Últimas

Domingo, 29 de Março de 2009, 08h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CONFRONTO

Savi lidera grupo de rebeldes do PR e cobra Maggi

Fernando Ordakowski

Líder do governo Mauro Savi lamenta desarticulação do PR e não será mais candidato a deputado federal

  Escalado como espécie de porta-voz dos rebeldes do PR que estão descontentes com o Palácio Paiaguás, o deputado Mauro Savi está disposto a ter uma conversa dura com o governador Blairo Maggi, principal estrela do partido. Ao menos nos bastidores, ele desanca a administração e, numa demonstração de que o partido está desarticulado, sem rumo e prestígio no Palácio Paiaguás, Savi vai anunciar a desistência da pré-candidatura a deputado federal.

   Na última reunião interna da Executiva da legenda, o líder do governo na Assembleia defendeu mudança de postura de Maggi. Ele entende que "a gestão vai bem, mas o PR vai mal". Observa que o governador, logo nas primeiras pressões, abre espaço para os partidos aliados, como PP, PT e DEM e, quando chega a vez do PR, toma decisão isolada, sem consultar o diretório estadual, hoje sob Moisés Sachetti. Mesmo se tratando da maior legenda do Estado, com 33 prefeitos, 17 vices, mais de 200 vereadores, 5 deputados estaduais e 2 federais, o Partido da República não tem uma indicação no primeiro escalão de um governador que pertence à própria sigla. Em que pese quase todos secretários estarem filiados ao PR, as indicações são pessoais do governador.

   Comissão

  Savi lidera uma comissão de cinco pessoas escolhidas para a reunião com Maggi, que ainda não agendou o encontro. Da direção estadual participam o presidente Sachetti e o secretário-geral Emanuel Pinheiro, e mais o líder da bancada na AL, João Malheiros, e os federais Wellington Fagundes e Homero Pereira. O grupo de rebeldes vão dizer ao governador que o PR começou a perder filiados, que está difícil "segurar" as bases que se sentem desprestigiadas, inclusive porque nas inaugurações de obras no interior os diretórios municipais não são comunicados e que é preciso o partido criar perspectiva de poder às eleições gerais de 2010.

   Até agora, o PR só tem Maggi como pré-candidato majoritário. Ele deve concorrer ao Senado. O partido cobra uma posição mais firme do governador quanto à definição. Quer saber se ele vai mesmo tentar cadeira no Congresso Nacional, assumir o Ministério dos Transportes do governo Lula, como se comenta nos bastidores, ou se ficará de fora do processo eleitoral. Esse impasse de Maggi, segundo a comissão de rebeldes, tem desmotivado os filiados. Quer também sintonia do Paiaguás com a direção partidária e que seu presidente Sachetti tenha espaço para participar das ações do governo e da discussão sobre nomeações. Cobra ainda que representantes de partidos governistas atuem com maior interação e respeito para com o PR, ou seja, dentro dos interesses partidários.

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • MESTRE PARDAL | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É HORA DO GOVERNADOR DAR APOIO AO SEU PARTIDO PR;
    ESTÁ NA HORA DE NOVACKI ABRAÇAR AS REIVINDICAÇÕES DO PR;
    ENTENDO POR ALIANÇA A SOMATÓRIA DO PARTIDO MAJORITÁRIO COM OS OUTROS, E NÃO O CONTRÁRIO...
    ESPERO QUE ESTA QUESTÃO ESTEJA RESOLVIDA ATÉ 10.04.09, POIS O CASO É URGENTE...

  • Cristina Marques | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    M. Savi, voce perderá qualquer disputa eleitoral, porque ao longo desses anos voce e seus assessores trataram muito mal as pessoas que te procuravam.

    Isso se propagou, e voces terão o que merece

  • antonio carmos pinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eu sou vereador de primeiro mandato e sou do pr.porem eu achei que sí seria recebido na campanha estdual. pois falam que os policos do pr da capital só atende fasendeiros e eu sou funcionário publico do meu municiopio.mais ajudei vários deles,tanto para federal estadual e governo.e tentei econtrar em contato cim os que ajudei e fui ser atendido pelo grande dep estdual MANOEL MALHEIROS esse sim é umilde esse é do povo obrigado malheios conte comigo.

