Últimas

Terça-Feira, 25 de Novembro de 2008, 19h:37 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

DIVERGÊNCIA

Sachetti deixará PR para Pagot; DEM vive crise

Fernando Ordakowski

Os presidentes Moisés Sachetti (PR) e Oscar Ribeiro (DEM)

   O novato Partido da República, mesmo na condição de maior legenda do Estado em número de futuros ocupantes de cargaos eletivos - elegeu 33 prefeitos, 17 vice e 228 vereadores -, já enfrenta crise interna. O executivo Luiz Antonio Pagot, um dos pré-candidatos da legenda republicana ao Palácio Paiaguás, pediu a presidência do partido para Moisés Sachetti.

  O DEM, sob a presidência estadual de Oscar Ribeiro, também enfrenta divergências. No geral, os líderes dos principais partidos já iniciam verdadeira queda-de-braço em busca de poder interno visando as eleições majoritárias de 2010.

   Nos bastidores, Pagot tem dito que precisa de um PR com mais ação política, articulação e disposição para o diálogo. Ele não tem visto essa despreendimento no presidente estadual, Moisés Sachetti, que assumiu o comando da agremiação no ano passado sob indicação do governador Blairo Maggi. Sachetti não gostou da "enquadrada" que recebeu de Pagot. Por causa disso, o clima é de racha na cúpula republicana.

  Pagot e Sachetti ficaram de voltar a travar novo diálogo pessoalmente no próximo sábado. O ex-secretário de Infra-Estrutura, Casa Civil e educação do governo Maggi diz correr contra o tempo. É que, como preside o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transporte (Dnit), ele permanece mais em Brasília do que em solo mato-grossense. Por isso, resolveu, desde já, deflagrar sua pré-candidatura à sucessão estadual e acha importante ele próprio assumir as rédeas do PR. Pagot dependerá agora de um parecer de Maggi quanto a seu pleito de presidir o partido.

   Enquanto isso, Oscar Ribeiro, dirigente do DEM que elegeu 24 prefeitos, 15 vice e 164 vereadores, vive sob tiroteio de democratas do interior. Eles reclamam que a cúpula do partido não os dão apoio político. Também criticam o senador Jayme Campos, que se preocupou com a campanha dos irmãos Júlio e Dito Paulo, derrotados a prefeito em Várzea Grande e Jangada, respectivamente, em detrimento das demais candidaturas. Alguns defendem o que chamam de "reoxigenação" no comando do DEM, com a  substituição de Oscar Ribeiro, conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado.

(23h) - Executiva resiste idéia de tirar presidente

  Membros da Executiva regional do PR revelam que causou mal-estar no partido a notícia sobre estratégia de Luiz Pagot em pleitear o comando da sigla. Avisam que Moisés Sachetti não deixará o cargo, a não ser que seja destituído pela direção nacional. Admitem que, nos bastidores, Pagot bate duro para presidir a agremiação, inclusive sob incentivo do empresário Mauro Carvalho, um dos articuladores da campanha derrotada de Mauro Mendes a prefeito de Cuiabá nas eleições de segundo turno.

   Integrantes do comando do PR garantem que, apesar de todas evidências contrárias, não há crise interna. Anunciaram até um "grande encontro" regional para 19 de dezembro, com a presença do governador Maggi, das bancadas do PR na Câmara Federal e na Assembléia, de prefeitos e de vereadores eleitos, além dos representantes dos 139 diretórios constituídos. Observam que o encontro está sendo viabilizado por meio de seu presidente Moisés Sachetti junto com Maggi.

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • maiara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PAGOT, MATO GROSSSO TE ESPERA DE BRAÇOS ABERTOS.É DE UMA PESSOA COMO VOCE QUE MATO GROSSO PRECISA. TEMOS CERTEZA DA SUA COMPETENCIA, DA SERIEDADE COM A COISA PUBLICA.RUMO AO PALACIO PAIAGUÁS.

  • Zabelê Da Agrovila | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A oposição comemora a possível entrega do PR ao Pagot. Quanto mais poder for atribuido a ele, mais o partido e o bloco das botas se enfraquece. Podem apostar nisto.

