Últimas

Sábado, 08 de Agosto de 2009, 10h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

DEBATE

Salete critica políticos e servidores e vê país redescoberto


Jornalista Salete Lemos diz que estrangeiros começam a invadir o Brasil, principalmente regiões como MT

  Sem papas na língua, a jornalista Salete Lemos, demitida por justa causa da TV Cultura, aproveitou a palestra "Macroeconomia e Tendência", ministrada nesta sexta à noite no Senai-Cuiabá, dentro da programação do 5º Fórum IEL Gestão Empresarial, para disparar sua metralhadora verbal contra a classe política e servidores públicos, defender reformas tributária e trabalhista e fazer um alerta. Avisou que os estrangeiros redescobriram o Brasil e regiões em franco desenvolvimento como Mato Grosso e, gradativamente, estão chegando para disputar mercado. Destaca que a crise veio para provocar mudança geográfica e econômica e expôr problemas internos, como a dificuldade do mercado atender o novo consumidor "F".

    Salete encerrou o ciclo de palestras. Falou para cerca de 500 pessoas. A edição deste ano do Fórum, realizado pelo Sistema Fiemt, teve como palestrantes personalidades com experiência de mercado e conteúdos. O RDNews trouxe matérias sobre a abordagem de cada um:

    Walter Longo
    Arnaldo Jabor
    Washington Olivetto
    Pedro Parente
    Salete Lemos


Salete Lemos conclama os jovens para ajudarem na renovação do quadro político, hoje desmoralizado

   Jornalista e apresentadora de TV, Salete Lemos aproveitou a citação do cerimonial como se ela ainda estivesse na TV Cultura para não só fazer a correção, mas criticar a emissora. Disse que foi colocada "na geladeira" e que sofreu represálias e censura, já que não pôde exercer a independência editorial. Anunciou que agora está montando a cabeça de rede em São Paulo da Central Nacional de Televisão (CNT), com sede em Curitiba (SP). A palestrante afirmou que é fã de Mato Grosso porque convive com os números da economia e tem notado que trata-se de um Estado que se desponta como maior produtor de soja e algodão e pontua entre os primeiros em outras cultivares, assim como no segmento da pecuária.

   Para Salete Lemos, a cada crise deve se tirar lição, o que acaba surgindo como algo positivo. Observa que a crise não acontece por acaso. Essa última, que explodiu no mundo a partir do mercado imobiliário dos Estados Unidos, provocou desempregos, principalmente no setor industrial, porque a maior potência mundial não priorizou o trabalho efetivo e sim o especulativo. "A crise veio como sinal de que é preciso haver transformação e promover mudança na geografia", enfatiza Salete, apontando indicadores positivos para novos mercados como China, que cresce a uma taxa de 12% ao ano, Índia e Brasil. "Esse momento é mágico, mas se soubermos tirar proveito e com responsabilidade".

   A palestrante observa que o comércio varejista no Brasil está diante de um novo consumidor, que vem da classe "F" em todo o mundo. Trata-se daquele que sabe o que deseja com o "curto dinheiro" que recebe rigorosamente. Na hora de comprar, esse consumidor tem noção de preço e ainda não está sendo atendido dentro do Brasil. "Os desafios e oportunidades não estão mais fora do país, como antes, e sim internamente. É um momento rico para o Brasil, mas quem dita as regras do consumidor F não está sendo atendido pelo país". Segundo Salete, nunca houve tanta intenção de investimentos no Brasil como agora, com a presença estrangeira. "É preciso saber quem somos e onde vamos chegar. Temos que saber de que forma permitir o capital estrangeiro". Enfatiza que a queda do dólar é reflexo da vinda de estrangeiros para o Brasil. Lamenta o fato de toda a indústria turística da região Nordeste já estar, por exemplo, nas mãos de estrangeiros, principalmente de espanhóis e portugueses.

   Redescoberta

   Na concepção da jornalista especialista em macroeconomia e finanças, "o mundo redescobriu o Brasil". "Aqui não tem golpe de Estado e não tem terremoto. Temos competência é crédito para atrair consumidor". Ela se posicionou contra incentivos fiscais concedidos pelo poder público porque só atende aos grandes em detrimento dos pequenos investidores. O melhor caminho para se evitar a guerra fiscal, diz Salete, seria a reforma tributária.

   Ela conclama uma mobilização de cidadania, no sentido de renovar o quadro de representantes políticos. Lembra de ações políticas emergenciais para resolver gargalhos. "Não adianta Mato Grosso ser o maior produtor de soja, se não tem estradas". Em seguida, dispara contra a classe política, principalmente no Congresso Nacional. "Não precisava de 81 senadores que não fazem nada e custam mais de R$ 100 mil por mês cada um. Bastariam 20. É preciso ter gente jovem para mudar isso. Será que tem de ser bandido para entrar na política", disparou a polêmica jornalista, colunista e apresentadora de TV, ao lembrar, superficialmente, do escândalo no Senado.

   A palestrante defendeu reforma trabalhista, de modo a permitir que o empresariado chame funcionários para serem parceiros, uma maneira de aproximar mais capital do trabalho. Salete criticou também o que chama de comodismo do funcionalismo público, para quem atende mal. "Funcionários públicos eram referência no passado e hoje viraram aproveitadores". Um servidor que estava na plateia reagiu contra, sob riso da maioria das pessoas. Salete preferiu não partir para o confronto. Ponderou que servidor público deveria atuar mais e não continuar "ganhando uma miséria". O servidor, de novo, interveio para dizer a seguinte frase: "também não é assim!". (Romilson Dourado)


Especialista em macroeconomia e finanças, a jornalista Salete Lemos, durante palestra em Cuiabá nesta 6ª
Fotos: Júnior Andrade

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • MRN | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa mulher é sensacional.... incrivel...
    super inteligente... atualizada, profissional...
    Melhor palestra de todas...
    Fiquei fã dela...

  • Gian Lucas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa mulher é sensacional.... incrivel...

    super inteligente... atualizada, profissional...

    Melhor palestra de todas...

    Fiquei fã dela...

    Só faltou falar que este jovem é o Procurador Mauro do Psol

  • Britto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse povo se diz tão inteligente sabe tudo num entanto porque num são presidente, só assim num teriamos mais problema vamos ser pais de primeiro mundo. AGREDITE SE QUIZER.

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...