Últimas

Quinta-Feira, 29 de Maio de 2008, 12h:01 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

SABATINA

Sem comando, Ager pode ter convênio suspenso


Márcia Vandoni vive expectativa da convocação para sabatina
Foto: Marcos Bergamasco

  O Estado corre o risco de interromper o convênio com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) por não ter nomeado ainda uma nova presidência da Agência de Regulação dos Serviços Delegados (Ager-MT) junto com a diretoria de Energia. Enquanto permanece o impasse na Assembléia Legislativa, entre aprovar ou não o nome de Márcia Vandoni ao comando da Ager, as fiscalizações periódicas junto às Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), por exemplo, ficam suspensas. Para fazê-las, exige-se a participação da presidência e da diretoria de Energia. Sem os dois no posto, os relatórios não têm validade. A Aneel tem convênio com Ager no sentido desta executar a fiscalização.

  O mandato da engenheira sanitarista Márcia Vandoni venceu em 24 de abril. Com isso, ela se viu obrigada a limpar as gavetas. Hoje, a Ager está sem presidente e sem diretor de Energia. O governador Blairo Maggi encaminhou pedido à Assembléia em defesa da recondução de Márcia à presidência da Ager e também do nome de Pedro Paulo para o cargo de diretor de Energia.

   Como a indicação de Márcia contraria interesses, devido a sua postura dura de não abrir concessões, alguns deputados passaram a boicotá-la. Isso está levando a Mesa Diretora a postergar ao máximo a sabatina para votar em plenário a indicação. O primeiro-secretário da Assembléia, José Riva, recuou da posição intransigente contra a proposta do Palácio Paiaguás de ter Márcia de volta na Ager. Agora entra em cena outro parlamentar. Trata-se de Dilceu Dal Bosco (DEM), com base eleitoral na Grande Sinop (Nortão). Dal Bosco é ligado ao empresário Éder Pinheiro, da empresa de transporte intermunicipal Real Norte, uma das que estão com a concessão vencida. Aliás, quase 70% das empresas que operam as 109 linhas do transporte intermunicipal em Mato Grosso estão com as concessões vencidas.

   Márcia Vandoni já esteve reunida com o Colégio de Líderes. O Paiaguás, por meio do secretário-chefe da Casa Civil, Eumar Novacki, também bateu a porta do Legislativo, em busca de um entendimento. Por enquanto, o impasse continua, enquanto o governo se mostra preocupado com tanta demora, o que pode trazer prejuízos e consequências na parceria com a Aneel. Cabe à Ager fiscalizar empresas de ônibus, a distribuição e geração de energia elétrica, definir tarifas do gás veicular e travessia de balsa.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Ermelinda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os senhores deputados deveriam estar preocupados com o que pode acontecer com o Estado e seus cidadãos e esquecer, nem que seja momentanemente, seus interesses pessoais. Por favor, deixem dessa briga de comadres!

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O ROMILSON, ÉSSA PENDENGA SOBRE A INDICAÇÃO DA MARCIA VANDONI JA ESTA ENCHENDO O SACO, O RIVA NÃO DEIXA, E O GOVERNADOR NÃO QUER CEDER.!!

  • valdomiro augusto costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a cidade de sapezal esta sendo muito sacrificado porque não tem nenhuma empresa que liga sapezal x cuiabá via caceres, a empresa grancargo transportes fazia a linha, mais infelizmente teve que sair por não ter o prolongamento da linha cuiabá x campos de julio até sapezal, e so quem tem poder de assinar ou autorizar é a presidente da ager, quer dizer a população de sapezal ficou sem a 2º via, não tem nenhuma empresa que liga sapezal com as cidades de comodoro, nova lacerda, conquista d oeste, p lacerda, p esperidião, cacho, caramujo, caceres e cuiabá. isso tirar o direito do povo de ir e vir assegurado pela constituição Brasileira.
    deixar um orgão tão importante sem presidente esse tempo todo é muita inrresponsabilidade do poder legislativo do estado de mato grosso.

    isso é uma vergonha.

    abraço

    valdomiro augusto costa

  • Fernado Fulanor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa ladainha não vai acabar não? dois meses para definir o cargo de Presidente. Afinal, quanto ganha uma Presidente de uma Agência? deve ganhar muito bem, para uma confusão dessas, tem que ganhar bem. Eu quero esse cargo.

  • Guilherme Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse assunto já está enjoando. Ou os Deputados provam alguma irregularidade feita por essa moça, que até aqui tem uma imagem imaculada de honesta e de competência técnica ou aprovam logo seu nome para se destravar o setor e as coisas poderem seguir o seu rumo normal.

    O que não pode é que picuínhas entre o Legislativo e o Executivo continuem travando a recondução para um cargo absolutamente necessário para a regulação de todos os serviços públicos concedidos.

    Quem está sendo prejudicado com isso é a populaçao!

  • erica | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pelo visto o boicote contra essa Marcia acaba estourando é no povo. Não tem graça o que está acontecendo é uma barbaridade pois pela matéria, parece que a decontinuidade do serviço já está acontecendo. Isso está ridículo tanto para o governo quanto para os deputadas.

Covid mata 20º pastor da Assembleia

aparecido domingues pastor cidao 400   Morreu neste sábado mais um pastor da Assembleia de Deus em consequência da Covid-19. Aparecido Francisco Domingues, o Cidão (foto), que era vice-presidente em Paranaíta, é o 20º pastor da Igreja em Mato Grosso a vir a óbito, após ser infectado pelo novo...

Os virtuais candidatos a governador

ygor moura 400   Mesmo que timidamente, alguns começam a externar, em privado, o desejar de disputar o governo estadual por um bloco de oposição, contrapondo o projeto de reeleição de Mauro Mendes. O empresário Ygor Moura (foto), da rede de clínicas de depilação Espaçolaser,...

Nomes "de fora" pra deputado federal

valtenir pereira 400   Enquantos os oito deputados da bancada federal de MT (Barbudo, Medeiros, Leonardo, Rosa Neide, Juarez, Bezerra, Emanuelzinho e Neri) vão em busca da reeleição, na esperança de continuarem em Brasilia por mais quatro anos, outros líderes correm por fora, dispostos a também entrar na...

Todos federais vão tentar a reeleição

carlos bezerra 400   Todos os oito deputados federais mato-grossenses estão trabalhando projeto de reeleição. Mas um resolveu espalhar, em paralelo, a ideia de tentar o Senado: Neri Geller (PP). Sabe-se, porém, que a jogada do deputado de Lucas do Rio Verde e que já foi ministro da Agricultura não passa de...

Mil cestas básicas vão para músicos

alberto machado 400   O secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está comemorando a decisão do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, que desenvolve ações sociais de forma voluntária, de disponibilizar mil cestas básicas para...

Assembleia cede espaço pra vacinação

Eduardo Botelho _ 400   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro procurou e encontrou apoio da Assembleia para ampliar locais de vacinação da população contra Covid-19. Em reunião nesta sexta entre o prefeito e os deputados Eduardo Botelho (foto), Paulo Araújo e João José, que preside a...