura que cada uma custou R$ 3.028,00 e não US$ 6 mil, como divulgado no RDNews - veja aqui. "Autorizo a secretaria de Orçamento e Finanças a disponibilizar a Nota Fiscal à imprensa que queira tirar qualquer dúvida sobre o valor".

   Riva defendeu que as cadeiras confortáveis, inclusive com controle remoto, são necessárias. "Eu, particularmanete, sento em cadeira de pau, por 8 ou 9 horas em audiências no interior. E tem deputado que já teve problemas de circulação sanguínea. Então, não teve problema em pagar R$ 78 mil nessas cadeiras".

  Já Daltinho criticou os comentários que, segundo ele, fazem apologia e "afrontam os princípios que norteiam as ações dos deputados". "Não devemos e nem vamos admitir. O mínimo de conforto é necessário e sem apologia ao gasto com dinheiro público". Para ele, Riva está certo quando defende o bem-estar dos colegas parlamentares. Empresário da região de Barra do Garças, Daltinho afirma que tem diretores em sua empresa que ganham mais que ele (Daltinho) como deputado. Em seguida, argumenta que só ocupa o cargo de deputado porque está com a determinação de se inserir nas decisões que trazem benefícios à população. (Simone Alves e Romilson Dourado)

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Julio Monteiro Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com tantas escolas caindo aos pedaços e ainda alunos assistindo aulas em "escolas de paredes e teto de palhas"isso aqui bem pertinho de Cuiabá, no municipio de Livramento e alunos assistindo aulas em caixotes de madeiras na cidade de Várzea Grande.Péssimo momento para se adquirir poltronas com controle remoto. O povo não é prioridade para governo nenhum, bom mesmo é estar deputado e ão ser Proessor. A aquisição foi uma idéia de falta de assunto.

  • Ademar Adams | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se esse deputado é rico e não precisa participar de irregularidades, por que não pede uma investigação que nunca houve nas consta da AL?
    Se a cadeira é melhor na sua empresa, que traga de lá ou pague do seu bolso!
    Ele não passa de mais um Riva Boy...

  • Francisca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Simplesmente, absurda a referida aquisição, demonstra o despreparo e o desrespeito desses alcaides que foram eleitos para representar o "POVO" e representam interesses particularesl.
    Problemas circulatorios, só tem o povo, andando quilometros a pé, trabalhando de pé o dia todo, pessoas como esses alcaides que nunca trabalham em prol da população jamais terá qualquer problema só se for por ficar muito tempo na ociosidade...
    Deveriam sim, ter comprado uma cadeira sem o magnetico, apenas eletrica, assim acabada com todos seria um alivio para o povo matogrossense

  • Waldir da Mata | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É preciso exclarecer ao Dep. Riva e cacique da ALMT que é ele mandar esses deputados trabalharem que não será necessário nem cadeira comum, afinal eles não são eleitos para ficarem esquentando cadeira no gabinete e sim visitando os municípios no interior do estado. VÃO TRABALHAR DESOCUPADOS.

  • Pedro José | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É impressionante o cinismo de alguns "representantes" do povo...

    Com tantos problemas nas áreas de: saúde, educação, infra-estrutura, entre outras (por favor, caso haja alguma área em situação satisfatória, favor me informar), a AL, através de sua mesa diretora, compra essas poltronas para os Marajás não adquirirem problemas de circulação sanguinea.

    Na minha opnião, essas cadeiras deveriam ficar em praças espalhadas pelo Estado para que os verdadeiros trabalhadores possam usufruir deste benefício.

    Deputados, por favor, dediquem pelo menos 25% do tempo que gastam pensando nos vossos umbigos, em atitudes voltadas para o bem da população deste Estado

  • Maria Rosa do Coxipo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que falta de imaginação hein Dep. Riva? Os Deputados estaão sem circulação no cérebro, pois não são capazes nem de fazer projetos de interessse da sociedade.
    Outra balela é dizer que nem sabia da compra das cadeiras uma vez que quem assina os cheques é ELE, Dep Riva. Cuidado Deputado o senhor pode estar assinando sua ruína sem ver.

  • gustavo nepomuceno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que me deixa mais indignado é como esses deputados, "os da calcinha, os dos corollas, os das poltronas, os dos cassados mas recebendo gordo salário, etc. etc. etc." insistem em continuar no poder, mas nao por culpa deles, mas porque existem eleitores que ainda insistem em votar nesse tipo ultrajante de político.

    Até quando vai ser assim Cuiabá??? Até quando vai ser assim Mato Grosso???


    Pelo amor de Deus, é pra acabar mesmo!

