Últimas

Segunda-Feira, 05 de Janeiro de 2009, 16h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

LEGISLATIVO

Sem concurso, Assembléia cria 65 novos cargos


Fachada da Assembléia, que amplia sua estrutura de pessoal

 Sem concurso público, a Assembléia, sob Sérgio Ricardo (PR), criou nada menos que 65 novos cargos. A proposta é de autoria da Mesa Diretora. Agora, os deputados terão direito a contratar 17 chefes de gabinete, 24 assessores jurídicos e 24 assessores de imprensa. No caso de chefia de gabinete, será para os parlamentares que não compõem a Mesa. O deputado José Riva (PP), que assumirá o comando da AL em 2 de fevereiro, pela quarta vez, argumenta que essas contratações já estavam previstas desde a época em que esteve na presidência da Casa pela última vez (2005-2006).

   "Os gabinetes têm deficiência de assessores", enfatiza o progressista. Para ocupar o cargo de assessor jurídico é exigida formação superior em Direito e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Já para assessor de imprensa, que é destinado exclusivamente aos jornalistas, é preciso que se tenha o registro profissional junto à Delegacia Regional do Trabalho. A AL possui hoje mais de mil funcionários.

   O Legislativo, que realiza quatro sessões semanais, congrega 24 deputados. Cada um ganha R$ 12,7 mil mensais e tem direito a R$ 15 mil de verba de gabinete e controle R$ 30 mil de despesas de gabinete e tem veículo Corola à disposição. Em cada gabinete são mais de 20 assessores. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • josé | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ISSO E UMA VERGONHA ? CRIAREM ESSES CARGOS SÓ D FAXADA VESPERA DE ELEIÇÃO VCS AI DA AL TEM QUE CRIAR CONCURSOS AI
    AQUELES QUE TIVER BOM DESEMPENHO SENDO CONCURSADO A EXERCEREM A FUNÇÃO E NÃO COLOCAREM AQUELES Q VCS MESMO QUER QUE ESTEJE LÁ

    PENSE NISSO SENHORES PRESIDENTES DA AL DE MT
    E DE OPORTUNIDADE PRA O POVO AQUI FORA

  • Sebastiana de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Antonio Aquino da silva, você não se lembra de quando o Dep.Gilmar Fabris, foi Presidente da assembléia e fez um concurso público? te garanto pro incrível que pareça foi o mais honesto e sem apadrinhagem e sem falcatruas, daquela Cada de leis só passou um funcionário, maioria absoluta de outros estados e não tinham padrinhos.Estou dizendo isto porque fui funcionária de lá por quase 33 anos.Agora quanto a diferença do PCCS (aposentados) e adicional só falam em nos pagar em época de elições do SINDAL, ASSALMAT ou para Deputados, esta é a casa de leis de Mato Grosso.

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a todos matogrossece olhe bem o q o senhor jose riva esta fazendo.
    em 2010 vamos votar não se esquesam

  • LUIZ SILVA MALDONADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE DEPUTADO RIVA E O MAÕ SANTA SÉRGIO RICARDO MANIPULAO 12 MILHO~ES DE REAIS DA ASSEMBLÉIA CADA UM DELES TEM MAIS DE MIL FUNCIONÁRIOS PARTICULAR,E ESSES NOVOS CARGOS É UM AFRONTO AO NOSSO POVO HUMILDE DE MT COMO QUE O MINISTÉRIO PUBLICO NÃO FAZ NADA DIANTE DE UMA VERGONHA DESSAS. O SÉRGIO MAO SANTA ACABOU DE INALGURAR UM EMPREENDIMENTO CÁRISSIMO EM CUIABA O TAL DE ALFAVILLE BUFEE E AÍ?

  • Éber José de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tem poucos comentários este tipo de notícia. É aqui que está o grande erro. Tota estrututa (pseudo estatal) temq

  • Créu no Povo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Porque não fazem uma audiência pública para saber a opinião de quem vai pagar esta conta?

    O poder legislativo e suas vinculadas no Estado são um câncer em metastase.

    Somente o Povo poderá estirpa-lo.

  • walter de sousa casalli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0




    Oi, psiu eu tambem quero um cargo na Assembleia de MT. Se nao me derem irei até o STF. Isso e uma vergonha e uma afronta a Constituiçao Brasileira. Os deputados estão pensando que o nosso dimheiro e capim !!!!

  • Alberto Roberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É brincadeira essa AL, por isso que dizem casa do povo, os chefões pegam 65 pessoas ligadas a eles e simplesmente colocam lá dentro, e o povo carregam esses malas nas costas com impostos e mais impostos para pagar esses salários.

    Está certo que DAS é cargo de confiança, mas muitos desses funcionários são exonerados por improbabilidade administrativa ou por estarem tirando dinheiro dos cofres públicos, porque eles não fazem concurso? não dão oportunidades para pessoas de bem e de caracter que estão aqui fora?? Mas essa é a vida, como dizem Manda quem pode, obedece quem tem juizo!!!

  • Paulo Roberto de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Enquanto a plebe não aprender a votar, vai ser assim por
    um longo tempo. Olham o naipe dos deputados que estão na
    Assembléia, numa sessão se parar uma ambulância ao lado
    da dita Casa de Leis, não fica um parlamentar, a maioria
    sai gritando sujou, sujou....kkkkkkkkk

  • Luiz Antonio Modesto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meus amigos, estes 65 cargos criados na Assembléia principalmente pelo Sr.Riva (e Sérgio Ricardo), são 65 cabos eleitorais, somando e multiplicando com seus familiares, quanto votos não sai daí? o Riva tá de olho no Senado, e como manda, comanda e tem todo poder na Assembléia, faz o que quer com o dinheiro público. Se esquecendo que funcionários da ativa e inativos tem direito para receberem e nada de pagar? Cadê o SINDAL? sabe onde está no bolso do Rivinha eita poder heim? espero que não vete este ok Romilson?

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.