Últimas

Quarta-Feira, 10 de Janeiro de 2007, 08h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Satelitização vulgar

     O jornalista e assessor parlamentar Ubiratan Braga critica o que chama de 'imposição imperiosa dos canais de televisão a produtos bestiais para a família brasileira'. Confira o artigo a seguir.

     Antes de discorrer sobre minha opinião devo, por medida de consciência, informar que não sou arcaico, racista, censurista, preconceituoso, xenófobo, conservador, supersticioso ou algo semelhante. Mas um fato me chamou atenção para um costumeiro hábito entre os diferentes meios sociais: a imposição imperiosa dos canais de televisão a produtos que considero bestiais para a família brasileira. Nesta última segunda-feira (08/01), por exemplo, os apresentadores dos programas 'Super Pop' e 'Boa Noite Brasil', Luciana Gimenez e Gilberto Barros, respectivamente, travaram duelo por audiência no mesmo horário e com a mesma entrevistada para os canais Bandeirantes e Rede TV. A maior parte do programa foi dedicado a não mais normal e declarada homossexual Tammy Miranda - filha da conga la conga Gretchen. Falta de opção ou falta de personalidade?
      Abaixo a censura, sempre. Porém indago: a referida é uma garota exemplar, modelo para sua (s) filha (s)? Pode ela contribuir com a evolução social da infância e juventude? É motivo de transformação, de novo conceito?  Dá retorno publicitário? Vende mais? Por que?  
     Quem é o responsável por isso, os produtores e diretores dos programas ou algum investidor dirigindo tendências?  E a opção de cada telespectador, quem respeita? Estamos nós obrigados a aceitar tudo isto como se fosse cultural? Respeitar as diferenças é externar parte do intelecto, entretanto quem vai respeitar meu soberano direito de opção? 
     De que adianta justificar a reprise da programação com a homossexual Tammy pelo fato de os apresentadores estarem de férias? É justificável pelos picos de audiência? Ora, naquele estado há muita situação melhor, mais significante para a prestação de serviço ou para aguçar o conhecimento nacional.
     Estou, acredito, comungando da opinião de Ariano Suassuna, autor de 'Do alto da Compadecida', quando diz que os Estados Unidos criam seus fantoches heróis e os autodestroem a exemplo de Michael Jackson. Decididamente o mercado publicitário está contribuído para a bestialidade tupiniquim ou os teledifusores não sabem que memória se faz do presente.  
     O fato de as televisões terem programação via satélite está diretamente associando imposição de falsas culturas, colocando de lado a regionalidade e o break comercial é o senhor da razão. Senhores, o que é bom para São Paulo muitas vezes não serve para o Mato Grosso e vice e versa. O que muda no Rio de Janeiro muita das vezes não muda no Acre, ou no vizinho estado de Minas Gerais.  
     Querem mudar a cultura de um povo com falsos heróis, com fantoches, com laranjas, com sanguessugas e mensaleiros convertidos, como se isto fosse uma vocação nacional. Isto leva às séries de pragas que corroem a base social deste Brasil, formada, ainda, por milhões de incautos cidadãos.  

     Ubiratan Braga é jornalista em Cuiabá

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ex-vereador abandona rei dos porcos

fernando morais 400 curtinha   Mesmo impedido de ser candidato, já que está inelegível por oito anos, o ex-vereador pela Capital Abílio Júnior segue se articulando politicamente, deixou o PSC e se filiou ao Podemos. Acabou dando de ombros para o empresário Fernando Morais (foto), o "rei dos porcos",...

Temor e negociação com 3 partidos

wilson kero-kero 400 curtinha   Depois de ajudar na articulação para se filiar ao Podemos o colega vereador Dilemário Alencar, que estava "fritado" e sem espaço no Pros e procurou abrigo em outra legenda, Wilson Kero-Kero (foto) está agora com receio de migrar para o partido da senadora cassada Selma Arruda e do...

Agora no DEM e foco à saúde pública

gilberto figueiredo 400 curtinha   Gilberto Figueiredo (foto), vereador licenciado da Capital e secretário de Estado de Saúde, aproveitou a janela - data limite de filiação até sábado (4) para quem quiser ser candidato em outubro -, e ingressou no DEM. Agora, o partido do governador Mauro, até...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.