Últimas

Terça-Feira, 09 de Setembro de 2008, 16h:03 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

LEGISLATIVO

Riva vê exagero do MPE e diz que "não roubou"

  Recém-eleito presidente da Assembléia pela quarta vez, o deputado José Riva (PP) disse nesta terça (8), em entrevista ao Jornal do Meio-Dia, que "não roubou" e tampouco desviou dinheiro, como acusa o Ministério Público. Segundo ele, o Legislativo, assim com os demais Poderes, passaram por dificuldades entre 1997 e 2000 e, se tivesse ocorrido desvio ao ponto de superar o valor do custeio, como acusa o MP, a Assembléia nem teria como funcionar. "Existe exagero por parte do MP. Eu não roubei e nem desviei dinheiro", reage o parlamentar.


José Riva, 1º secretário e eleito presidente da AL pela 4ª vez

   Riva disse que a demanda é grande. Lembra que somente em um ano a AL promoveu 111 audiências públicas em várias regiões do Estado. Ele garante que, apesar de responder a processos, não cometeu atos de improbidade administrativa e que, por isso, o Judiciário o retornou ao cargo de primeiro-secretário da Mesa Diretora, inclusive em duas ocasiões. Afirma que nada tem a temer, conta que já quebrou os seus sigilos bancário, telefônico e fiscal e conclui: "aos poucos a sociedade vai conhecendo o deputado José Riva".

   Para o quarto mandato na presidência da AL, a partir de fevereiro do próximo ano, Riva, que controla um orçamento mensal de R$ 15 milhões, afirma que a prioridade será descentralizar mais os serviços, envolver todos os 7 membros da Mesa nas decisões administrativas, uma forma de dar mais transparência, e ampliar a cobertura da TV Assembléia para todo o Estado.

   Sobre o fim do nepotismo em todos as esferas de Poder, conforme determina o Supremo Tribunal Federal, José Riva afirma que a AL vai cumprir a lei e que um estudo já foi encomendado à Secretaria Legislativa com vistas a fazer o levantamento de parentes de parlamentares lotados em cargos DAS.

Clique no play e ouça o diz Riva, em entrevista aos apresentadores Evânia Costa e Antonio Carlos e Silva, na Record, nesta quarta.

Postar um novo comentário

Comentários (28)

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DEPOIS QUE INVENTARAM O LARANJA, TODO MUNDO É INOCENTE.

  • Marcelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Prá defender esse corrupto só se for assessor dele.
    Este é o maior saqueador dos cofres públicos da história da nossa política, e ainda tem cego que defende o cara!
    É de doer a possibilidade deste elemento ser governador do Estado pois como Presidente da Assembléia esta possibilidade existe, imagina o roubo que acontecerá nas verbas Estaduais.
    E a culpa é nossa de elegermos pessoa desta estirpe.
    Cada povo tem o governo que merece.

  • agata | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Querem destruir este competente deputado que muito faz pelo povo matogrossense

  • CARLOS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CHEGA DE PERSEGUIÇÃO. DEIXA O HOMEM TRABLAHAR!!!!!!!

  • jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este é o meu deputado.
    Estava muito bem na entrevista.
    Só fico pensando nas maldades que falam do politico mais poderoso do Mato Grosso, o unico que segurou sua excelencia o governador, evitando mais barbaridades do homê.
    Vá em frente José Riva, se Dr.Mauricio conseguir validar a tese o senhor será tipo ideal em Marx Weber, isso é a academia.

  • Carlos. A Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como um cara desse pode continuar na politica? Ele tem dua falas, uma para a capital e outra para o interior. Falou nos Jornais Eletronicos em Cuiabá que é Contra a Releiçã.
    Mas aqui em Colider disse e aparece nos horários eleitorais do Bananasesk dizendo que é a favor da releição. Como pode!! Carequinha, até quando vai continuar não só metendo a mão no que é público, e enganando as pessoas ???hem!!hemm!! iz que é mentira!!

  • RICARDO ANDRADE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Greg | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Roba naaaaaaada!!!

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se alguém tem alguma duvida sobre o belo trabalho feito pelo MP, visite a vara especializada de ação civil publica e ação popular e confira os mais de 50 processos Contra Riva, Bosaipo e outros, a copia dos cheques emitidos para empresas fantasmas estão lá, o valor ultrapassa R$ 90 milhões, se isso, não é roubo, Fernandinho beira mar é inocente.
    O dep. Riva precisa encinar os excluidos como obter fortunas só fazendo politica onestamente.

  • paulo roberto de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Oi Jacyara, desculpe te corrigir, mas é segunda vez que vc
    fala do Mato Grosso, e o correto é de Mato Grosso, fico
    P da vida quando falam assim. Voçe deve ser pau rodado
    também, para falar assim. Também só pode esperar isso de quem acha Osvaldo Sobrinho e o Dep. Riva é gente boa....

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.