Últimas

Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2007, 11h:10 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONVENÇÃO DO PR

Salles vira oposição e critica o prefeito Sachetti

    O ex-prefeito (94/96) e ex-governador (2002) Rogério Salles, que em 2004 enfrentou divergências no PSDB para apoiar o hoje prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti (PR), resolveu virar oposição. Ele assume a condição de "prefeitável" e já dispara críticas a Sachetti. Disse que o prefeito desenvolve projetos isolados da população. "A obrigação do poder público é construir projetos em parceria com a sociedade, o que não está acontecendo com a atual administração".

   Salles admite que, apesar do desgaste popular, Sachetti é forte candidato a um novo mandato. Ele reconhece que não será fácil enfrentá-lo nas urnas e prepara sua campanha eleitoral, pensando no corpo-a-corpo. Adianta que vai bater de porta-em-porta em busca de apoio do eleitorado.

  Esta pode ser a primeira vez que Salles concorrerá como cabeça de chapa. As duas vezes em que chegou ao poder, foram como vice. Primeiro, se elegeu vice do então prefeito Carlos Bezerra, em 92. Como Bezerra ganhou para o Senado, Salles conclui o mandato de prefeito. Em 99, Salles conquista a cadeira de vice-governador quando Dante de Oliveira garantiu a reeleição. Em 2002, o titular renuncia ao mandato para tentar, sem êxito, uma vaga no Senado e Salles, então, termina os últimos oito meses do mandato.

  Rogério Salles é tido pela direção estadual do PSDB, sob Wilson Santos, como candidato nato do partido à sucessão em Rondonópolis. Seria uma forma do tucanato marcar posição e "ressuscitar", já que enfrenta processo fraticida após perder o comando do Palácio Paiaguás. Em 2002, por exemplo, o PSDB tinha 55 prefeitos. Hoje, são apenas 5. "A disputa para prefeito faz parte do meu projeto político". Salles enaltece sua gestão enquanto prefeito. "Fizemos (enquanto prefeito) os projetos para a construção do aeroporto e do hospital regional. Daí, quando me elegi governador, os executei".

  Para o tucano, o fato de Rondonópolis vir a ter um prefeito de um outro partido senão do PR do governador Blairo Maggi não vai interferir em futuras parcerias para viabilizar recursos. "O governador é do Estado e não de determinado município".

   Sobre o governo Maggi, o ex-governador também o critica. "Ele (Maggi) ainda não pegou o ritmo como deveria". Considera que a administração estadual precisa priorizar um projeto de desenvolvimento para o Estado. "Maggi criou o MT+20, mas não está dando a ênfase que deveria ser dado". (Pollyana Araújo e Romilson Dourado) 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • antonio ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    ROGERIO SALES, foi fiel com o Adilton Sachett, assim como Percival e ambos ganharam banana e as costa do atual prefeito. Não bastasse isto Adilton é ditador, arrogante, perseguidor e se diz honesto e o que vemos é a Prefeitura inchada de ex funcionarios de suas empresas "FALIDAS". Não podemos esquecer que o leilão eletronico é so para alguns item, qdo se trata de empreiteira é sublinho do GOVERNADOR, as empresas que eram do ADILTON e ele "VENDEU". Há tinha Secretario com maquina alugada em seu próprio nome na CODER, e 2 vereadores que tem empreiteira em nome de larajna.

  • Luciano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estamos contando os dias....Como disse o Dep. Federal Carlos Bezerra em materia no Jornal A Tribuna...."Turma do Blairo e cia vem quente porque nos estamos fervendo" Iremos trabalhar 24hs por dia se possivel para eleger o Zé do Pátio.

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...

TJ e posse em cartórios após 7 anos

maria helena _ curtinha O Tribunal de Justiça, sob Maria Helena (foto), marcou para 31 de março a posse coletiva dos aprovados no concurso para os cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. O certame vem se arrastando desde 2013 e foi interrompido diversas vezes por causa de recursos judiciais de concorrentes inconformados com os...

Setores vivem tensão e são castigados

Gilberto Figueiredo Artigo O governo acerta ao estender o horários de funcionamento dos supermercados. Afinal, desde que o decreto entrou em vigor, as filas se multiplicaram pela Capital, aumentando o risco de transmissão do novo coronavírus. Há a expectativa de que novas medidas possam ser tomadas diante do evidente colapso da...

Limpeza e obras no entorno da Arena 

Beto 2x1 400 curtinha   Apesar da Arena Pantanal ser um cartão postal do Estado, o entorno do estádio vive situação crítica com lixo nas ruas, episódios de esgoto à céu aberto e matagal. O secretário estadual de Esporte e Cultura, Beto 2 a 1 (foto), em visita ao Rdnews, assegura que os...