Últimas

Sexta-Feira, 09 de Outubro de 2009, 17h:21 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

SAÚDE PÚBLICA

Santos fecha Pronto-Socorro e acata demissão em massa

   Em meio ao caos na Saúde pública em Cuiabá, o prefeito Wilson Santos, pré-candidato do PSDB ao Palácio Paiaguás, resolveu acatar os mais de 94 pedidos de demissão em massa dos médicos da rede municipal. Também vai fechar parcialmente a partir deste sábado (10) o Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá para reformar o prédio. Ao custo de R$ 400 mil por 15 dias, ele ainda anunciou nesta sexta (9), em coletiva na prefeitura, a contratação da empresa gaúcha MASP para atender os pacientes em substituição aos médicos que pediram demissão.

   A empresa do Rio Grande do Sul foi contratada em caráter emergencial, mas Santos já adiantou que o contrato será prorrogado por mais seis meses. Em um segundo momento, entre janeiro e fevereiro, o tucano pretende realizar concurso para a contratação de novos médicos. “Somente nesta semana já convocamos cinco cirurgiões e 11 clínicos gerais aprovados no último concurso, realizado em 2007. Os classificados também já estão sendo chamados”.

   Ele ainda não sabe quantas vagas serão abertas com o novo concurso previsto para 2010. Também não informou quantos médicos atuarão no município por meio da empresa terceirizada. Em 60 dias, o prefeito pretende voltar à mesa de negociação com o Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindmed) para discutir um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários para a categoria.

   Segundo o prefeito, as três medidas anunciadas nesta sexta (aceitação do pedido de demissão em massa, contratação de empresa terceirizada e o fechamento de parte do PSMC para reforma), foram tomadas com base no relatório técnico apresentado pelo próprio Conselho Regional de Medicina (CRM-MT).

   Em relação ao fechamento do Pronto-Socorro, medida considerada bastante impopular, Santos anunciou que, a partir deste sábado (10), apenas o box de urgência e emergência e os pronto-atendimentos adulto e infantil ficarão em funcionamento. Segundo o tucano, a partir de terça (13) os pacientes que chegarem ao PSMC não serão mais transferidos para as unidades do SUS de Várzea Grande.  (Lisânia Ghisi e Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Salvador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E o seguinte:

    Como Cuiabano eu tenho uma visão diferente de todos que opinaram.

    Eu acho que não é so trocar os Medicos do Pronto Socorro.
    Esses medicos que atendiam no Pronto Socorro são medicos que entendem do oficio, com muita experiencia para atendimentos emergenciais . Imaginem colocar medicos novos ou inexperientes.
    Pode dar certo, mais vai levar muito tempo e vão ocorrem muitos obitos.

    Sera que essa empresa que o prefeito Wilson esta contratando é a ideal.

    Eu como cidadão Cuiabano acho que a melhor coisa que o prefeito faz é sentar como os medicos atuais, acatando as suas reivindicações e dando melhores condições de trabalhos aos mesmos.


    Não se pode desprezar medicos experientes com o dia a dia de um setor de urgencia.


    Medico não é só diploma é compétencia. Alguns desses medicos demitidos apresenderam muito dentro do Pronto Socorro e não podem ser descartados.


    Não adianta só reformar o Pronto Socorro tem que ter gente experiente e comprometida com o povo.

  • Juliano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA
    Capítulo VII - Relações Entre Médicos
    É vedado ao médico:
    Art. 77 - Assumir emprego, cargo ou função, sucedendo a médico demitido ou afastado em represália a atitude de defesa de movimentos legítimos da categoria ou da aplicação deste Código.
    Art. 78 - Posicionar-se contrariamente a movimentos legítimos da categoria médica, com a finalidade de obter vantagens.
    Se é que existe médico que aceita trabalhar nas condições desse PS e no lugar demissionários, eles são antiéticos e merecem ser processados pelos Conselhos.

