Últimas

Quarta-Feira, 07 de Janeiro de 2009, 21h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

FISCALIZAÇÃO

Sefaz mobiliza 350 PMs para checagem de IPVA

  Numa ação inédita, a secretaria de Estado de Fazenda, sob Éder Moraes, anunciou nesta quarta (7) a instituição de uma força-tarefa com mobilização de nada menos que 350 policiais militares com a missão de reduzir a inadimplência com Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O trabalho de blitz começa a se intensificar a partir do dia 20. Até lá, a Sefaz vai reestruturar a operação, com aquisição de cones, novos coletes e outros equipamentos e convênios com empresas de guincho. A gestão do IPVA está sob a Sefaz, apesar de sua vinculação com o Detran.

  Em busca de suporte técnico e operacional para o trabalho, Éder se reuniu com seu colega Eumar Novacki, secretário-chefe da Casa Civil e com representantes da pasta de Justiça e Segurança Pública, além do comando da PM e com a presidência do Detran. Ficou definido que 350 PMs vão atuar numa blitz conjunta nos principais municípios e estradas mato-grossenses. Será checado a regularização fiscal da documentação dos veículos que circulam em MT. Não há prazo para o trabalho ser concluído. O governo vai se utilizar de todas as ferramentas de fiscalização possíveis para recolher os débitos em atraso.

   “Até o dia 20 estamos alertando aos contribuintes com débitos de IPVA em atraso para que se regularizem espontaneamente e evitem transtornos, apreensão do veículo e multas”, avisa Eder. Para o secretário de Fazenda, é inaceitável que alguns cidadãos recolham o IPVA em dia, adequadamente, e outros não estejam preocupados em regularizar os débitos pendentes. “É uma medida de forte impacto e difusão do risco fiscal. Não podemos conviver com isso e não fazer nada, visto que a arrecadação do IPVA é destinada 50% para o Estado e 50% para o município. Portanto, é o cidadão que deixa de receber os recursos”, completa Eder, que fez mapeamento completo por município e onde se concentram os maiores devedores de IPVA.

   Segundo o secretário Novacki, o mesmo efetivo de PMs que atuará na área fiscal também vai coibir práticas de ilícitos criminais. “O governo vai investir em cones, coletes, entre outros equipamentos, para dar efetividade à ação”. Toda a ação de logística será coordenada pelo comandante-geral da PM, coronel Campos Filho.

Postar um novo comentário

Comentários (21)

  • Indio do Brasil Ferreira Araujo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sim, acho válida a acao por parte do Senhor Secretário, mais ao mesmo tempo gostaria de criticar a má conservacao das ruas e avenidas da nossa querida capital, pelos mesmos órgaos públicos, pois os mesmos só querem arrecadar e nada de reverter esses impostos em sinalizacao para preservar a vida destes mesmos contribuintes. Várias avenidas e ruas de Cuiabá nao tem a devida Sinalizacao ex: faixa de pedestre, placas, lombadas. Poderia nossos Secretários de Transito pára de inventar certas coisas que só acontecem em Cuiabá por exemplo: Vejam só umas Bolinhas que fizeram na Rua do Hospital Sao Matheus, uma vergonha, tenho uma S10 e para fazer o tal balaozinho tenho que passar por cima dos tradicionais tachoes, um disperdício do Dinheiro Público. O mesmo acontece lá no Palácio do Governo nos Fundos do Tribunal de Justica. Uma Vergonha. Tudo bem vamos arrecadar mais vamos aplicar e retornar esse Dinheiro que é do povo em benfeitoria na cidade e em cada Municipio nao em benfeitoria em propriedades particulares de certos políticos e governantes públicos. Pense neste recado Nobre Secretário, Presidente do Detran, e Secretário da SMTU. Fica aqui o meu desabafo como usuário e ao mesmo tempo Contribuinte. Indio do Brasil.

  • Carlos Batista | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É isso mesmo...tem que cobrar IPVA de quem não paga. O governo está certo de fazer essas ações. Fico feliz em saber que o Sr. Eder se preocupa com isso. Também vi hoje ele na praça Alencastro distribuindo a prestação de contas e achei muito bom.

  • Jorge Vagner de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É. VOCÊS DO GOVERNO TEM QUE TIRAR O SUADO DINHEIRO DO POVO PARA FAZER CONTRATOS DE CONSULTORIA DE UM MILHÃO E MEIO DE REAIS.

