Últimas

Quinta-Feira, 18 de Dezembro de 2008, 10h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CÂMARA DE CUIABÁ

Roosevelt, Fabrício, Farina e Gil ganham vaga

Desembargador Manoel Ornellas, do TRE, e o suplente Roosevelt Coelho (PSDB)  PEC terá vigência imediata, tão logo seja publicada no Diário Oficial; TRE deve convocar novas diplomações

  Com a aprovação da PEC que elevou o número de vereadores no Brasil, o Tribunal Regional Eleitoral em MT deve convocar novas diplomações, já que a tendência é haver uma verdadeira reviravolta na dança das cadeiras. Assim que a PEC for publicada, já passa a valer. A tendência é que isso aconteça já nesta quinta. Em Cuiabá, hoje com 19 parlamentares, seis suplentes já comemoram a aprovação pelo Senado da Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Por coincidências, eles foram diplomados em solenidade promovida pela Justiça Eleitoral nesta quarta à noite, momentos antes do Senado aprovar a PEC que abriu mais 7.343 vagas nos legislativos municipais, sendo 200 em Mato Grosso.

   Cálculos ainda não oficiais, levantados pelo RDNews, apontam que as seis novas cadeiras na Câmara serão ocupadas pelos seguintes suplentes: Roosevelt Coelho (PSDB), Marcus Fabrício (PP), Antonio Cesar da Silva, o Totó Cesar (PRTB), Júlio Pinheiro (PTB), Gildeci Oliveira da Costa, o Gil (PHS), e Alencar Farina (PT).

Marcus Fabrício, suplente do PP   Com 3.572 votos, Rossevelt ficou na primeira suplência da coligação PSDB/PC do B, que elegeu quatro (Edivá Alves, Paulo Borges, Antonio Fernandes e Lueci Ramos). Fabrício é vereador e, com 3.524 votos, não conseguiu se reeleger, apesar de ter obtido a mesma votação de Deucimar Silva (PP), que ficou com a cadeira de vereador por ser o mais velho. Inconformado, Fabrício pediu anulação dos votos de uma urna de lona da seção 139. A Junta Apurada deve julgar o pedido nesta sexta (19).

Júlio Pinheiro (PTB)   Outro suplente que será diplomado, a partir da PEC dos Vereadores, é o líder comunitário da região do Planalto, Totó Paes. Ele teve 3.045 votos pela coligação PRTB/PSDC, que elegeu dois (Ralf Leite e Néviton Fagundes). Com 3.232 votos, Júlio Pinheiro também é vereador e ficou na primeira suplência da coligação PTB/PPS. Essa aliança garantiu duas vagas, ocupadas pelo petebista Clovis Hugueney, o Clovito, e o socialista Ivan Evangelista.

Alencar Farina (PT), 1º suplente do PT   Em meio a essa reviravolta, a chamada Frentinha (PTN, PHS e PT do B) ganharia uma cadeira no legislativo cuiabano. Seria ocupada por Gildeci Oliveira, o Gil, que teve 1.808 votos. O PT também ampliaria sua bancada de um para dois, com a entrada do primeiro suplente Alencar Farina, que teve 2.833 votos. Médico e ex-presidente da Unimed Cuiabá, Farina já tentou, sem êxito, as cadeira de vice-prefeito de Cuiabá na chapa do petista Alexandre Cesar em 2004 e, dois anos depois, de deputado federal. Nas urnas, o PT só assegurou uma vaga, com a reeleição do também médico Lúdio Cabral. (Romilson Dourado e Patrícia Sanches)

(Às 13h45) - Coeficiente cai para 11 mil votos, diz Gil

Gil leva a Frentinha a conquista uma vaga na Câmara   Servidor do Tribunal de Justiça há 25 anos e assessor parlamentar do deputado José Riva, cacique do PP, Gildeci Oliveira da Costa, o Gil, presidente estadual do PHS, disse estar convicto de que assume uma das seis novas cadeiras a serem abertas na Câmara Municipal de Cuiabá, com a aprovação, pelo Senado, da chamada PEC dos Vereadores. Gil teve 1.808 votos. Foi a terceira vez que tentou cadeira de vereador. Em 2000 concorreu e chegou a 3.788 votos. Quatro anos depois entrou na briga eleitoral e conquistou 2.780 votos e, mesmo com boa votação, não conseguiu se eleger.

