Últimas

Quinta-Feira, 27 de Setembro de 2007, 15h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

RONDONÓPOLIS

Sachetti adota estilo trator em busca da reeleição

Adilton Sachetti, prefeito de Rondonópolis  O prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti (PR), passou a jogar pesado em nome da reeleição. Após enfrentar desgaste por decisões impopulares, como a retirada de ambulantes da região central e o aumento da tarifa de água e de IPTU, Sachetti está agindo mais politicamente. Quer patrolar logo a oposição, antes desta criar "asas". Primeiro, conseguiu cooptar para o seu partido nada menos que oito dos 12 vereadores. Agora, espalhou maquinários pelos bairros para o trabalho de recuperação de ruas e de pavimentação asfáltica.

   Sachetti é amigo pessoal do governador Blairo Maggi, que o tem como virtual candidato preferido para o Palácio Paiaguás, em 2010, desde que o prefeito passe pelo teste das urnas no próximo ano. O projeto político maior, então, depende do desempenho eleitoral do gestor em 2008. Recursos e obras não são problemas. O prefeito tem à disposição três máquinas: a do município, do Estado e do governo federal.

   Há dois meses, por exemplo, Maggi autorizou a liberação de R$ 5,7 milhões para Rondonópolis investir em pavimentação asfáltica até o próximo ano. O Estado anunciou também mais R$ 6 milhões para construção de um ginásio de esportes. Sachetti conseguiu, com aval do Estado, transferir esse dinheiro para obras de infra-estrutura. Rende mais votos. O presidente Lula liberou para Rondonópolis R$ 166 milhões para obras de saneamento por meio do Programa de Aceleração do Crescimento.

   Tem razão dos três principais grupos de oposição começar a discutir a formação de um bloco. Trata-se do único caminho para tentar barrar a reeleição do prefeito. Os deputados Zé do Pátio (PMDB), Percival Muniz (PPS) e Rogério Salles (PSDB) falam em unidade. Dos três, dois já foram prefeitos (Muniz e Salles). Pátio já levou uma "surra" nas urnas do próprio Sachetti em 2004. A briga política promete.

(Atualização às 16h57) - Adilton Sachetti nega que está usando a máquina pública como forma de reforçar  qualquer tentativa de reeleição. Afirma que nem mesmo está visualizando o próximo ano. "Quem tem que bater cabeça sobre a eleição de 2008 é o partido e não eu. Não é hora de falar em reeleição. É hora de trabalhar",  disse o republicano. Ao defender-se dos rumores de que está a promover sua imagem anunciando obras aos quatro cantos de Rondonópolis, criticou o bloco da oposição que já se organiza para travar uma briga política. "A oposição tem que fazer o que precisa. Faz parte do processo democrático, mas não me venha falar em campanha e muito menos em financiamento de qualquer gênero. Nesta parte, a oposição está pecando. Usar o argumento, por exemplo, que tenho recursos para financiar campanha, é fazer política a qualquer preço ou a qualquer custo. Pois não há recursos. Fui eleito sob os conceitos da verdade e honestidade", argumentou Sachetti. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Thiago Marthins | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    HAHAHA Calma Sachetti..
    O povo sabe distinguir o bom do mal.. Tá achando que o bom é você é? Se engana..
    Você não se elege nem pra presidente de bairro mais meu amigo! Pode fazer o que quiser, até se pintar de rosa pra atrair atenção! Não consegue mais não! Votei em você e, sinceramente, me arrependo(e muito)! Abraços

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Democracia financeira, poderio econômico. Parece que ser Prefeito é melhor que ser Agricultor.

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...