Últimas

Quarta-Feira, 24 de Setembro de 2008, 15h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

CONFRONTO

Secretário é preso por descumprir ordem judicial

  O secretário de Saúde de Cuiabá, ex-vice-prefeito Luiz Soares, está preso na Polinter desde o meio-dia. Ele foi "em cana" por descumprir decisões da Justiça. É acusado de levar a pasta a dar calote nos fornecedores, que recorreram à Justiça para tentar receber pela prestação de serviços. Numa posição radical, Soares também estaria protelando o pagamento de hospitais credenciados, além de limitar, por meio de portaria, o atedimento médico à população, o que leva o município a não registrar fila nos procedimentos na regulação.

  Esta é a primeira vez que Soares é preso, apesar de ter havido expedição de mandado de prisão em outras situações, também por ignorar decisões judiciais. Há três meses, um juiz mandou prendê-lo por se recusar a pagar um fornecedor. Depois de algumas negociações, a prefeitura evitou que seu secretário de Saúde fosse algemado.

  Luiz Soares comanda a pasta da Saúde pela segunda vez. Está no cargo desde fevereiro deste ano. Antes, conduziu a secretaria nos últimos quatro anos da gestão Roberto França (2001/2004). Ele enfrenta crise constante com donos de hospitais, fornecedores e vereadores, que já ameaçaram até criar a CPI da Saúde para investigar denúncias de que faltam medicamentos nos postos e policlínicas e de suposto calote da secretaria junto a fornecedores.

(16h16) - Secretário permanece numa sala na Polinter

  O secretário de Saúde Luiz Soares deve ser transferido à Penitenciária Central de Cuiabá, antigo presídio Pascoal Ramos. Neste momento, ele está na Polinter isolado numa sala. Como possui curso superior, Soares, se não conseguir um habeas corpus, tende a ficar preso numa sala especial. Seus advogados tentam derrubar a decisão do juízo da 1ª Vara de Fazenda Pública de Cuiabá.

   Além de outras denúncias, ele teria descumprido uma decisão judicial sobre a realização de uma cirurgia em um paciente do Sistema Único de Saúde (SUS), de alta complexidade, o que ocasionou a prisão. O paciente teria procurado a Justiça após várias tentativas de resolver o problema. Luiz Soares foi preso no fim da manhã desta quarta (24), pela Polícia Militar, mas não foi algemado. (Flávia Borges)

(18h25) - Desembargador Cunha avalia pedido de HC

   Os advogados de Luiz Soares, José Antonio Rosa e Ulisses Rabaneda, ingressaram com um pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça, no sentido de relaxar a prisão do secretário de Saúde. O desembargador plantonista responsável por deferir ou não o pedido é Paulo Cunha. Ele ainda não o analisou ainda, pois está em sessão do Pleno do TJ. Enquanto isso, a assessoria do secretário aguarda, apreensiva, o julgamento do pedido. Soares continua recolhido numa sala da Polinter. Do lado de fora, estão mais de 100 pessoas, entre servidores da secretaria de Saúde, jornalistas, cabos eleitorais do prefeito Wilson Santos e secretários.

(Às 18h32) - Luiz Soares consegue habeas corpus

  O secretário de Saúde da Capital, Luiz Soares, deve deixar a prisão dentro de instantes. Ele conseguiu habeas corpus junto ao TJ. O desembargador Paulo Cunha acaba de deferir o pedido, revogando a decisão de primeiro grau que decretou a prisão do tucano por este ignorar ordem da Justiça. A determinação de soltura não chegou à Polinter ainda, onde Soares se encontra recolhido.

Postar um novo comentário

Comentários (42)

  • Mônica | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu não consigo entender como é que tem pessoas que ainda defendem o gestor da saúde em Cuiabá (Luiz Soares). Certamente são pessoas que não precisam usar o sus em cuiabá! Porque se tem uma coisa que não adianta é tapar o sol com peneira.... a verdade sempre aparece.
    Dizer que a má administração da saúde é culpa do Estado ou da União, é falta de conhecimento do assunto, é preciso informação para criticar. É importante saber que a gestão dos recursos do SUS tanto da participação da União quanto do Estado é da competência do município.
    Transferir a culpa da prisão do secretário soares para o pleito político, é só uma forma de desviar a discussão.
    Parabéns ao magistrado! Ações como essa renovam a esperando do CIDADÃO por uma capital melhor.

  • anairda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    É prefeito WS ve se escolhe melhor seu secretario de saude,
    Existem muitos medicos bons e comprometidos com a saude dos cuiabanos,
    apesar que so restam 03 meses do sr. na prefeitura
    gracas a DEUS....
    voce foi um prefeito tão ruim que não conseguiu um secretario de saude competente e honesto durante toda sua gestão..
    chegaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    acabou seu tempo...

