Últimas

Quarta-Feira, 26 de Março de 2008, 19h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EDUCAÇÃO

Ságuas convoca reunião e ameaça cortar ponto


Ságuas parte para confronto com educadores grevistas
Foto: Edson Rodrigues

  Sob orientação do governador Blairo Maggi, o secretário de Estado de Educação, deputado Ságuas Moraes, com auxílio de sua adjunta Verinha Araújo, tomou uma decisão surpreendente, em se tratando de um parlamentar do PT, partido que atrai a simpatia da maioria dos profissionais da educação. Ságuas convocou uma reunião para esta quinta (27) com os coordenadores das escolas e representantes dos pais de alunos da rede estadual de ensino, com pretexto de discorrer sobre a política educacional do governo Maggi.

   No fundo, o objetivo não é só buscar apoio e tentar furar o bloqueio da greve. O secretário vai solicitar a lista dos professores grevistas para começar a cortar ponto, o que refletirá no bolso dos educadores que estão de greve desde a semana passada. A investida do Palácio Paiaguás contra a paralisação veio um dia após a assembléia-geral da categoria, que reafirmou a disposição de manter a greve, seguida de uma passeata no entorno do complexo do Paiaguás.

   Os professores reivindicam elevação do piso salarial mínimo de R$ 818 para R$ 1.050 com vistas à equiparação ao subsídio nacional. A postura dos petistas Ságuas e Verinha, que conduzem a Seduc, deve provocar revolta dos educadores.

   Deputado estadual licenciado, Ságuas é médico, militante histórico do PT e sempre teve um certo carisma do setor, principalmente em Juína, onde foi prefeito por dois mandatos. Verinha, quando vereadora,  deputada e professora em atividade em Cuiabá, se apresentava como líder da categoria. Chegou a presidir a subsede do Sintep da Capital por mais de 8 anos. Agora, os dois estão em campos opostos. Se juntaram a outros petistas governistas, como o deputado estadual Alexandre Cesar e o federal Carlos Abicalil, que, sequer, compareceram à manifestação dos profissionais da educação.

(Às 23h50) - Secretário diz não haver radicalização

  Apesar de fontes do governo e do Sintep assegurarem que a Seduc, no convite para reunião com coordenadores de escolas, teria adiantado sobre a possibilidade de corte de pontos dos grevistas, o secretário Ságuas Moraes garante, por meio de assessoria, que o encontro desta quinta não vai tratar do assunto e nem cogita essa possibilidade.

  Sobre o assunto, a Seduc produziu a seguinte nota.

  "Caro editor,
   Sobre a nota publicada no blog na noite desta quarta-feira (26), a Seduc informa ser inverídica a informação postada de que a reunião com coordenadores pedagógicos, Conselhos Deliberativos e Diretores das escolas de Cuiabá e Várzea Grande a ser realizada nesta quinta-feira, 27 de março, é para recolher lista de professores que estão em greve para posterior corte de ponto.
     Essa hipótese jamais foi aventada pela gestão da Seduc. Na verdade, a reunião foi organizada para que os gestores da Seduc apresentem detalhadamente a proposta de piso salarial encaminhada ao Sintep. Se não existe por parte da Seduc a disposição no corte de ponto, muito menos houve orientação do governador Blairo Maggi nesse sentido. Há que se ressaltar que o governador dá total autonomia à gestão da Seduc para conduzir esse e os demais assuntos relativos à Secretaria de Estado de Educação.
    Reiteramos ainda que a reunião será realizada no auditório da Seduc e está aberta à cobertura jornalística de todos órgãos da imprensa.
    Aproveitamos a oportunidade para informar que será lembrada aos dirigentes das escolas na reunião desta quinta-feira a necessidade do cumprimento dos 200 dias letivos, conforme preceitua a lei. Isso demonstra claramente que o foco para a Seduc é o aluno, e, por isso será exigida a reposição de aulas assim que for  suspensa a paralisação das atividades dos profissionais da educação, que vale ressaltar não atinge 100% das instituições de ensino.
   Por fim, reiteramos a este conceituado blog de notícias nossa disposição permanente para justificar ou informar os fatos que dizem respeito à Seduc. Mas, que de preferência isso seja feito antes da matéria ser veiculada, para termos condições de igualdade, conforme previsto na Lei de Imprensa. Aguardamos com urgência a publicação de nosso posicionamento."
    Atenciosamente,
    Secretaria de Estado de Educação
    Assessoria de Imprensa

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Reconhecimento de um governo ruim

pedro taques 400   Pedro Taques (foto) recorreu a uma observação feita pela mãe, professora Eda Taques, de que fora melhor senador do que governador. No horário eleitoral, o candidato ao Senado, agora pelo SD, menciona a frase da mãe para, em seguida, dizer que reconhece que sua atuação em...

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...