Últimas

Segunda-Feira, 16 de Junho de 2008, 08h:23 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

EXCLUSIVO

Sabóia tem dupla filiação; Padeiro pode ser vice

Luiz Sabóia está filiado no antigo PL e no DEM Diretor da Santa Casa está registrado no antigo PL e no DEM e não comporá mais chapa com Rabello; DEM avalia nome de ex-secretário de França ou do médico Marcelo Sandrini

 O diretor da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, médico Luiz Felipe Sabóia Ribeiro Filho, apresenta dupla filiação. Por causa disso, está descartado a sua candidatura como vice-prefeito da chapa do deputado cassado Walter Rabello (PP). Os progressistas e democratas, que firmaram aliança na corrida pelo Palácio Alencastro, avaliam agora dois nomes para vice: Marcelo "Padeiro" de Oliveira e Silva, ex-secretário de Obras e ex-presidente da Sanecap na gestão Roberto França (1997/2004) ou o médico Marcelo Sandrini. Ambos estão filiados ao DEM, a quem cabe indicar o vice da chapa. 

  Em princípio, o parceiro de Rabello seria o médico Sabóia. Ele recebeu convite e, de pronto, aceitou o desafio. Quando foi avaliar sua situação partidária, descobriu que ainda estava filiado no antigo PL (que se fundiu com o Prona, dando origem ao PR) e, ao mesmo tempo, no DEM). Como essa situação poderia trazer complicações à chapa, Sabóia já foi descartado.

Marcelo Padeiro, ex-secretário da gestão França  Com apoio da cúpula do PP, o DEM, presidido no Estado pelo conselheiro aposentado do TCE Oscar Ribeiro, vem mantendo conversações com o ex-secretário Marcelo Padeiro e também com Sandrini. Os dois demonstram interesse. O grupo avalia agora quem mais agrega à candidatura de Rabello. A definição deve sair até sexta (20). Por causa desse impasse, o PP não oficializou a data da convenção em Cuiabá. O DEM marcou o seu congresso para o dia 25 e deseja, até lá, já ter a chapa oficializada.

   Dos 5 pré-candidatos a prefeito da Capital, somente 2 estão com os vice definidos: Mauro Mendes (PR), que terá a ex-deputada Vera Araújo (PT) na composição; e Valtenir Pereira (PSB), com Cácila Pires Nassardem, que também é filiada ao PSB. Postergam a definição da vice o prefeito Wilson Santos (PSDB), Mauro César (Psol) e Rabello.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Edna | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Marcelo padeiro, como é conhecido, não tem perfil político, ele é tecnico. por exemplo ele mandava cortar agua de quem não pagava e tava certo, agora o povo de tres barras, primeiro de março, não entende assim, achavam que pelo fato do Roberto França estar na época devendo tres meses de salário, o Pres. da sanecap não podia mandar cortar o abastecimento dágua de suas casas. e por ai vai, dessa forma o marcelo conquistou vários desafetos o que o torna persona nograta para ser vice de qualquer um.

  • JORGE RIBAMAR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o melhor nome do dem e do ex dep JOAQUIM SUCENA.pode apostar nesse nome. sem macula

  • Comentarista | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vamos brincar de supor:
    Vice de Mauro Mendes: Será encostada como Iraci França no governo Blairo Botina Maggi, não fedeu nem cheirou.
    Vice de Walter Cassado Rabello: Será manchado pela biografia populesca e demagoga do candidato principal.
    Vice de Wilson Sonso Santos: Poderá ganhar de presente o cargo de prefeito, por isso muito cuidado com este vice, se for chapa pura do PSDanteBarros é bom nos cuidar, poderemos votar no galinho e ter ratinho de prefeito.
    Vice de Valtenir: Esta entrará desconhecida e sairá ignorada.
    Portanto, vice serve para puxar votos, acompanhar o can didato em comício, falar de vez em quando, mas, principalmente para não encher o saco do prefeito depois de eleito.

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como bom cuiabano e matogrossense fico muito feliz pela impossibilidade de Luiz Felipe Sabóia compor a chapa de Walter Rabello. Todos conhecemos a história de vida de Luiz Felipe Sabóia, sua integridade, honestidade, espírito público de primeira grandeza, grande administrador, um lutador, enfim. Unindo-se a Walter Rabello macularia indelevelmente a sua biografia e nos faria perder por ele aquela antiga admiração e respeito, pois, como diz o ditado: diga-me com quem andas que te direi quem és. Luiz Felipe Sabóia merece melhores companhias.

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...