  • antonio carmos pinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    obrigado joão malheiros pelo seu atendimento os seus assecores são fatasticos (aldo e marta)nós do interior precisamos de pessoas como vcs

  • JOSE MARQUES BRAGA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESTE FILME EU CONHEÇO. MUDARAM-SE OS PERSONAGENS.

    NO GOVERNO DO SAUDOSO DANTE DE OLIVEIRA, O GOVRNADOR SE ENCASTELOU NO PALACIO PAIAGUAS E NAS VIAGENS EXTERNAS AO ESTADO DE MT, ENQUANTO CRIARAM-SE OS BARAOZINHOS DENTRO DO PROPRIO GOVERNO. A GANANCIA DE PODER E OUTROS INTERESSES DO PEQUENO GRUPO QUE BLINDAVAM O DANTE, FIZERAM COM QUE ELE PERDESSE A ELEIÇÃO PARA O SENADO E PARA O GOVERNO E PARECE QUE PARA A MORTE MATERIAL DE TANTA TRISTEZA.
    A DOSE DE PODER ESTÁ DEIXANDO MUITA GENTE GOVERNISTA EMBEBECIDA E ASSIM SEM VER A RAZAO DO PODER QUE ANDA NO FIO DA NAVALHA OU QUE OS MERITOS SÃO AS RAZOES VIRTUOSAS PARA O GOVERNANTE MANTER A ESPERANÇA DO POVO E JUNTO O PODER.
    POLITICA ATUALMETNE É FEITA COM MUITO DINHEIRO, MUITAS DOSES DE ARTES HUMANAS E TEMPERADAS COM A HUMILDADE DE SABER OUVIR.
    OS PARTIDOS QUE CUMPREM A MISSAO DE REGISTROS DE CANDIDATURAS E ALGUMAS BALELAS MAIS, SOMENTE SÃO VISTOS NOS PERIODOS PRE-ELEITORAIS.QUEM SABE COM A FIDELIDADE MANDATARIA (PRA QUEM TEM MANDATOS) E NAO PARTIDARIA POSSA TRILHAR NOVOS DESTINOS PARA PARA AQUELES QUE TEM A ÉTICA COMO MODELO DE VIDA.
    OS RESULATADOS POSSIVEIS FICAM PARA A DECISÃO DO GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO, CUJO PODER LHE FAZ SABER A HORA DE MUDAR AS REGRAS DISTORCIDAS E DECIDIDAS PELO ORGULHO HUMANO QUE FAZEM DO PODER LATENTE DA ALMA CONCEDIDO, O REINADO TEMPORÁRIO E RESTRITO AO TAMANHO DE NOSSA EXISTENCIA MATERIAL.
    POR ISSO MORREMOS. HÁ AQUELES QUE MORREM O HOMEM E FICA O NOME E OUTROS QUE MORREM O NOME E FICA O HOMEM.
    PELÉ SOUBE A HORA DE PARAR O FUTEBOL E ETERNIZAR SEU NOME. É UM BOM EXEMPLO PARA POLITICOS CARREIRISTAS COPIAREM.
    BOA SEMANA E DEUS NOS ABENÇOE.

  • Antonio Etico R. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quizera que fôsse verdade, pois penso que seja tudo para prá enganar troxa. Quem conhece sabe, o Savi não tem cunhão para agir dessa forma, e muito menos liderar oposiçao. QUEM VIVER, VERÁ !!!

  • PEDRO PAULO BARROS LIMA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSA LOGICA DO P.R . DE FAZER POLITICA,PODE SER CONSIDERADA A SEGUNDA EDIÇÃO DO SAMBA DO CRIOULO DOIDO OU O VANERÃO DOS TRESLOUCADOSPOIS A LOGICA PRIMARIA É DE QUE EM POLITICA SE DEVE FAZER ALIADOS.

    OS BOTINUDOS INVERTEM ESSA LOGICA ABANDONANDO OS COMPANHEIROS DE PRIMEIRA HORA,QUE OS COLOCOU NA POLITICA DE MATO GROSSO,POIS ATÉ ENTÃO ERAM UM BANDO DE ROCEIROS SEM EXPRESSÃO POLITICA ALGUMA.

