Últimas

Sexta-Feira, 07 de Novembro de 2008, 12h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

ARTICULAÇÃO

Senadores reforçam idéia de moratória, diz Éder

 O secretário de Fazenda, Éder de Moraes, disse que sua proposta dos Estados suspenderem o pagamento dos juros e encargos da dívida pública por dois anos (2009 e 2010) ganhou respaldo no Congresso Nacional. Ele esteve reunido em Brasília, nesta quinta, com 12 senadores e vários deputados federais. De acordo com o novo trator do governo Blairo Maggi, todos gostaram da idéia da engenharia porque o dinheiro que seria utilizado para saldar juros e correções monetárias iria para um fundo com vistas a consolidar projetos voltados ao desenvolvimento regional.


Em Brasília, secretário Éder de Moraes fala aos senadores, entre eles Lúcia Vânia, Jayme Campos e Gilberto Goellner

   Para Éder, o governo federal está socorrendo a iniciativa privada diante da crise econômica internacional e poderia também atender aos governos estaduais com perdão dos juros e correções das dívidas ao menos por dois anos. Mato Grosso teria no caixa cerca de R$ 600 milhões por ano se deixar de pagar juros e encargos de sua dívida junto à União.

  Como já existem leis que levam nome de seus idealizadores, como a Lei Kandir e a Lei Maria da Penha, alguns parlamentares brincaram, durante a reunião, ao dizer que pode estar surgindo a "Lei Eder Moraes". Com a propagação em defesa da moratória por dois anos, o secretário voltou de Brasília empolgado por causa dos rasgados elogios recebidos. Bem articulado, Eder tem ganhado destaque nacional por alguns trunfos administrativos. Sob sua gestão, o Estado incrementou a arrecadação e, ainda na área do fisco, o secretário tem adotado medidas que aproximam o governo da comunidade, como a idéia de visitar e inspecionar in loco obras nos municípios que tenham recursos do Estado.

    Sudeco

    Ainda em Brasília, Éder de Moraes conta que debateu com os senadores Lúcia Vânia (PSDB-GO), que preside a Comissão de Desenvolvimento Regional, Valter Pinheiro (PMDB-MS) e os mato-grossenses Jayme Campos e Gilberto Goellner a proposta de recriação da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e também a instalação do Banco de Desenvolvimento do Centro-Oeste. Os parlamentares ouviram opinião dos secretários de Fazenda de Goiás, Mato Grosso, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul. As duas propostas ganharam respaldo dos Estados, por meios de seus secretários.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Antonio Neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É muito bom saber as notícias do nosso Estado, principalmente quando tem secretário que se preocupa em informar a população das ações que realiza. Fiquei feliz em saber desta notícia.

    Parabéns secretário pelo dinamismo e a boa vontade em informar o povo de MT das atividades realizadas em Brasília.

  • Roberto Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É possivel que alguns e-mails falem mal do Éder, mas cá pra nós , o homem é foda !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Genoino | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que tal o Estado oferecer uma moratória para as empresas aqui instaladas?

  • carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Enquanto isso, na Segurança o Sr Curado está dormindo.............
    Secretário se gue o exemplo do Eder, tira o trazeiro da cadeira e vai a luta, a população não aguenta mais a falta de segurança. Se não tem competencia pede pra sai..........

Mauro e vitórias na briga de decretos

mauro mendes 400 A estratégia do governador Mauro Mendes (foto) de articular com os Poderes a edição do decreto de toque de recolher vem dando frutos. O governo publicou decreto impondo toque de recolher das 21h às 5h, com fechamento do comércio às 19h. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, discordou e fez...

Prefeito é intubado e pode ir para SP

Prefeito de Tapurah Carlos Alberto Capeletti   É grave o quadro de saúde do prefeito de Tapurah (432 km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD). Após piora, ele precisou ser intubado nesta quinta (4). Foi internado na terça (2), após testar positivo para Covid-19, em uma UTI no Hospital 13 de Maio, em...

Setasc doou 330 mil cestas básícas

Rosamaria 400 curtinha   A Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc), sob Rosamaria de Carvalho (foto), já entregou mais de 330 mil cestas básicas desde o inicio da pandemia, sendo 110 mil em Cuiabá e Várzea Grande. E como assistência social foi considerada como serviço essencial,...

Interinos ficam sem cargos no TCE

jose carlos novelli 400 curtinha   Com o retorno dos conselheiros do TCE, Antonio Joaquim e José Carlos Novelli (foto), dois substitutos perderam os postos não apenas nas relatorias, como também ficam sem os cargos na gestão. É o caso de Isaías Lopes da Cunha, que deixou de ser ouvidor-geral, sendo...

MT perde José Afonso Portocarrero

portocarrero-400   Morreu nessa quarta  (3), aos 93 anos, José Afonso Portocarrero (foto). O ex-presidente dos extintos  Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat)  e Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat)  morreu de causas naturais. Viúvo, deixa quatro filhos.  Na vida profissional, foi o responsável...

Secretários filiados e sem pretensões

Beto 2x1 400 curtinha   Presidente do DEM em Cuiabá, o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 x 1 (foto), disse, em visita ao Rdnews, quando concedeu entrevista à tvweb RDTV, que alguns colegas secretários estão filiados ao partido, mas isso não significa que eles...