Últimas

Sábado, 21 de Abril de 2007, 07h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Sachetti deixa Detran e vira articulador político

   Moisés Sachetti deixa nesta segunda (23) a presidência do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), após quatro anos à frente do órgão. Será substituído por Teodoro Lopes, o Dóia, atual diretor de Habilitação e afilhado político do deputado Mauro Savi. Sachetti Assumirá agora a missão espinhosa de articulador do governo Blairo Maggi, que começa a enfrentar embates e oposição na Assembléia justamente por falta de habilidade político. O problema é que, assim com o governador, o perfil de Sachetti é mais técnico.

   Maggi admite descontentamento com parte do secretariado. Nas conversas reservadas, reclama que "muitas coisas não andam por falta de ação administrativa dos assessores". Metas são ignoradas sob pretexto de que a máquina estatal é lenta e burocrática. Moisés Sachetti chega no Palácio Paiaguás para ajudar Maggi a cobrar tarefas e, ao mesmo tempo, atuar como interlocutor do Executivo junto aos Poderes, principalmente à Assembléia. Assumirá atribuições dadas a Luiz Pagot que, por sua vez, está deixando a Educação para ser diretor-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit).

   O papel do secretário-chefe da Casa Civil, João Malheiros, no cargo há um mês, é tido como pífio. O hoje presidente do Detran receberá incumbência, então, de ajudá-lo no encaminhamento das ações políticas. Mesmo sendo deputado, Malheiros não tem conseguido conter a rebeldia de vários parlamentares, situação que preocupa Maggi, que precisa ser mais político que técnico para manter a básica sólida.

   O governo vislumbra derrotas em projetos na Assembléia. Um deles deve ser liderado pelo primeiro-secretário da Mesa Diretora, deputado José Riva (PP), que se articula para a derrubada do veto do governador sobre a transferência de 30% do Fundo Estadual de Transportes e Habitação (Fethab) para os municípios. O projeto divide opiniões e vem causando polêmica.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...