Últimas

Domingo, 17 de Fevereiro de 2008, 09h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CUIABÁ

Secretário João Carlos entra no páreo a vereador

  João Carlos Vicente Ferreira, que deixa o comando da secretaria estadual de Cultura nos próximos dias, resolveu colocar um ponto final quanto à indecisão sobre candidatura às eleições deste ano, se a prefeito de Barão de Melgaço ou se a vereador por Cuiabá. Optou por encarar o desafio na Capital. Essa opção foi possível por uma ironia do destino. O pedido de transferência do domicílio eleitoral de Cuiabá para Barão foi indeferido pela Justiça. Nesse caso, fica valendo o domicílio de origem.

   Em Barão, havia um grupo político, inclusive composto por ex-prefeitos, que estava empolgado com a possibilidade de João Carlos concorrer à sucessão do prefeito Ibson da Silva Leite (DEM), que não pode mais disputar o terceiro mandato consecutivo. Após consultar o governador Blairo Maggi, o secretário mudou-se para o município. Eis que dentro do PR surge outro pré-candidato: o empresário Dário Júnior. Este conta com apoio do deputado Mauro Savi, líder do governo Maggi na Assembléia.

   Para evitar queda-de-braço internamente e uma briga jurídica, já que teria de recorrer da decisão na tentativa de validar a transferência do título, João Carlos preferiu um caminho menos traumático. Ele se reuniu por duas vezes com o novo presidente estadual do PR, Moisés Sachetti, e anunciou que agora vai concorrer a vereador pela Capital.

  Os republicanos apostam que sairão das eleições de 5 de outubro com a mesma bancada de hoje, ou seja, dois vereadores, e com possibilidade de conquistar uma terceira cadeira. Entre outros pré-candidatos do PR estão os parlamentares Francisco Vuolo e Chico 2000, que ocupa a cadeira do licenciado Helny de Paula, outro que deve buscar a reeleição.

  • Clique aqui e veja a lista de pré-candidatos do PR a vereador por Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uma pena que Barão de Melgaço não contará com o senhor João Carlos e continuará nas mãos dos velhos coronéis que tratam a bela cidade como um curral. Barão de Melgaço é igual a Várzea Grande, ambas possuem dinheiro suficiente para proporcionarem qualidade de vida a sua gente, mas seus administradores pensam de modo diferente e, dá até agonia vendo esse tipo de coisa. Uma pena senhor João Carlos.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    JoÃo, acho melhor vc ficar onde está, seu trabalho é bom é reconhecido e tá na cara que o Governador Blairo Maggi não tem quem colocar em seu lugar.

    Pense...

    Que Deus abençõe vc e seus pensamentos, deixa a pressão de lado e faça o que vc realmente gosta.

  • Andre Pucinelli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho que as cobras criadas não vão deixar o João disputar, vão achar um jeito de melar ou inviabilizar sua possivel candidatura. Todo mundo tem medo, o primeiro medo foi do Júnior da Fishing em barão, que achou jeito de sacaneá-lo. Agora sei não... fica esperto

  • Nilson C. de Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se o povo de Barão quizer um prefeito de verdade, é só votar no capitão Aesio Magalhães. Esse é futuro e é hoje a bola da vez, conhece a realidade do municipio e está voltado para o engrandecimento de Barão de Melgaço.
    Viva Barão ! rumo a vitória, Capião AESIO MAGALHÃES esse é o nome.

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...