Últimas

Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2009, 10h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

ARTICULAÇÃO

Riva vira "fiel da balança" e é cortejado por pré-candidatos

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Presidente da Assembleia pela 4ª vez e cacique do PP, o deputado José Riva exerce forte influência nos Poderes e, com base eleitoral no interior, passa a ser cortejado pelos pré-candidatos a governador

  O cacique político do PP José Riva é baixinho da altura, mas se mostra um gigante nas articulações. Ele tem conseguido superar os processos na Justiça movidos pelo Ministério Público sobre atos de improbidade administrativa na Assembleia, da qual é presidente pela quarta vez, e se transformou em espécie de fiel da balança rumo às eleições majoritárias, principalmente para governador em 2010. De um lado, está o vice-governador Silval Barbosa (PMDB), que trabalha pré-candidatura ao Palácio Paiaguás com apoio do governador Blairo Maggi, de parte da turma da botina, e de partidos como PR, PT e PSB. De outro está a oposição, sob a liderança do prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) e, correndo por fora, o senador Jayme Campos (DEM).

   Amado e odiado, o deputado de cinco mandatos tem bom trânsito com todos os grupos políticos e afinidade até com o governador Maggi. Trata-se de um exímio articulador político. Na Assembleia, Riva exerce forte influência sobre todos os demais parlamentares. Na máquina estadual, dita as regras, se reúne a sós com o governador, de quem às vezes é conselheiro, e conta com uma secretaria de porteira fechada, a de Ciência e Tecnologia, sob Chico Daltro. Riva controla ainda as Associações Mato-Grossense dos Municípios (AMM) e das Câmaras Municipais (Ucemmat), presididas pelo prefeito Pedro Ferreira (PP) e por Aluízio Lima (PR). Mantém o que chama de "boa relação" com o Judiciário e com órgãos vinculados, como Ministério Público e Tribunal de Contas.

   Líderes políticos consideram que Riva se transformou em fiel da balança porque construiu "peso político" nos municípios. Enquanto em Cuiabá, seu nome enfrenta desgaste, no interior chega a ser ovacionado em suas visitas. Ex-prefeito de Juara na década de 80, Riva chegou à cadeira de deputado para nunca mais sair, inclusive da Mesa Diretora, ora como presidente, ora como primeiro-secretário.

   No pleito de 2006, ele se reelegeu com 82.799 votos, a maior votação proporcional do país. Graças a isso, levou o PP a conquistar duas cadeiras na sobra, ocupadas hoje por Airton Português e por Maksuês Leite. Além disso, Riva "elegeu" deputado federal Eliene Lima. Agora, avalia a hipótese de disputar uma das duas cadeira de senador. Quanto à corrida para governador, o baixinho passou a ser cortejado tanto pelo tucanato quando pelo peemedebista Silval. É procurado também por Jayme que deve recuar da pré-candidatura para apoiar o nome de Santos. Analistas políticos consideram que a candidatura que tiver respaldo de Riva dará passo importante rumo ao Paiaguás. Por outro lado, faltará outro degrau importante e decisivo: a combinação com o eleitor.

Postar um novo comentário

Comentários (28)

  • memoria curta | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que admiro são os comentarios elogiosos à riva, geralmente são de mulheres, será que foram as ganhadoras do Tikt-Langerie, que foi comprado com o nosso dinheiro ???

    mulherada vai ao TJ-MT acesse os processos contra o carequinha e voces irão ver que o que ele praticou na gestão na AL se fosse no paraguai esse home estaria preso

  • Jose Amorim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu acho que esta tudo acertado.

  • joão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cadê o Ministério Público a campanha política de 2010 já começou em MT.
    Está de fazer vergonha, ninguém faz mais nada a não ser politica visando 2010.
    O Silval já está pedindo voto em todo o estado.
    Ministério Público vamos agir.
    Todos os dias o Silval está aqui em Rondonópolis pedindo votos, reunindo com os presidentes de bairros, com vereadores etc.
    MP vamos esparramar multas nesta cambada, e já deixar inelegível.
    O governador reune os secretários de estado e pede para divulgar o nome de Silval, o que é isto é campanha estemporânea.
    REQUISITOS para campanha eleitoral estemporânea que são 3: 1º o nome do candidato, 2º o cargo e o 3º o ano da eleição.
    Então está caracterizada campanha estemporânea.

  • TEREZA ELLEN | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Augusto Melheiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Fiel???
    Só se for pq ele é Corinthiano!!!
    Pq de fíel ai não tem nada!!!

  • JOSÉ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É ESSES POLITICOS ESQUECEM QUE QUEM DECIDE SÃO OS ELEITORES. E SERÁ QUE NÃO SERIA ELES (OS ELEITORES )O FIEL DA BALANÇA? O POVO NÃO SÃO MAIS BOBOS E JÁ NÃO ESQUECEM TÃO RAPIDO ASSIM. HJ TEMOS INTERNET E TODO O TIPO DE INFORMAÇÕES. QUEM TIVER FICHA SUJA VAI DANÇAR.

  • Carlos Kwinter | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vejo no Riva a nova politica. chega de caras que não conhecem as realidades do estado. Ele, pelo menos, viaja bastante e conhece as reais necessidades

  • tereza ellen | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    quero manifestar aqui minha indgnação, quanto politica os politicos em mato grosso. so isso pois se dizer a verdade o jornal veta. como sempre. Isso é DEMOCRACIA

  • Marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Riva e Pedro Henry, bela dupla que controla o PP.
    Imaginem o que não VAI rolar nesta negociação!!!
    Acorda MT!! Votar nesses dois figurinhas carimbadas é um total retrocesso!
    Vamos somar quantos processos por corrupção eles têm somados!
    Romilson faça uma matéria sobre isso! O título poderia ser a BANCADA DO PP E SEUS PROCESSOS!

  • cuiabano indignado | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    LENDO ESSA MATÉRIA, SÓ POSSO AFIRMAR O SEGUINTE: DEMOROU, MAS CHEGAMOS LÁ... BEM NO FUNDO POÇO.

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...