Últimas

Sexta-Feira, 26 de Junho de 2009, 10h:17 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

ARTICULAÇÃO

Riva vira padrinho político de 4 pré-candidatos a federal

   O presidente da Assembleia pela quarta vez, José Riva, procura viabilizar não apenas sua pré-candidatura a senador pelo PP, mas também de virtuais concorrentes a cargos proporcionais. Ele se transformou em espécie de padrinho político de vários líderes, que fazem questão de pedir-lhe "bênção", e ainda tem poder de mando em alguns partidos. Exímio articulador político, ao ponto de sufocar os processos judiciais que enfrenta por conta de várias denúncias impetradas pelo Ministério Público sobre supostos atos de improbidade, Riva promete empenho para a eleição de quatro nomes para deputado federal, sendo eles os emprésários Eduardo Moura e Roberto Dorner, o suplente de deputado Neri Geller e o já federal Eliene Lima. Em 2006, Eliene foi carregado por Riva, numa espécie de "dobradinha", e se elegeu com 65.855 votos. Riva foi o campeão de votos para estadual: 82.799. Agora, o deputado federal que busca a reeleição não terá mais apoio exclusivo do cacique do PP.

   Riva negociou com Eduardo Moura para este trocar o PPS pelo PP e, com seu apoio político, concorrer de novo a federal. Hoje primeiro suplente de federal, Moura aceitou a proposta e acha que o apoio de Riva a seu nome na região do Araguaia vai ajudá-lo a se eleger. Já no caso de Dorner, havia acordado para este deixar o PDT e migrar para o PP e concorrer a Câmara, mas a cassação do mandato do prefeito sinopense Juarez Costa pode levar o empresário a mudar de ideia. Ele está disposto agora a entrar na briga pelo posto de prefeito na eleição complementar que deve ocorrer neste ano, a não ser que Juarez reconquiste direito ao mandato junto ao TSE. Nas negociações, Dorner havia assegurado respaldo de Riva no Nortão para encarar o pleito de deputado federal.

  Neri Geller, da região de Lucas do Rio Verde, é outro que deve deixar o PSDB para se filiar ao PP, depois de passar pela experiência de assumir o cargo de federal por quatro meses no lugar da colega de partido Thelma de Oliveira. Ele se empolgou com a promessa de Riva quanto ao apoio político na busca de mandato à Câmara Federal, em 2010. Com garantia de tantos apoios estratégicos, o presidente da Assembleia, que comanda um orçamento mensal de R$ 15 milhões, ou deve estar convicto de que sua base se ampliou nos últimos quatro anos ou então partiu para o chamado "tiro no escuro".

   (11h)Geller confirma filiação no PP dia 11 e diz ser amigo de Riva, Antero e Thelma

   Neri Geller confirma que, de fato, vai deixar mesmo a legenda tucana, na qual está filiado há 15 anos. Tem até data para o ato: 11 de julho (um sábado). "No Congresso Nacional tive uma aproximação muito forte com os progressistas que defendem o setor agropecuário", diz Geller, ao mencionar a relação criada, enquanto deputado federal por quatro meses, com os parlamentares Luiz Carlos Heinze (RS) e Dilceu Sperafico (PR), ambos do PP e que compõem a bancada ruralista na Câmara. Admite a afinidade com o deputado José Riva, principal responsável pelo seu ingresso no PP. Afirma que nas eleições do ano passado subiu com o presidente da AL em palanques e ajudou a eleger 14 prefeitos, entre eles os de Sorriso, Nova Maringá, Itanhangá e Ipiranga do Norte.

   O suplente de federal não anunciou oficialmente sua saída do tucanato, mas adiantou que fará o comunicado nos próximos dias. Pondera que não tem do que reclamar dos companheiros do PSDB. Destaca que possui uma boa relação com o ex-senador Antero Paes de Barros e com a deputada Thelma de Oliveira. Geller nega pedir "bênção" para Riva e garante que faz política por "convicção". Ex-vereador por Lucas do Rio Verde por dois mandatos, Geller vai mudar de sigla pela primeira vez.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Adriano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só avião, vot.

  • Jacyara - Muito Confuso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os partidos estão tão simétricos, que o que um faz o outro realisa o outro.
    A noticia postada logo ácima dessa, nos informa que DORNER, já pulou fora, ou pelo menos indeciso entre PP e PTB.
    O meu deputado federal Eliene Lima, é realmente fiél a Riva e tambem Riva já o demonstrou.
    Geller, é a aposta de Riva em bloquear não só Otaviano Pivetta, mas bem como : Marino franz, o que acho um erro de estratégia grave, Marino tem que vir para o PP, Riva está pisando mole.
    Eu lançaria EDUARDO MOURA, a governador - é ético, rico, honesto e suas amizades entrelaçam por todos os pré-candidatos a este cargo.
    Eduardo moura, merece mais respeito e um tratamento diferenciado, bem trabalhado pode fazer um estrago danado.

  • jose neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Riva tem todas as condicoes e esta preparado para ser governador! eh o melhor nome e eh unaminidade na classe politica. Boa Sorte Riva.

  • GENARIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Diniz José de Oliveira Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de saber quem estará defendo o povo, pelos nomes acima citados só estarão defendo seus próprios interesses. Precisamos elege candidato que tenha compromissso com o social. Vamos esperar um outro nome.

  • pensador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ow Dinis...ta aí sua chance d defender os fracos e indefesos q pela seu comentario nao tem ninguem...ta n hr d deixar d criticar e fazer algo

  • mane porrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SO UMA PERGUNTA DE MANE; COMO PODE UM DEP ESTADUAL APADRINHAR QUATRO DEP FEDERAIS, SE UMA CAPANHA PRA FEDERAL CUSTA O DOBRA DA ESTADUAL. A RESPOSTA TA NA EDIÇAO DE DIAS ATRAS DO JORNAL DO BRASIL. FUI SENAO FVOU SER CASSADO

  • pensador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OW,TEM Q SER MANÉ MESMO....É SÓ VER QT TEM P PESO D BAIXINHO COMO LIDERANÇA,NAO ADIANTA TER DINHEIRO,SEM PRESTIGIO,PQ SE DINHEIRO FOSSE TUDO EDUARDO E DONNER NAO PRECISARIAM D NINGUEM,DERRRRRRRRRRRRRRRR

Mais jovem prefeito sucede familiares

Rog�rio Meira_400 jangada   O mais jovem entre os prefeitos eleitos e/ou reeleitos de MT, Rogério Meira (foto), tem um histórico de vida pública, mesmo tendo apenas 24 anos. Atualmente, ele exerce mandato de vereador por Jangada e foi eleito prefeito da cidade ao obter 1.699 votos, 9 a mais que o...

Base forte de EP para Mesa Diretora

juca do guaran� curtinha 400   A base do prefeito Emanuel Pinheiro para o segundo mandato, embora com quatro virtuais candidatos à presidência da Mesa Diretora, está construindo o discurso de que não pode rachar sob o risco de entregar o comando do Legislativo para a oposição....

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...