Últimas

Terça-Feira, 24 de Julho de 2007, 20h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

Secretário Daldegan vai depor dia 31 na CPI

     O secretário de Estado de Meio Ambiente, Luís Henrique Daldegan, será o primeiro a depor à CPI da Sema na Assembléia. A definição saiu nesta terça à noite na primeira reunião ordinária da Comissão. Os membros da CPI estabeleceram também outras duas reuniões, uma ordinária em 1º de agosto e, a outra, no dia 03, em Sinop, quando ouvirão madeireiros e presidentes dos sindicatos ligados ao setor.

   O depoimento de Daldegan está marcado para às 14h. Segundo a Comissão, o secretário terá todo espaço para explicar os problemas que vêm emperrando o setor. Alguns questionamentos serão, inclusive, antecipados, tudo para dar tranquilidade a Daldegan. Composta de aliados do governador Blairo Maggi, a CPI tem sido cautelosa. A todo instante, seus membros fazem questão de enfatizar que a idéia é levantar os problemas e sugerir mudanças e não fechar o cerco contra a administração.

    No dia 1º, a CPI fará uma nova reunião ordinária, às 14h, para definir novas ações. Já no dia 03, em Sinop, abrirá espaço para os madeireiros, principais afetados pela crise no setor, expôr os problemas.

    Clique aqui e leia mais sobre o assunto.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse dep.riva e esperto mesmo em povo matogrossense ele so pediu a CPI por causa foi demitido correlegionario dele acorda povo matogrossense agora sim se retornar o correlegionario dele vai acabar em pizza se nao o bicho vai pegar

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu já previa que essa CPI iria fortalecer ainda mais o Sr. Daldegan, tbém sei que isto vai acabar mesmo em pizza.Mas, gostaria de sujerir que essas investigações se estendessem aos setores da SEMA, por exemplo, já existe comentários sobre desvios de dinheiro de PTA feito por alguns superintendentes...e ai? Voces vão investigar isto?

  • pezaõ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esta cpi e so para abixar os animos do povo
    nos naõ precisa desta cpi o que precisamos e de soluçaõ agora ate quando vamos ficar escutando esta babozeiras de cpi acorda maderreiros toma mas atitudes ou vao fehar as maderreiras e aonde vaõ trabalhar o povo desenpregado se os politicos se mesmo esta preocupados com a sociedade por fizeram uma politica de crecimentos nos municipios

  • Pablo Julius | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Luis Daldegan é o nosso Waldir Pires com um agravante: O secratário tem formação na área o outro não!!!

  • Antonio Luiz de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Discordo do comentário do senhor Pablo, o secretário luis daldegan nunca teve formação na área ambiental. Aliás, alguns deputados na reunião da cpi de ontem colocaram o mesma coisa, a de que a única vantagem do secretário é a da sua formação técnica. Ele pode ser até um técnico, mas, não na área ambiental. è preciso dismistificar isso, ser profissional da área ambiental é ter cursos de pós na área e ter atuado como profissional na área ambiental em projetos de licenciamento ambiental. Pelo que eu sei, o atual secretário não possui esse perfil profissional, além de que por várias vezes é vacilante nas reuniões de condução na sema e nas reuniões do conselho estadual de meio ambiente, justamente por não conhecer á area ambiental.

  • edson nogueira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo com o senhor Antonio, e todo mundo sabe na sema, o atual secretário pouco entende da área ambiental, e pior, se cerca de uma assessoria técnica de apaniguados políticos que sequer sabe conceituar o que é meio ambiente.

  • guilherme henrique de pádua | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Comentário de Guilherme de Pádua vetado por conter ofensas, denúncias graves e/ou expressões agressivas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • guilherme henrique de pádua | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O pior de tudo senhor Edson, não é a incompetência desse cidadão, mas, as pressões que ele faz para os fiscais não multarem caminhões carregados de madeira irregular. Se fosse para apurar irregularidades na Sema, teriam que primeiro apurar essas coisas.

Sorriso tenta aval para conceder RGA

estevam calvo 400   A Prefeitura de Sorriso quer pagar RGA aos servidores, mas não encontrou até agora respaldo legal para assim proceder, considerando a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, proíbe reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste...

Ambulância doada pela CBF para MT

Aron Dresch 400   O governo estadual recebeu doação de uma ambulância da CBF como forma de reconhecimento à dedicação dos profissionais da Saúde e dos serviços que estão sendo prestados durante a pandemia. O Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, foi escolhido para...

Fávaro, relatório e vacina sem Anvisa

carlos favaro 400   O senador mato-grossense Carlos Fávaro (foto), eleito na suplementar do ano passado, está comemorando a aprovação pelos colegas do seu relatório ao Projeto 1315/2021, que libera a importação de vacinas e insumos para o combate à Covid-19 no Brasil e sem depender do...

TRE intima deputado pra se defender

gilberto cattani 400   O TRE já citou o deputado Gilberto Cattani (foto) e o comando do PRTB para se manifestar sobre o pedido do suplente Emílio Populo, que quer a perda do mandato do recém-empossado por infidelidade partidária. O relator é o jurista Sebastião Monteiro. Cattani apresenta defesa na...

DEM tem derrotados em 2020 pra AL

anelise silva 400   Alguns filiados do DEM do governador Mauro Mendes estão se movimentando por conta própria, visando as eleições de deputado estadual no próximo ano, alheios ao comodismo do presidente regional do partido, ex-deputado Fabinho Garcia. Em Cáceres, por exemplo, dois são cogitados para...

Vereadores vão devolver a VI de abril

agostinho carneiro 400   Presidida por Agostinho Carneiro (foto), a Câmara Municipal de Ribeirãozinho, um dos menores municípios do Estado, com cerca de 2,5 mil habitantes, decidiu suspender o pagamento da verba indenizatória deste mês de abril de todos os seus nove vereadores. Com isso, os R$ 9 mil que iriam para o...