  • RONEI DUARTE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os governos Federal,estadual e municipal deveriam antes de tudo cumprir com sua obrigação propiciando ruas,estradas e rodovias seguras e bem pavimentadas, antes de exigir a obrigação do cidadão contribuinte. Ou no mínimo prestar contas para onde foi o dinheiro da arrecadação dos impostos do ano anterior, que deveria ser usado para manutenção das pistas de rolamentos.Quanto ao comentário acima sobre a prestação de contas nas feiras, considero pura demagogia barata, e até mesmo como campanha eleitoral extemporânea. Sou contra tirar 350 Policiais Militares do combate ao crime para transformá-los em engrenagens de arrecadação de impostos para o Estado. E o engraçado disso tudo é que diante da Crise Global do Sistema Capitalista Os nossos Governantes diminuem juros,aumentam o prazo de pagamento ,concedem novos empréstimos para as grandes empresas e pecuaristas, mas, não pensam duas vezes em apertar a corda dos pobres trabalhadores cidadãos contribuintes, aumentando a fiscalização e punição sobre os mesmos.

  • chiquinho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como se vê, para tributos, o governo desloca a PM, mas para dar segurança à população, falta policiais, por que não mandar os policiais aos bairros, inibir a violência, não seria uma tarefa mais digna para os valorosos policiais? E o governo ainda não sabe, ou faz olhos mortos, porque o Estado é considerado dos mais violentos do país, e enquanto isso, aumenta índices de assassinatos, assaltos, estupros, e o cidadão fica refém dos marginais.

  • João Moessa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para o Sr. Indiodobrasil que fez comentário sobre as pequenas rotatórias próxima ao Hospital São Mateus e Palácio Paiguás, as primeiras da SMTU e do Palácio do Estado.
    Não há nada de errado com as rotatórias, são feitas de taxão exatamente para que os veículos maiores ou motoristas ruins que não conseguem fazem a rotatória passem por cima dos taxões, nestas vias passam caminhões ônibus estes veículos passarão por cima da rotatória sem nenhum problema basta reduzir a velocidade.
    Engº João Moessa
    Detran/MT

  • Marcio da Cunha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Aproveitando a blitz, porque não aproveitam para tirar de circulação os carros que tem luzes azuis, aquela que deixa quase cego,os seus contra-encontro ?

  • marcio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    para penalizar o cidadao, tem policiais de sobra arruma ate 350, e para combater a violencia em nossa cidade, nos cidadoes somos refens dos bandidos, para com isso, precisamos de açao contra a violencia, e nao para sustentar essa maquina governamental pesada e inoperante, eu nao aguento mais pagar imposto, ano passado foi a placa que mudou de tamanho, este ano e um selo, acorda governantes, a galinha de ovo de ouro esta indo pro brejo, vc secretario de plantao, temos que cobrar o icms dos grande que nao pagam, isso da efeito na arrecadaçao.

  • Leonardo Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Srº Secretario Eder Muito boa a iniciativa de Vossa Senhoria e Exmo Srº Secretário Eumar Novack estão de parabéns.

    Mais gostaria de saber do Srº Secretário Eumar Novack ou Diogenes Curado porque não faz uma operação dessa para fechar as BOCAS DE FUMO que existem em Cuiabá e Várzea Grande???

  • Jr | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Excelente iniciativa, assim o estado poderá implementar a sua arrecadação e reverte-la em benefício a sociedade, parabéns Sec. Eder Moraes, todavia, existem alguns fatores externos que implicam no não cumprimento da obrigação por parte dos proprietário de veículos, é que alguns até pagam o ipva, mas na hora de retirar o documento o usuário não consegue por que o licenciamento está vinculadoa multas, que muitas vezes o cidadão nem tem conhecimento que elas existem e só ficam sabendo na hora, acho que se o estado de uma forma geral eleminar esse vínculo ajudaria no aumento da adimplência e ajudaria os proprietários a ajudar o estado no aumento de arrecadação. Secretário Éder Moraes, analise essa hipótese, resolveria o problema de muita gente.

Rejeição a Abílio sobe e cai a de EP

abilio junior 400 curtinha   Nos últimos 15 dias, o candidato a prefeito da Capital, Abílio Júnior (foto), do Podemos, viu a rejeição aumentar 12 pontos percentuais, quase um por dia, saindo de 19% para 31%, de acordo com a nova rodada da pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta pela TV Centro América....

Fávaro deixa governador em saia-justa

carlos favaro 400 curtinha   O senador interino do PSD, Carlos Fávaro (foto), que busca a reeleição, deixou o governador Mauro Mendes (DEM) em uma saia-justa em Barra do Garças. Mendes, que já declarou apoio no horário eleitoral ao candidato à sucessão municipal Wellington Marcos, do mesmo...

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...