Últimas

Quarta-Feira, 27 de Maio de 2009, 13h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

MINISTÉRIO PÚBLICO

Sem concurso, Ferra cria mais 50 cargos de assistente

   Sob justificativa de que precisa estruturar as promotorias do interior, o procurador-geral de Justiça do Estado, Marcelo Ferra de Carvalho, criou nada menos que 50 cargos de assistente no Ministério Público Estadual (MPE). Encaminhado em caráter de urgência urgentíssima pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, o pedido de Ferra foi aprovado por unanimidade.  O curioso é que todos os cargos serão comissionados, os chamados DAS. “Não vamos realizar concurso porque são cargos no interior do Estado. Acreditamos que não teríamos demanda”, justifica o secretário-geral do MPE, procurador Mauro Curvo.

  Com orçamento de R$ 28 milhões, o MPE conta atualmente com 26 procuradores, 195 promotores e 100 assistentes ministeriais. Segundo Curvo, existem promotorias do interior que não têm assistentes, só contam com o promotor. “Só tem o prédio e o promotor, faltam funcionários e a situação é complicada”, argumenta. Segundo a proposta aprovada pelos deputados mato-grossenses, para ocupar o cargo é preciso ser bacharel em direito. O salário inicial é de R$ 2,6 mil.

   A remuneração dos promotores e procuradores varia de R$ 13,2 mil a R$ 22 mil, de acordo com o cargo e a entrância. O pedido de Ferra foi visto com bons olhos pelos deputados. "É muito importante termos bons juízes, mas também precisamos de defensores públicos para garantir os interesses da população desfavorecida", defende o deputado Carlos Brito (PDT).  (Patrícia Sanches)

-------------------------------------------------------------------
Clique no play
e veja as declarações do deputado Carlos Brito

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • janaina santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Primeiramente, é preciso esclarecer que muitas vezes a lei permite a contrataçao sem concurso publico.
    Quanto ao comentario do Dep. Carlos Brito é claro que ele sabe bem quem é Marcelo Ferra, chefe do MP.e, a luta do Dep. Carlos Brito que sempre foi um defensor dos mais humildes de Cuiaba e do Estado é por melhorias para a Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso.
    A Defensoria vive com o pires na mão, sem os Defensores receberem subsidio igual ao dos promotores de justiça e tampouco com a estrutura que os membros do MP possuem,
    Senhores Deputados e Sr. Governador, os pobres desse Estado precisam e merecem serem atendidos por profissionais valorizados e respeitados, Nao existe diferenca entre Promotor de Justica e Defensor Público, talvez a diferenca e que os Defensores nao podem oferecer DENUNCIA.

  • kátia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    eta lele, é tudo farinha do mesmo saco mesmo. quero até ver quantos desses cargos ficarão a disposição da assembléia. jogo com cartas marcadas. como disse o internauta ai em cima; começou bem em dr marcelo

  • observador atento | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Janaína, lógico que existe diferença: são os concursos fajutos da defensoria. Todo mundo sabe o porquê o Dep. Carlos Brito defende tanto a instituição (advinha).
    Há defensores que sequer foram para o interior.
    Agora, também tenho minhas críticas quanto ao Ministério Público (eta classe desunida), tenho certeza que alguns comentários este site são de dentro.
    Entretanto, só idiota acha que os deputados irão indicar os cargos dentro do Ministério Público. Estes que comentaram acima, se caírem de quatro na grama, pastam. Quanta ignorância.

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESTE É O LANCE! BONDE DA ALEGRIA PRA TUDO QUANTO É LADO! REQUISITO, SER AMIGO E CONHECIDO DO HOMEM, QUANTO AO RESTO, NÃO TEM IMPORTÂNCIA! VIVA ESTE BRASIL DE FAZ DE CONTAS!

  • Antonio Moreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como confiar nas ações do MP?
    É o primeiro a dar o mau exemplo.
    Pobres de nós mortais, que ficamos com a falsa impressão que temos do PM como guardião da sociedade.
    Quem fiscalizará o MP?
    Começou muito mal sua gestão Sr. Ferra!!
    Estamos todos ferrados!!!
    TÁ TUDO DOMINADO!!!!!!

  • naldo rosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    acho a atitude excelente, porém, porque pagar tão pouco para o assistente...

    ou alteram o requisito para segundo grau ou aumentam o salario do cargo, pois a diferença é muiiiittooooo grande entre o assistente e o promotor...

    porque quem faz a maior parte do trabalho, todos sabemos que são os assistentes, os promotores apenas corrigem e assinam... ou estou mentindo...

  • Cida Amorim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Até compreendo a solicitação do procurador mas não entendi o que Carlos Brito tem com isso. Ahhh..ele sabe tudo sobre a Defensoria Pública deste Estado. No passado conseguiu beneficiar, via concurso (aqueles que todos conhecem!!!!), a mulher (hoje ex-esposa) e a cunhada (hoje ex-cunhada).

  • Cida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só um detalhe: Marcelo Ferra é chefe do Ministério Público Estadual, dep. Carlos Brito...

  • henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SO POR QUE E INTERIOR NAO TERIA DEMANDA PRA UM CONCURSO - OHHHHHHHH COITADINHO - TAO INGENUOOOOOOOOO

  • Carlos Eduardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    coisa feia hem MP fazer campanha para próxima gestão usando de dinheiro público! só não vê quem é cego o nobre procurador esá querendo agradar os amiguinhos promotores do interior do estado e dessa forma ter a próxima eleição garantida. Assim todo mundo pode oferecer cargo público de presente para esposas, cunhados, filhos, sobrinhos.. Seguindo o exemplo do procurador geral que tem como cargo de confiança sua esposa.

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

PSB deve ficar fora da aliança de EP

max russi curtinha 400   O PSB, presidido pelo deputado Max Russi (foto), pulou mesmo do barco de Emanuel Pinheiro. Deve formalizar apoio à candidatura de Roberto França ao Alencastro. O PSB não consta na lista oficial de siglas que estão com o prefeito, que busca à reeleição. Os 11 que estão...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.