    Chega de privilégios para essa tal de "Casa do Povo" (que do povo só tem o dinheiro desperdiçado mesmo)!
    Chega de arituclações, esquemas, manobras políticas para apdrinhar e ocupar cargos na administração!
    Chega de ver deputado de licença, cassado, a disposição, recebendo gordo salário!
    Chega de ver candidado doando coisas com dinheiro dos outros na TV pra se promover!
    Chega de HIPOCRISIA!!!!


    Enquanto isso no bairro São Joao Del Rey, Cristiano Lima da Silva, 06 anos de idade, senta numa cardeira estragada, com cupim e braço de ferro enferrujado está assitindo aula neste momento, com uma goteira que insiste em cair sob sua ensolarada cabe;a.

    MP, Imprensa, PF... fáçam alguma coisa pelo amor de Deus!!!

    ACORDA MATO GROSSO!!!!

  • Lisabel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Há, há há. Essa é de doer!"Afrontar os princípios que norteiam as ações dos deputados???"Que principios? Do uso do dinheito público para conforto e interesse pessoal?Ora faça me rir..."Não devemos e nem vamos admitir"-Deputado nós POVO que não devemos mais admitir gente com esses "principios" ocupar cargos públicos!! "O mínimo de conforto é necessário" - Engraçado quando vcs precisam do "conforto" do VOTO, não dizem que vão buscar primeiro os confortos pessoais, para mmmuuuiiiitoo depois ou nuuunca terem a ombridade de proporcionar o mínino de condição para o POVO. O povo não tem mínimo de "comida" para sobreviver ...imagina um mmíinimo de confortinho com uma cadeirinha dessa. Arree é de Arrepiar!!!

  • Gonçalo Risa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O riva precisa mesmo defender a compra das poltronas pois com tudo que lhe aguarda no judiciário, se resolverem trabalhar e fazer a vara especializada do crime organizado funcionar, ele tem mesmo é que cuidar do seu "forever"
    Esse daltinho ai, é um aprendiz de feiticeiro, pegou o bonde andando e pensa que esta agradando o "capo"

  • Rosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Já que os deputados estão enovando, porque que não compra, viaturas para a policia Trabalhar com AR CONDICIONADO, eles ficam na sombra e agua fresca, e massageando a "bunda", enquanto nos Policiais, ficamos no Sol de 40 graus, criando Hemorroida e outros males, tudo para defender a sociedade, com a palavra os nobrissimo Deputados de "bunda massageada" e com certeza com um "baita tesão" no rabo....vote, cruz credo....vai que gosta. Peguei pesado né, mais a hemorroida e nossa!!!!

Secretários na disputa à AL em 2022

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual  de Cultura,  Esporte e Lazer, o Beto 2 x 1 (foto), falou sobre formação de chapa da sigla para concorrer em 2022. Entre as opções está a secretária de Meio Ambiente Mauren Lazzaretti, filiada desde o ano...

Magistrado quer restrições mais duras

orlando perri 400 curtinha   Ao deferir pedido de liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade proposta pelo chefe do MPE-MT, José Antonio Borges, em meio a conflitos de normas editadas pelo governo estadual e pela Prefeitura da Capital, o desembargador Orlando Perri (foto) enfatiza que é preciso endurecer as medidas...

Paisagista, aliança com Pátio e a AL

claudio paisagista 400   Claudio Ferreira, o Paisagista (foto), está tão empolgado com a votação para prefeito de Rondonópolis no ano passado que pretende encarar outro teste das urnas, agora para deputado estadual, em 2022. Pelo DC, ele tentou a sucessão municipal e chegou a 17.498 votos, ficando...

90 novas UTIs só neste ano em MT

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) disse que o governo estadual tem se empenhado ao máximo na luta pelo combate ao novo coronavírus. E enfatiza que somente neste início de ano, o Estado já habilitou 90 novos leitos de UTI para atender casos graves de Covid-19. Entre janeiro e março, foram abertos...

Apelo dramático da Santa Casa de ROO

bianca talita 400 santa casa roo   A superintendente da Santa Casa de Rondonópolis, Bianca Talita (foto), fez um apelo dramático nesta terça, num grupo de WhatsApp, esperando sensibilizar o prefeito Zé do Pátio a repassar com urgência os recursos que estão repressados no Fundo Municipal de...

Emendas para todos os 24 deputados

Max 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Max Russi (foto), em visita ao Grupo Rdnews, quando concedeu entrevista ao portal e à tv web Rdtv, defendeu as emendas impositivas, que são indicadas pelos deputados e pagas pelo governo, via orçamento. Lembra que são instrumentos importantes para fazer com que obras e...