Últimas

Quinta-Feira, 17 de Janeiro de 2008, 13h:16 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VALE A PENA RECORDAR

Sérgio levou até "sanguessugas" para palanque

  O presidente da Assembléia, deputado Sérgio Ricardo, conseguiu construir um palanque com "pesos pesados" da política em sua campanha a prefeito de Cuiabá, em 2004. Mesmo assim, foi barrado no primeiro turno. Teve 68.979 votos e ficou em terceiro lugar entre os oito concorrentes. No inédito segundo turno, o tucano Wilson Santos venceu o petista Alexandre Cesar.

   No comício que marcou a largada de sua campanha, Sérgio levou para o palanque até deputados que vieram depois a ser denunciados por envolvimento na máfia das sanguessugas, como Ricarte de Freitas (PTB), Celcita Pinheiro (PFL e hoje DEM) e Pedro Henry (PP), que está com mandato cassado e se sustenta no cargo por força de uma liminar obtida no TSE.

    Ricarte, por exemplo, se apresentou ao público de  chapéu. Fez um discurso empolgado e disse que Sérgio Ricardo ganharia no primeiro turno. Chico Daltro (PP), hoje secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, também destacou a candidatura de Sérgio. "Sérgio é trabalhador e anda de bairro-em-bairro", afirmou Pagot, em defesa do hoje presidente da AL. Também discursaram o governador Blairo Maggi e o senador Jonas Pinheiro.

   Hoje, praticamente quatro anos depois, Sérgio Ricardo está, de novo, no páreo como pré-candidato, agora pelo PR. Continua tendo ao lado alguns daqueles do palanque de 2004, como Maggi e Pagot. Já os progressistas Henry e Daltro contam com a candidatura de Walter Rabello (ex-PMDB), enquanto Jonas, Celcita e Iraci França batem cabeça no DEM a procura de projeto rumo ao Palácio Alencastro.

         Clique no play e confira os aliados de Sérgio Ricardo no palanque de 2004.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Arnaldo di Paula | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Umas das condições que levam uma candidatura majoritária ter êxito é o conjunto de seus militantes. Não basta ter apenas caciques no palanque do candidato a prefeito porque não serão eles que estarão no dia a dia e no corpo a corpo nos bairros da cidade. Os candidatos a vereadores que compõem a chapa do prefeito são os principais carreadores de voto que ele precisa. Os Senadores, os deputados Federais, os estaduais, os secretários de governo e outros colaboradores juntamente com o governador são os coronéis, mas, CABO ELEITORAL de verdade é aquele que carrega o piano.

  • Jussania Dias Moura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A bem da verdade, todos os candidatos para alcançarem êxito em suas candidaturas necessitam de aliados, tanto financeiramente como a título de mão de obra (cabos eleitorais) e como se sabe todo político de mandato possuí sua base eleitoral e uma forma de atingir esse eleitorado é formando alianças. Caso isso não venha a ocorrer o candidato perde eleição volta prá casa e é esquecido. E tenho certeza que com todo o trabalho realizado pelo Deputado Sergio Ricardo durante todo o ano em tempos de eleições certamente saberá definir metas e alcançar objetivos.

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...