Últimas

Quarta-Feira, 31 de Outubro de 2007, 10h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

SEGURANÇA PÚBLICA

Sem licitar, governo gasta R$ 638 mil em armas

  O governo do Estado anunciou a compra de novos armamentos para as polícias, mas não especificou o valor que será gasto com aquisição de pistolas, carabinas e metralhadoras. Sob Carlos Brito (PR), a secretaria de Justiça e Segurança Pública fechou um contrato no valor de R$ 638 mil com Forjas Taurus S.A, com validade de três meses. Não houve licitação.

     Segundo a secretaria, Mato Grosso será o primeiro Estado a adquirir um Taser, que está incluído na compra. Trata-se de uma pistola com dispositivo eletrônico de contenção. Ao ser acionada, causa incapacitação neuro-muscular, que provoca imediata perda do controle neuromuscular, debilitando temporariamente mesmo se tratando de indivíduo mais forte, com risco mínimo de ferimentos.

    As armas serão destinadas ao Batalhão de Operação Especiais da Polícia Militar, ao Grupo de Operações Especializadas da Civil e à Guarda das Unidades Prisionais. (Pollyana Araújo)

(Atualização às 12h50) - A secretaria de Justiça e Segurança Pública, por meio de assessoria, esclarece que foram duas compras distintas, ambas dentro da modalidade de inexigibilidade, ou seja, sem necessidade de licitação por só existir uma empresa que contempla as exigências do edital. Com R$ 638 mil, a Sejusp adquiriu 300 pistolas calibre .40 da Taurus para a Polícia Civil. Num outro processo foram comprados 100 armas Taser por R$ 255 mil. Os investimentos, nesse caso, chegaram a R$ 365 mil, considerando que a Sejusp gastou mais R$ 110 mil para contratação de instrutores e treinamento.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Francisco T. da Silva | Quarta-Feira, 12 de Maio de 2010, 18h21
    0
    0

    Armas Taser são um "mundo novo". Tudo é diferente: a arma, a munição, a forma de mirar, a forma de disparar, etc. Para se ter uma idéia, da arma Taser saem simultaneamente duas "balas" em ângulos diferentes dependendo da munição e da distância. Para ministrar instrução Taser é necessário deter o conhecimento profundo da tecnologia e conviver com ela todo dia. Além disso, há também outros problemas... Dentre esses, está o fato de grande parte dos policiais ainda não haverem absorvido a postura de profundo respeito aos cidadãos (é difícil falar disso), mas os instrutores da Taser, além de ministrar treinamento Taser, dedicam parte do tempo do treino incutindo na mente dos alunos - sejam policiais ou guardas municipais - a suma importância de que as armas Taser sejam apenas utilizadas se absolutamente necessário e, em qualquer hipótese, respeitando quem está sendo abordado. Junior, pense bem: se os policiais já abusam com as armas de fogo, o que acontecerá quando receberem armas não-letais eficazes como o Taser? Já se tentou formar "multiplicadores de multiplicadores" de conhecimentos das armas Taser nas polícias, mas, o resultado não foi sequer satisfatório. Os treinamentos vão sofrendo degradação e o altíssimo padrão de qualidade se perde desde a primeira "multiplicação de multiplicadores". Não sei quantos homens foram, ou serão, treinados por R$110.000,00, mas, em minha opinião, o valor mínimo de um treinamento Taser é de R$500,00 por aluno. Mas, repito, não sei quantos alunos foram treinados, portanto, não sei sei se o valor foi justo...

  • junior | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gastar R$ 110.000,00 somente em instrução básica para aplicação de uma arma não letal é no minimo incoerente e irresponsavel, já que é plenamente possivel repassar a técnica a um pequeno grupo de alunos que servirão de multiplicadores. Porém, tratando-se da atual gestão da SEJUSP a incoerência faz parte de uma estratégica que encobre interesses pessoais e politiqueiros muito obscuros. Estamos de olhos SECRETARIO CARLOS BRITO.

Sorriso tenta aval para conceder RGA

estevam calvo 400   A Prefeitura de Sorriso quer pagar RGA aos servidores, mas não encontrou até agora respaldo legal para assim proceder, considerando a Lei Complementar 173/2020 que, no contexto da pandemia, proíbe reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste...

Ambulância doada pela CBF para MT

Aron Dresch 400   O governo estadual recebeu doação de uma ambulância da CBF como forma de reconhecimento à dedicação dos profissionais da Saúde e dos serviços que estão sendo prestados durante a pandemia. O Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, foi escolhido para...

Fávaro, relatório e vacina sem Anvisa

carlos favaro 400   O senador mato-grossense Carlos Fávaro (foto), eleito na suplementar do ano passado, está comemorando a aprovação pelos colegas do seu relatório ao Projeto 1315/2021, que libera a importação de vacinas e insumos para o combate à Covid-19 no Brasil e sem depender do...

TRE intima deputado pra se defender

gilberto cattani 400   O TRE já citou o deputado Gilberto Cattani (foto) e o comando do PRTB para se manifestar sobre o pedido do suplente Emílio Populo, que quer a perda do mandato do recém-empossado por infidelidade partidária. O relator é o jurista Sebastião Monteiro. Cattani apresenta defesa na...

DEM tem derrotados em 2020 pra AL

anelise silva 400   Alguns filiados do DEM do governador Mauro Mendes estão se movimentando por conta própria, visando as eleições de deputado estadual no próximo ano, alheios ao comodismo do presidente regional do partido, ex-deputado Fabinho Garcia. Em Cáceres, por exemplo, dois são cogitados para...

Vereadores vão devolver a VI de abril

agostinho carneiro 400   Presidida por Agostinho Carneiro (foto), a Câmara Municipal de Ribeirãozinho, um dos menores municípios do Estado, com cerca de 2,5 mil habitantes, decidiu suspender o pagamento da verba indenizatória deste mês de abril de todos os seus nove vereadores. Com isso, os R$ 9 mil que iriam para o...