  • paheco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. Pagot,

    quer ser governador ?

    Primeiro passo: estrangular o Grupo Gazeta de Comunicação.

  • Sandino Moreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Então o Senhor Pagot quer um Partido forte, mas isso somente agora que ele pretende ser candidato ao governo de mato grosso. Gozado que essa visão de partido forte o senhor Pagot não viu nas eleições municipais onde o mesmo ficou escondidinho em seu belo gabinete no denit. Acorda meu jovem, voce recebera o troco quando estiver em campanha no interior, vais conhcer o que é ser abandonado com fizeste com os candidatos a prefeito do PR. Desita enquanto há tempo, porque conheceras a solidão de uma campanha. Vai ter troco no duro meu chefe.

  • lucimar do centr | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CARO romilson este DEM JÁ deu aqui na vg SENADOR LACRAIA JAYME TEM apararecido em velorios e coisa similar por ISSO e outras coisas mais da nosso politica domestica na vg o DEM JA DEU...CHEGA vão cuidar de suas fortunas que não são poucas se não olha o MINISTERIO PUBLICO AÍ MINHA GENTE..OLha que tem....

  • Eduardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Oscar Ribeiro faça um favor para a sociedade Matogrossense APOSENTESE por favor!!!!! Chega de usar partido politico apenas para sua familia....

  • LÚCIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE OSCAR NÃO É O MESMO COM AS SEGUINTE APOSENTADORIA
    1. PROFESSOR
    2. DEPUTADO
    3. CONSELHEIRO TRIBUNAL DE CONTAS
    4. NA ATIVA DA OUVIDORIA DO TRIBUNAL
    ESSE É A VERDADAEIRA RATAZANA DA POLITICA DE MT.
    VAI VESTIR PIJAMA APOSENTESE CHEGA....... FORA.....

  • heitor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é o DEM se preocupou apenas com VG e Jangada e esqueceu os demais prefeitos candidatos. esse Oscar sempre com essa conversa fiada de ajudar somente com conversa pão duro. Tive um parente candidato no interior e só o enrolou com convera fiada. Oscar sempre amigos de todos só pra tirar proveito para sua familia filhos, noras e netos etc, etc, etc... familiocrata e não democrata.

  • Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É Professor Oscar... não conseguiu sequer eleger seu filho Gica Ribeiro vereador por cuiabá sua era já passou.... ká, ká ká kkkkkkkkkk.....

  • leandro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o Dem tem que fazer uma reformulação no seu quadro criar novas lideranças e mandar para casa Oscar Ribeiro e cia ltda

Ibope vê falha na pesquisa de Cuiabá

abilio 400   A  última pesquisa Ibope sobre intenção de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada na sexta passada (16) pela TVCA, cujo resultado destoa muito de outras amostragens, foi feita por telefone. E, por causa disso, o próprio instituto, em nota de esclarecimento publicada no próprio site,...

Medeiros x Fernanda e o bolsonarismo

jose medeiros 400 curtinha   Não são apenas Carlos Fávaro (PSD) e Nilson Leitão (PSDB), que se auto-combatem, com um tentando desconstruir a candidatura do outro na corrida pela única vaga em disputa ao Senado. Como num ringue de boxe, José Medeiros (foto), do Podemos, e coronel Fernanda (Patriota)...

Leitão x Fávaro sob efeito-Bolsonaro

nilson leit�o 400   O ex-vice-governador e hoje senador interino Carlos Fávaro (PSD) e o ex-prefeito sinopense e ex-deputado federal pelo PSDB Nilson Leitão (foto) travam uma guerra eleitoral, com críticas mútuas, como se só existissem os dois na disputa para o Senado, quando, em verdade,...

Leverger e ex em palanque separado

francieli magalhaes 400 curtinha   Dois candidatos em chapas majoritárias em Santo Antonio de Leverger, hoje em palanques diferentes, já estiveram juntinhos na vida particular. O empresário Ademilson Dantas de Matos (PV), vice da chapa de Franklin Luis Carvalho (PSDB), foi casado com a petebista Francieli Magalhães...

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

MAIS LIDAS