Últimas

Quarta-Feira, 24 de Outubro de 2007, 14h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

MEIO AMBIENTE

Sema loca 12 veículos por R$ 40 mil mensais

     A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), sob Luis Henrique Daldegan, que está enfrentando um fogo cruzado, acaba de fechar contrato para a locação de mais 12 veículos. Agora, a Sema gastará mais R$ 40 mil com despesas de veículos por mês. O contrato foi assinado pelo diretor executivo do Fundo Estadual do Meio Ambiente (Femam) Moacir Couto Filho e pela representante da empresa Quality Aluguel de veículos Ltda, Mônica da Mata Pinto.

     A Sema que conta com um orçamento de R$ 43 milhões para 2008, é uma das pastas mais complexas do governo Blairo Maggi. Enfrenta até uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada pela Assembléia para apurar denúncias de irregularidades e morosidade na liberação de licenças ambientais e nos planos de manejos florestais.

      A melhoria na estrutura física do órgão vêm sendo reinvindicada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Sema (Sintema), bem como a aquisição imediata de 42 veículos novos. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Dani Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É bem essa a situação da SEMA. Não sei por quais motivos (na verdade, sabemos sim) o atual secretário sempre opta pelas opções que custam mais ao governo, consequentemente nosso bolso. É assim com a opção de locar carros, assim como com a contratação, à revelia, de pessoal terceirizado. Porque, ao invés dessas contratações, o senhor secretário não trata de providenciar a nomeação das pessoas que forma classificadas no último concurso. O prazo para tal está expirando. Será que essa situação insustentável irá continuar?

  • jossy marie torres bortolo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Empreguismo, Clientelismo, Perseguição e Incompetência. Essas palavras resumem a atual gestão ambiental do Estado de Mato Grosso. O governador, não dá para entender, a questão ambiental é o seu calcanhar de aquiles, tal a repercussão negativa dos atos do seu secretário e sub que usam o órgão ambiental para obter ganhos e satisfazer grupelhos que lá existem, ambos sem compromisso com a sustentabilidade ambiental, mas as suas sustentabilidades econômicas. Abra o olho governador, o seu governo está se desgastando de forma irreversível graças a essas pessoas que estão a frente da sema, pois não há compromisso técnico com a área, demonstradas pelas inúmeras irregularidades praticadas pelos atuais gestores desse órgão.

  • RICARDO ARRUDA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    COM ESSE VALOR SE COMPRA UM CARRO POR MES, MULTIPLICA X 12 MESES, EM UM ANO SE TEM 12 CARROS NOVOS, ALEM DO VALOR DO BEM, QUE SÃO OS CARROS, ALUGANDO, O DINHEIRO VAI, E NÃO VOLTA...........

  • Cláudio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dá de comprar 2 carros populares por mês.. O preço do aluguel acaba saindo isso mesmo, o preço foi até bom. Só é uma pena que se perca com alugueis..

  • afranio lucas de rezende | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Secretário perdulário, que não têm rigidez nos gastos públicos, e nomeia pessoas sem perfil técnicos para as duas novas secretarias adjuntas, além de um secretário adjunto denominado bathilde, muito conhecido por proprietários rurais pela exigência de "troca de favores".

  • joão Paulo de Campos Teixeira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de saber como está o trâmite do processo que o ministério público federal impetrou para apurar a responsabilidade da sema em relação as incessantes queimadas que atormentaram a vida dos cuiabanos por mais de 2 meses. Isso não pode cair no esquecimento, precisamos saber se os responsáveis pela autorizações das queimadas serão punidos e ficará tudo por isso mesmo, ou seja, impunidade. Enquanto isso, lá na sema, o secretário e o sub continuam abusando de suas autoridades, assinando documentos ilegais, desrespeitando técnicos de carreira, e gastando dinheiro público sem responsabilidade. E a CPI, será que vai continuar fechando os olhos para com as irresponsabilidades na gestão da sema?

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

MAIS LIDAS