  • JULIO CESAR MALHEIROS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUE ABSURDO EM MEIO AO CAOS INSTALADO NA SAUDE EM CUIABÁ O PREFEITO FECHA PARCIALMENTE O UNICO PRONTO SOCORRO DE CUIABÁ. O PRONTO SOCORRO ESTA NECESSSITANDO DE GESTOR CAPAZ E COMPETENTE PARA DIALOGAR COM A POPULAÇÃO E SERVIDORES. A EPOCA DA DITADURA JA ACABOU.GOSTARIA QUE O MINISTERIO PUBLICO E A CAMARA DE CUIABÁ INVESTIGASSE A LICITAÇÃO DA OBRA E CHAMASSSE O CREA OU OUTRO ORGÃO INDEPENDENTE E COM VREDIBILIDADE PARA FISCALIZAR A LICITAÇÃO E O VALOR DA OBRA É COMPATIVEL COM A REFORMA PROPOSTA , E SE ESTA RESOVERÁ O PROBLEMA DO PRONTO SOCORRO. JÁ ESTA PASSSANDO DA HORA DE CUIABÁ CONSTRUIR UM OUTRO PRONTO SOCORRO MAIOR , MODERNO E FUNCIONAL. COMO SUBSEDE DA COPA COMO SERA SE HOUVER UMA TRAGÉDIA ....CRUZ CREDO. É SO UMA HIPOTESE. PRA ONDE LEVARÃO OS FERIDOS ETC. SE HOJE O PRONTO SOCORRO NÃO TEM ESTRUTURA FISICA E FUNCIONAL NEM PARA ATENDER A POPULAÇÃO POBRE DE CUIABÁ. QUE DIRA UMA TRAGÉDIA...BATE 3 VEZES NA MADEIRA !

  • edson figueiredo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    concordo plenamente com o comentário do senhor eduardo, estão tentando se aproveitar desta situação de impasse na área de sáude e jogar toda a responsabilidade sobre as costas do prefeito. isso não é justo, é até infâme, há muita responsabilidade do governo do estado que só sabe jogar pedra e não ajuda aos municípios, preferem fazer superfaturamento de medicamentos, fraudar licitações, dentre outras mazelas que estão acontecendo no governo dos botinudos e que a maior parte da imprensa não publica, preferem criticar a prefeitura de cuiabá, como se o problema do pronto socorro fosse recente, ignorando também o péssimo atendimento de alguns médicos que atende naquela unidade de saúde. Precisamos de um prédio moderno, novos equipamentos, e isso o prefeito está fazendo. precisamos também de uma nova politica de cargos e salários dos profissionais da saúde, e também o prefeito já se comprometeu a fazer nos próximos dias. querem mais o que afinal????acho que nessa crise há uma profunda e escamoteada motivação politica, agentes externo ao sindicato dos médicos podem estar agindo para prolongar a situação o máximo possivel para tentar desgastar o prefeito, e só não percebe isso quem é bobo ou muito inocente.

  • G. GARCIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nao creio que o WS esteja com toda a razao mas como os medicos que atendem no pronto socorro sao muitos truculentos com os pacientes tao quanto e o Luiz Soares, vejo que essa atitude como um choque de gestao benefica para Cuiaba.

  • João | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É, se não consegue administrar Cuiabá, vai administrar MT ? So falta fechar o Paiaguas...

  • SAMIR | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O PREFEITO CONSEGUIU DESCARILLHAR O TREM DA PMC, PRIMEIRO AINDA NÃO ABRIU O ORÇAMENTO 2009 E NINGUÉM SABE PARA ONDE FOI O DINHEIRO POIS PARA AS SECRETARIAS É QUE NÃO FOI POIS AS MESMAS NÃO SERVEM MAIS NEM CAFÉ, TAMANHA A FALTA DE RECURSOS DAS SECRETARIAS. O RESULTADO VEMOS NAS RUAS: MILHARES DE BURACOS, ÁREAS PÚBLICAS TOMADAS POR MATO, CANTEIROS HORRÍVEIS, POSTOS DE SAÚDE SEM SERINGAS, REMÉDIOS, LUVAS CIRURGICAS E O PREFEITO INVÉS DE REVERTER O QUADRO GASTA É COM PROPAGANDA TENTANDO ILUDIR O POVO QUE A COISA TÁ BONITA!!

