Últimas

Sábado, 10 de Março de 2007, 08h:29 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

EXECUTIVO

Secretário nomeia parentes no governo Maggi

    Com apenas dois meses no cargo, o secretário de Ciência e Tecnologia, ex-deputado Chico Daltro, já nomeou ou indicou ao menos três dos seus cinco parentes que ocupam cargos no governo Blairo Maggi. Todos exercem funções DAS com salário acima de R$ 2,5 mil. Presidente regional do PP, Chico Daltro tem o primo Helmut Daltro na direção do Fundo Estadual de Educação Profissionalizante. O outro primo Jefferson Luis Daltro Monteiro da Silva é diretor de Educação Profissional e Tecnológica (Ceprotec), com salário de cerca de R$ 3 mil mensais. 

    Neiva Daltro, outra prima, ocupa o cargo de superintendente da pasta conduzida por Chico Daltro. Magda Daltro, que seria cunhada do ex-deputado e agora secretário, está lotada na assessoria do Ceprotec. Na lista do nepotismo está ainda o primo do secretário Daltro, Oscemário Daltro, secretário-adjunto da pasta do Planejamento.

     Como secretário, Chico Daltro, que recebe R$ 11 mil por mês de salário, nomeou também outras 11 pessoas. Algumas delas atuaram como cabos eleitorais de sua campanha em 2006, quando disputou e perdeu para deputado federal. Teve 49.949 votos e ficou na primeira suplência. Daltro foi um dos que mais brigaram para o PP indicar secretaria e, consequentemente, se autobeneficiar com isso.

    Outro lado

    Apesar das evidências, o secretário nega prática de nepotismo. Para cada um deles, ele apresenta argumento, após consultar sua assessoria jurídica. Sobre Helmut, Chico Daltro afirma. "Ele (Helmut) é primo de terceiro grau, então não é meu parente". Enaltece a qualificação profissional do primo. Observa que Helmut foi diretor da Faculdade de Ciências Agrárias, vice e reitor da UFMT. "Ele tem um bagagem técnica fenomenal", afirma o secretário.

     Em relação a Jefferson, o secretário diz: "Ele é filho da minha prima. É professor concursado, tem qualificação". Chico Daltro garante que Neiva não é sua parente. O nome dela está relacionada na lista de nepotismo enviada por internautas ao RDNews. "Ela (Neiva) é minha conhecida, não é prima, não é parente", diz..

    Quanto a Magda Daltro, o secretário faz questão de comentar que o nome dela é Magda Furtado de Mendonça Daltro e que o fato de ser parente de terceiro ou quarto grau não pode ser considerado nepotismo. Sobre Oscemário, Chico Daltro argumenta que o primo atua na secretaria de Planejamento, não é do seu grupo político e que foi indicado pelo deputado e secretário-chefe da Casa Civil, João Malheiros.

  "Tem muitas informações inverídicas e ilegais. Só porque tem o mesmo sobrenome Daltro e, às vezes, nem alcança o grau de parentesco", comentou o secretário Chico Daltro, que até 2002 fazia oposição ao governador Blairo Maggi.

   O secretário de Ciência é Tecnologia fez questão de encaminhar ao RDNews suas argumentações por escrito a cerca do questionamento sobre prática de nepotismo.

   Eis o que disse Chico Daltro, na íntegra:

   "Estou cumprindo o que determina a Constituição Federal e a Resolução do Conselho Nacional de Justiça contra o nepotismo, que estabelece impedimento para: cônjuge ou companheiro (a), parente em linha reta até o terceiro grau (pais, avós, bisavós, filhos, netos e bisnetos); parente em linha colateral até o terceiro grau (irmãos, sobrinhos e tios); e parente por afinidade (pais, avós, filhos, netos, irmãos, enteados do cônjuge ou companheiro). Não tenho nenhuma pessoa nessa condição compondo o quadro da secretaria que atuo. Qualquer pessoa fora dos impedimentos legais, já citadas acima, pode eventualmente compor equipe que possa trabalhar, mas sendo rigorosamente avaliada pela formação, competência, experiência e dedicação ao trabalho. Acusação anônima e fora da lei deve atender a interesses escusos e levianos".

Cuiabá, 09 de março de 2007

Chico Daltro, secretário de Estado de Ciência e Tecnologia

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

R$ 71 mi já estão reservados para 13º

rogerio gallo 400 curtinha   Após os primeiros meses de "choradeira", pintando cenário do caos financeiro e administrativo, o governo estadual consegue, pela primeira vez neste 2019, fechar o mês com recurso provisionado para pagar o 13º dos cerca de 100 mil servidores. O secretário de Fazenda, Rogerio Gallo (foto),...

Jackson, enfim, nomeado ao TRE-MT

jackson 400 curtinha tre   O presidente Bolsonaro, enfim, escolheu, de uma lista tríplice, quem passa a compor o Pleno do TRE-MT no cargo de juiz titular, na categoria jurista, para dois mandatos de mandato. Trata-se de Jackson Francisco Coutinho (foto), que desde o ano passado já atua como juiz-membro substituto no Tribunal. Nos...

Com mais de 60 prefeitos e esposas

mauro mendes virginia 400   Acompanhado do governador e esposo Mauro, a primeira-dama Virginia Mendes recebeu para um jantar no Palácio Paiaguás, na segunda, mais de 60 primeiras-damas, além de prefeitos e outras autoridades. O governador, que promoveu o encontro, aproveitou para expor números, ações e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.