   Desta vez, apesar de registrar menos votos se comparado aos dois pleitos anteriores, ele conseguirá fazer sua estréia no legislativo cuiabano. Pelos cálculos, sua coligação de três partidos (PHS, PTN e PT do B) atingiu a 13.545 votos. Gil foi o mais votado dos 32 candidatos. Como dentro dos novos cálculos que consideram 25 vagas de vereador e não mais 19 o coeficiente eleitoral cai para 11.796 votos, a Frentinha garante uma cadeira, a ser ocupada por Gil.

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • Joaquim Modesto da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Marcus Fabrício, eu entreguei e confiei na misericórdia de Deus que você iria tomar posse e com muita dignidade, veja como Deus é misericordioso, obrigado Senhor por mais esta vitória, parabéns Marcus Fabrício, continue simples, humilde e honesto, você só tem o que ganhar. Boas Festas.

  • Carlos Henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Vereador Marcus Fabrício a justiça de Deus nunca falha, continua humano e simples e que Deus lhes abençoe sempre por ser esta pessoa tão boa e digna.

  • VANDEILTON PEREIRA BARBOSA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O ROMILSON O SEU SITE É UM DOS MELHORES DO ESTADO.

    ESSA SITE INFORMA-NOS COM UMA PRECISÃO ENORMÍSSIMA.MAS, ESSA INFORMAÇÃO CARECE DE SER APURADA, COM MAIS RIGOR. PULANDO MUITAS PARTES, UMA EMENDA CONSTITUCIONAL, A CHAMADA P.E.C, QUANDO É MODIFICADA EM UMA CASA, É PRECISO DE VOLTAR A OUTRA, PARA REVISÃO. OS SENADORES, SABIAMENTE, DISSE QUE NÃO A MODIFICOU, SUPRIMIU O ARTIGO, QUE NÃO DEIXAVA AUMENTAR AS DESPESAS. QUAL É A DIFERENÇA ENTRE O VERBO SUPRIMIR E MODIFICAR ? QUANDO SUPRIME , NÃO MODIFICA?, DEPENDE, NÃO É? ! É VERDADE.

    MAS A MESA DIRETORA DA CÂMARA ,EM DECISÃO UMÂMINE, NÃO ASSINARÁ A PROMULGAÇÃO, DA P.E.C DOS VEREADORES, PORTANTO, PROVALVEMENTE, VOLTARÁ PARA A CÂMARA. NÃO CULPO , O SEU SITE, AMIGO DO PEITO, ROMILSON, A BAGUANÇA , É DO NOSSO SISTEMA CONSTITUCIONAL, QUE DEPENDE DE INTERPRETAÇÃO, E EXISTE VÁRIOS RAMOS DE DOUTRINA, QUEM SABE , EU ESTOU ERRADO, MAS QUEM DECIDIRÁ , ISSO É O S.T.F.

    ALÉM DISSO, EXISTE O DIREITO ADQUIRIDO, JÁ FOI CONSUMADO, AS ELEIÇÕES. E AQUELES, QUE NÃO PUDERAM SE CANDIDATAR, PORQUE , NÃO HOUVE VAGA ? POR EXEMPLO, QUANDO SE MODIFICA O NÚMERO DE VAGAS, NO CASO AUMENTANDO, AUMENTA-SE TAMBÉM,O NÚMERO DE PESSOAS QUE PODEM SE CANDIDATAR.

    É SÉRIO, GOSTARIA QUE ESSA EMENDA ENTRASSE , EM VIGOR, POR CAUSA, DO SUPLENTE CÉLIO BISPO, QUE MERECIA UMA VAGA NA CÂMARA DA CAPITAL. VAMOS ESPERAR, VAMOS APURAR.

  • anderson | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a camara federal acaba de recusar a referida lei aprovada pelo senado desta forma nao sera promulgada devolvendo a pec para nova apreciação ao senado entao ja era nao tem lei.

  • Jr | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que tem puxa saco esperando uma boquinha, num é mole hein, vai estudar cambada e passar em concurso público.

  • Junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Alegria de Pobre dura pouco !!!


    Câmara decide barrar PEC dos Vereadores

    Marina Mello
    Direto de Brasília

    A mesa diretora da Câmara decidiu barrar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que aumenta o número de vereadores no País. O texto foi aprovado nesta madrugada pelo Senado, mas, de acordo com os deputados da mesa, as alterações dos senadores desconfiguraram a proposta, que havia sido aprovada pela Câmara em maio. Por esta razão, os deputados decidiram não assinar a promulgação da matéria.


    Na proposta aprovada pelo Senado, o número de vereadores no País foi aumentado dos atuais 51.924 para 59.267 - um acréscimo de 7.343. Mas com a decisão da mesa, a PEC será devolvida ao Senado e o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), deve solicitar ao presidente do Congresso, Garibaldi Alves (PMDB-RN), que envie a matéria para ser analisada pelos deputados. As mudanças constitucionais devem ser aprovadas pelas mesas diretoras das duas casas para entrarem em vigor.

    Uma das alterações feitas pelos senadores foi quanto ao repasse de receitas às Câmaras de Vereadores. Foi uma alteração substancial, disse o corregedor da Câmara, deputado Inocêncio de Oliveira (PR-PE). Para Inocêncio, não seria justo que os canditados eleitos nesse ano fossem privilegiados pela proposta, que deveria começar a valer só a partir do próximo mandato (2013-2017).

    Com informações da Agência Câmara.

  • FERNANDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A camara não aprovou a PEC.... como q fica romilson dourado...

    ainda esta valendo...

  • Anderson Alves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A MATERIA JA CAIU.......ATUALIZA.......

  • Miranda Muniz - PCdoB | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É, o sonho acabou. A Câmara Federal resolveu (a poucas hora) não assinar a PEC, haja vista mudanças substanciais que ocorreram no texto durante tramitação no Senado. Infelizmente o Senado retirou do projeto a questão da diminuição dos repasses para as Câmaras Municipais. Ou seja, o Senado amarelou em diminuir os gastos com as Câmaras. O projeto original, aprovado pela Câmara tinha dois méritos: a) de corrigir a representação nos municípios, em especial os de porte médio e grande, que havia sido disvirtuada pela ingerência do TSE, no entanto, tal projeto; b) de alterar os percentuais de recursos destinados às Câmaras. Na realidade, aumentava o número de vereadores sem qualquer aumento de despezas para o contribuinte, diferentemente do que a grande mídia estava propalando. Os senadores pisaram na bola!!!

  • Cuiabano Feliz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ahhh....quero ver agora q a câmara dos deputados decidiu não assinar o projeto.Hahahahahahahhahaha!

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...

Estado paga os servidores nesta 6ª

mauro mendes 400 curtinha   Servidores do Estado recebem salário de fevereiro hoje, dentro do mês trabalho. É a sexta vez seguida que o governador Mauro Mendes consegue pagar a folha dos ativos, inativos e pensionistas antes da virada do mês, depois de promover reformas, redução da máquina e...

Sistema de saúde sob colapso em ROO

Em Rondonópolis, cidade-polo da região Sul, que abrange 17 municípios, não há mais leitos de UTI para socorrer pacientes em quadro grave de Covid-19. Todos os 30 do hospital Santa Casa estão ocupados, inclusive um leito de UTI reservado para atender outros casos, acabou destinado para paciente com o novo coronavírus. Há 10 leitos de UTI no Hospital Regional e todos também estão lotados. Várias pessoas em...

Deputado, Mesa da AL e incoerência

claudinei 400   Claudinei Lopes (foto), delegado de polícia que, na onda Bolsonaro, se elegeu deputado pelo PSL, em 2018, se mostra cada vez mais incoerente. É daqueles que gostam de levantar polêmicas e críticas, mas sem consistência. Ele se manifestou, por exemplo, contra a reeleição à Mesa...

Dilmar ensaia disputa para federal

dilmar dal bosco 400   Todos os deputados estaduais querem buscar a reeleição, com exceção de Dilmar Dal Bosco (foto), que está no terceiro mandato. Integrante da nova Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro-vice-presidente, e líder do Governo Mauro, Dilmar não esconde o desejo de disputar cadeira...