    SE O QUE TÁ RUIM VÃO PRIVATIZAR:

    ENTÃO PRIVATIZEM A SANECAP, SMADES, IPDU, SEMINFE, SMTU, SMPOG, SMF...

  • DOUGLAS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    WILSON SANTOS TEM QUE CRIAR VERGONHA NA CARA E PEDIR DEMISSÃO TAMBÉM.
    POIS NÃO TEM CAPACIDADE DE ADMINISTRAR NEM A SAÚDE DA CAPITAL, MUITO MENOS O MUNICÍPIO POR INTEIRO.

  • Eduardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, gosto deste site, muito democrático e com matérias interessantes com noticias dos bastidores da politica e da vida social da capital e do estado, no entanto, nesta matéria é importante colocar alguns aspectos que não foram descritos, por exemplo:
    1. O propalado caos na saúde não tem como agente motivador apenas um culpado, não, é preciso também a sensibilidade social e o juramento dos médicos de colaborar com a sociedade, afinal, os itens técnicos da proposta do sindicato são situações que perduram a muitos anos na cidade, e o item politico, da demissão do secretário, é inadimissivel, pois só o prefeito tem o poder para nomear e demitir secretário, pois ele foi eleito para isso;
    2. Cuiabá é a única capital do país que não existe hospital estadual ou federal, o que é um grande absurdo e que a imprensa em geral silencia, não denuncia esse verdadeiro desmando dos governos estadual e federal, que por questões politicas insistem em discriminar cuiabá na viabilização de recursos para estruturar a área de saúde de cuiabá, que não atende apenas os cuiabanos, mas, todos os matogrossenses e até estrangeiros dos países vizinhos, portanto, é uma visão caolha, limitada mesmo, sem falar que é uma grande injustiça em querer culpar exclusivamente a prefeitura de cuiabá para problemas na área de saúde nesta capital;
    3. É preciso avaliar a situação da classe médica com mais nitidez, sob o crivo da ética do profissional médico. Sabemos que os médicos são seres humanos como qualquer um de nós, com a diferença de que essa classe faz um juramento na sua formatura com a responsabilidade de ajudar os menos desfavorecidos. Médico é uma profissional, que mais do que qualquer outra, deve ter a sensibilidade apurada no trato com o ser humano, gostar de ajudar o próximo, e de forma alguma não podem deixar pessoas morrerem a mingua por falta de assistência. U médico que entra para o serviço público não pode querer ganhar no serviço público o mesmo que poderiam perceber nos seus consultórios particulares. è uma questão de consciência de profissional ético e que cumpre os princípios da cidadania plean. Entendo que o serviço público na área de saúde deveria ser encarado pela classe médica como um sacerdócio, com um olhar mais social e buscando viabilizar ações para os menos necessitados;
    4. A reforma do pronto socorro, com ampliação do espaço físico e de aquisição de equipamentos tecnologicamente de ponta, como também um novo concurso público são atos que demonstram claramente a postura do prefeito wilson santos em querer acertar, em resolver o imblóglio o mais rápido possível, embora sem contar com qualquer ajuda do governo do estado ou do federal.
    Portanto, jornalista Romilson, o prefeito wilson santos não está acomodado em berço esplêndido, tem conversado de forma inesgotável com os segmentos de classe, avançou na grande maioria da pauta de reivindicações, no entanto, o sindicato dos médicos, estes sim, parecem irredutíveis, principalmente na exigência politica de demissão do secretário luis soares, o que dá uma conotação a um movimento mais politico do que de fato buscar implementar uma nova politica na área de saude para o município.

  • elizeu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    -PARABENS, WILSON NÃO ESPERAVA POSIÇÃO MAIS FIRME.
    -FEZ O QUE DEVERIA, OU SEJA NÃO QUER TRABALHAR DÁ ESPAÇO PARA QUEM QUER.
    -AGORA ELES VÃO QUERER NEGOCIAR. -AGUARDE!!!!!!!!!!!!!!!

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...