Últimas

Quinta-Feira, 01 de Março de 2007, 11h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

RONDONÓPOLIS

Sachetti é pressionado a desistir da reeleição

    Se depender de sua família, o empresário e prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti, não disputará à reeleição em 2008. Ele passou a receber pressão de familiares, dispostos a demovê-lo da idéia de tentar um novo mandato. Existe, inclusive, uma articulação de bastidores para Sachetti vir a integrar o governo Blairo Maggi, como secretário de Estado, pelo período de um ano e meio. Depois sairia do staff para concorrer a outro cargo eletivo, possivelmente a deputado federal.

   A preocupação da família Sachetti é com as eventuais baixarias durante o período eleitoral. Entende que não vale a pena o prefeito ficar exposto às agressões gratuitas. Adilton Sachetti conduz uma gestão austera. Por tomar medidas impopulares, dentro de seu perfil mais técnico que político, ele vem enfrentando resistência de alguns setores.

   Sachetti está postergando ao máximo as discussões sobre o projeto de reeleição. Argumenta que o momento não é para pensar no pleito de 2008, mas sim em priorizar as ações na administração. Ele se transformou num espécie de conselheiro do governador Blairo Maggi, com quem mantém estreita relação de amizade.

   Nas eleições de 2005, Sachetti, com apoio do então prefeito Percival Muniz e do governador Maggi, conquistou a prefeitura com pequena margem de vantagem em relação aos deputados Wellington Fagundes (PR) e Zé Carlos do Pátio (PMDB). Teve 30.932 votos (35,9%). Fagundes obteve 27.931 (32,4%) e, Pátio, 26.133 (30,3% dos votos válidos).

   O peemedebista Zé do Pátio está de volta ao cenário. Ele trabalha, de novo, sua candidatura à sucessão em Rondonópolis, segunda economia no ranking estadual. O deputado Percival Muniz (PPS) também participa das articulações. Deve levar o PPS para uma composição com o PMDB, inclusive com a possibilidade da ex-secretária de Estado de Educação, Ana Carla Muniz,  compor a chapa de oposição como candidata a vice-prefeita.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.