  • macelo pires | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Ditinha do Pedregal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESCLARECENDO:

    PARECE QUE QUEREM JOGAR A CULPA NA CENTRAL DE REGULAÇÃO.
    EM PRIMEIRO LUGAR, A GESTÃO DA CENTRAL DE REGULAÇÃO EM CUIABÁ ESTÁ TOTALMENTE SOB RESPONSABILIDADE DO MUNICÍPIO.
    NEM SUPERINTENDÊNCIA DE REGULAÇÃO ESTADUAL EXISTE MAIS.
    O ESTADO FICOU APENAS COM UMA COORDENAÇÃO QUEM ENGLOBA O TRATAMENTO FORA DE DOMICÍLIO, OU SEJA, QUE ENVIA OS PACIENTES PARA OUTROS ESTADOS E A COORDENADORIA DE TRANSPLANTES.
    EMBORA A LEI VERSE SOBRE A SOLIDARIEDADE ENTRE O GESTOR E ESTADUAL E O MUNICIPAL EM CASOS DE LIMINARES,TODAVIA NÃO PARECE SER ESSE O MOTIVO QUE LEVOU O MAGISTRADO A DECRETAR A PRISÃO DO LUIZ SOARES.
    ALGUMA COISA PRECISA SER ESCLARECIDA; SEM CONTAR QUE ESSE FATO SERÁ BASTANTE PREJUDICIAL À CAMPANHA DO WILSON SANTOS.
    ISSO AÍ É CASTIGO. QUEM MANDOU O WS SE ENVOLVER COM O COMITÊ DA MALDADE?
    AGORA AGUEEENNTA!!!!

  • Rosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu tenho uma informação muito boa para vc Romilson, mais não sei se vcs ai vão verificar in-loco, No PSF despraiado, tem duas equepe de serviço, mas só conta uma, pois a outra até hoje não foi cadastrada, para fazer marcação de consulta e outras coisas mas, esta na hora de alguem tomar providencias. Seria interessante verificar esta informação, vai ajudar muito nossos moradores. Isso o Cabeção ai não verefica. Mais para mandar pessoas de bem imbora ele presta. Esse PSF foi perseguido por ele.

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Ediberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Rodrigo Araujo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não acredito que ele seja o culpado pelo calote em fornecedores, pois o dinheiro não sai da conta da SMS e sim Secretaria de Finanças de Cuiabá, através do Sr. José Carlos Carvalho Souza,

  • Paulo Roberto Silveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A notícia do RD News está incompleta. N]ao aponta o fato real que levou à decisão. Mas para mim está muito claro. Só nao sei quem arquitetou tudo. Se a turma da botina ou a turma da latrina. Eu aprendi a duvidar de tudo. Nesse caso duvido das intenções ocultas dessa prisão. A quem o juiz atendeu? Ao cidadão que precisava da cirurgia com certeza não, já que se a intenção fosse essa, o Meritíssimo determinaria que o hospital Xis ou Ypsolon internasse o paciente e realizasse a cirurgia. Acredito que o comitê da maldade que funcionou agora foi do Mauro Maggi (ops!) ou do Walter Rabo Preso (ops duas vezes!). O Valternir fez o nome dele conseguindo liminares obrigando hospitais a internarem pacientes. Engraçado que naquela época ninguém foi preso. Coincidentemente não era época de eleição como agora logo não havia candidatos desesperados para criar factóides e tentar o impossível: uma vaguinha num impossivel segundo turno. Êta pobreza.....

  • mário de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse secretário é um eminência parda na administração pública. incompetente, grosso e caloteiro. na administração passada do Roberto França deitou e rolou caloteando as empresas locais. no entanto, seu diretor financeiro, que era quebrado e ficou rico novamente, viajou seguidas vezes para fazer compra de uma empresa do Rio de Janeiro, que nunca deixou de receber.nesta eles não deram o cano. Será porque?

Mais jovem prefeito sucede familiares

Rog�rio Meira_400 jangada   O mais jovem entre os prefeitos eleitos e/ou reeleitos de MT, Rogério Meira (foto), tem um histórico de vida pública, mesmo tendo apenas 24 anos. Atualmente, ele exerce mandato de vereador por Jangada e foi eleito prefeito da cidade ao obter 1.699 votos, 9 a mais que o...

Base forte de EP para Mesa Diretora

juca do guaran� curtinha 400   A base do prefeito Emanuel Pinheiro para o segundo mandato, embora com quatro virtuais candidatos à presidência da Mesa Diretora, está construindo o discurso de que não pode rachar sob o risco de entregar o comando do Legislativo para a oposição....

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...