Últimas

Terça-Feira, 04 de Setembro de 2007, 08h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

VARIEDADES

Sales entra para a reserva; 2 coronéis resistem

Coronel Leovaldo Salles se aposenta  Diferente do secretário-chefe da Polícia Militar, coronel Orestes Teodoro de Oliveira, que posterga o processo de aposentadoria desde novembro do ano passado, o coronel Leovaldo Sales já entrou para a reserva. O Ato 3.389, assinado pelo governador Blairo Maggi, foi publicado no Diário Oficial da última quarta (29). Sales havia prometido que, se eleito presidente da Associação dos Oficiais de Mato Grosso, que congrega oficiais da PM e bombeiros militares, ingressaria, de imediato, com processo para a reserva remunerada. E assim o fez..

    Ex-comandante-geral da PM durante um ano no atual governo, Sales recebeu até um bilhete do governador Blairo Maggi, parabenizando-o "pelos serviços prestados ao Estado de Mato Grosso" - clique aqui e confira.

    A Casa Civil recebeu quatro processos de aposentadoria de coronéis, sendo eles de Sales, de João Batista Vanini, de Benedito Mário de Morais Souza e de Orestes Oliveira. Destes, Sales e Mário já resultaram em encaminhamento à reserva. Já os processos de Orestes e Vanini foram engavetados. Assim, eles evitam a reserva, mantendo privilégios enquanto estão atuando como oficiais da ativa. Alguns coronéis já deveriam estar na reserva.

    Jorge Roberto Ferreira da Cruz, atual secretário-adjunto de Segurança Pública, por exemplo, completou 30 anos de serviços prestados e mais de cinco de patente de coronel desde 20 de setembro do ano passado. Oliveira, que compõe o primeiro-escalão do governo Maggi, também completou o tempo de serviço há nove meses, assim como o coronel Victor Hugo Metello, diretor do Centro de Capacitação de Desenvolvimento e Pesquisa (CCDP).    Como o quadro de 18 coronéis está completo, novas promoções só serão possíveis a partir de aposentadorias.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Creio que o coronel Salles realizou um bom trabalho à frente da PM. Entretanto, duvido que os Direitos Humanos pensem do mesmo jeito devido ao seu corporativismo e conduta politicamente incorreta nestes tempos de século 21. De qualquer forma, o aprecio por dois motivos. Primeiro devido a sua competência, mesmo sendo do tipo “prendo e arrebento”. Segundo por que é um homem negro e sua carreira permitiu que outros jovens negros percebessem que através dos estudos se consegue uma vida decente. Desse modo só tenho a desejar um bom trabalho a frente dessa empreitada, da associação da PM/MT.

  • jota | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    1

    parabens, Coronel Sales o Sr. Fez muito por Mato Grosso, dedicou sua vida para salvar vida do nosso povo, o Senhor JESUS dara a recompensa.

  • Sonia Fiori | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O coronel Leovaldo Sales mais uma vez dá exemplo de procedimento que reflete seu caráter e ética. Outro ponto favorável é que podemos contar com seus préstimos, a frente da Associação dos Oficiais.

    É uma pena que nem todos queiram seguir seu exemplo.

    Só sentimos pela sua ausência no Comando Geral do PM, onde esteve no comando por dois anos - com o aval do governador Blairo Maggi.

    Felicidades

    Sonia Fiori

  • Eduardo Henrique Costa Octaviano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mais uma vez Mato Grosso sai perdendo.

    Com a assinatura do governador Blairo Maggi dando direito ao Coronel Leovaldo Sales ir para reserva.
    Perde pois quem tem um serviço prestado a sociedade matogrossense, com dignidade e honra a corporação e o seu povo, jamais deveria se aposentar, ainda mais jovem como é.
    Mas se assim ele o quis, parabéns ao Coronel Leovaldo Sales e sucesso nesta nova empreitada como presidente da associação.

    Eduardo Filé.

  • silvana wojcicki | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    no caso do cel salles acho injusto ter que se aposentar.isto porque garanto que o cel tem muito ainda a colaborar com mt, no que diz respeito a segurança publica. faltam homens comprometidos com a verdade e, a saída de cena do cel salles, deixa uma lacuna que não poderá ser preenchida por mais ninguém. Éuma pena....

  • Odil Neves Fonseca | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Grandes coronéis passaram pelo comando da PM/MT, entretanto, poucos registraram sua marca como fez o Coronel Salles. A começar pelo grande trabalho frente ao GREFRON. Acho que ninguém é insubstituível, mas há atitudes e gestos que marcam a carreira de um grande homem. Minha homenagem a esse grande homem. Parabéns Coronel Salles...

  • felipe motta | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cel Salles sucesso na nova empreitada,vc ja provou que é um competente gestor quando esteve com comandante geral da pm mt,tenho certeza que vc vai dar uma nova cara a associação da pm abraço


    Felipe Motta

  • ezequiel salomao | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    e uma pena saber que o coronel sales vai se aposentou .a população de mt grosso perdeu um grande profissional da segurança.quando mais precisamos de alguém com competência na area de segurança,sales se aposenta.e pra acabar sera que não daria para esperar mais um pouco não sales .a população precisa ainda tanto dos seus serviços.

  • Paula de Bortoli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho digno quando as pessoas saem de uma corporação como a da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso no tempo certo.
    Acredito que o Coronel Salles tomou a medida certa. O momento de parar é uma questão de sabedoria.
    Nem sempre o profissional consegue deixar o cargo, a carreira e o próprio posto de trabalho na hora certa, não foi o caso do Coronel Salles que aceitou o tempo que já estava determinado por Deus.
    Que Deus possa continuar abençando sua vida na função pela qual fostes escolhido na Associação da Polícia Militar.


    Paula de Bortoli
    Jornalista

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

MAIS LIDAS