    VENCERAM A PRIMEIRA ELEIÇÃO COM A AJUDA DE DIVERSAS SIGLAS,QUE AO LONGO DO TEMPO FORAM SE DISTANCIANDO DOS ALIADOS DE PRIMEIRA HORA,PARTIRAM PARA UM ISOLAMENTO SUICIDA.

    ESSE ISOLAMENTO LEVOU OS BOTINUDOS A uma cachapante derrota em Cuiabá e Rondonopolis. E NEM MESMO ASSIM VEJO QUE AINDA NÃO PARENDERAM A LIÇÃO,E OLHA QUE É UMA LIÇÃO PRIMARIA.

    SEM VOTOS E ALIADOS MEUS CAROS BOTINUDOS NÃO SE GANHA ELEIÇÃO,O DINHEIRO É IMPORTANTE,ELA COMPRA QUASE TUDO,NÃO COMPRA O PRINCIPAL QUE É A CONSCIENCIA E A HONRA DOS ELEITORES.

    ESTA NA HORA DE CALÇAREM A SANDALIA DA HUMILDADE E PROCURAREM SEUS ANTIGOS ALIADOS,QUE JÁ SE BANDEIAM PARA OUTRAS BANDAS,VÃO ACABAR NOVAMENTE SÓ COM O PMDB DO CARLOS BEZERRA,QUE JÁ DEMONSTROU QUE NÃO ESTÁ COM ESSA BOLA TODA,POIS EM CUIBÁ LEVOU PEIA E EM RONDONOPOLIS VENCEU O PMDB DO ZÉ PATIO, ENÃO O PMDB DO BEZERRA e DO SILVAL QUE APOIOU O ADILTON SACHETTI.

  • Tonhão DoMorro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Farinha do mesmo saco, se merecem e vão morrer abraçados na próxima eleição.

  • matheus | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    quem esta acabando com o PR de mato grosso e o atual presidente Moises Sachetti e o ex deputado Emanuel Pinheiro que nao ganha nem para presidente de bairro de cuiaba. so eles que querem ser dono do partido e eles sabem tudo da politica e por isso o partido cada ves mais vai entrando em conflitos....

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Todos nós sabemos ou pelo menos deveríamos saber que a política é a arte do possível.Agora o que vemos no PR é um contra senso enorme,devido a visão afunilada dos dirigentes dessa agremiassão partidária pela total falta de tato de exercerem de fato a busca de consenso intestino para poderem amarrar melhor os acordos com outros partidos,assim agindo deixam espaço para as disputas internas cujo o único caminho é a implosão do PR onde todos saem perdendo. Isto fica mais latente com as declarações extemporânea do próprio governador Blairo Maggi que quando confrontado prefere a conhecida ladainha se não estiver bom pego o meu boné e vou cuidar dos meus negócios,agindo assim coloca-se acima dos interesses institucionais partidários sendo o polo que coloca as vozes destonte são fora da area gravitacional do poder que essas mesmas vozes ajudaram construir e como a política é uma força dinâmica sempre em expansão a medida que essas vozes são colocadas no limbo,os seus espaços são assumidos para que o poder não entre em colapso,só que muitas vezes com esforço muito maior do polo para alimentar os interesses das novas forças agregadas que precisam de um esforço maior na nova reengenharia política.Aqui em Cuiaba isto ficou bem caracterizado nas últimas eleiçoes municipais,onde a falta de apoio as bases,aliados a inoperância dos coordenadores levaram a bancarrota o partido que só não foi maior devido o desempenho pessoal de Mauro Mendes pois é impossível aceitar que tanta energia despendida serviu apenas para alavancar a candidatura de dois vereadores.Por isso repito que qualquer partido que queira ser grande não pode ser limitado pela miopia política dos seus dirigentes,a menos que seja para acomodar interesses inconfessáveis.Se até eu,como simples eleitor vislumbro o fim melancólico do PR será que não há ninguém que realmente ame e salve o partido da sanha dos seus próprios dirigentes,pois fica difícil construir um ideal de escombros.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.