Últimas

Quarta-Feira, 30 de Maio de 2007, 10h:58 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Serra é bonitinho!

     Não vou dar uma de Marilena Chauí que depois de uma reunião com Lula disse aos jornalistas: quando Lula fala uma luz se ascende. Exagero ou escuridão total à parte, ouvir Fernando Henrique Cardoso falando da postura ou descompostura oposicionista do PSDB, acalma minha impaciência. Ele criticou a "oposição simbólica" exercida pelo partido e relembrou alguns princípios que nortearam sua fundação.
     Sem nhenhenhém, Fernando Henrique falou da importância de retomar a discussão de políticas públicas, marca registrada do partido e que fomentou todas as ações dos governos tucanos. É preciso acabar com essa conversa de "nunca antes na história do Brasil", disse o ex-presidente referindo-se à balela retórica e reincidente de Lula.
     Aécio Neves falou logo depois de Serra. Aliás, justiça seja feita, o quadro de governadores do PSDB é de primeira, mas voltemos ao Aécio Neves. Ele discursou com a desenvoltura de quem foi criado em palanques, fez piadinhas com Serra como se grande amigo fosse e mesmo sem convencer disso, as piadinhas eram até engraçadas. O salão estava cheio. Do lado esquerdo estavam os jornalistas e do lado direito as autoridades passavam apressadas ao fim do seminário a caminho de outra reunião, que aconteceria do outro lado da rua. Todas as autoridades passaram pelo lado direito, menos Aécio, que foi para a platéia que reagiu tal qual as fãs de Jerry Adriani nos anos da Jovem Guarda. Repentinamente, quase que do nada, surgem três ou quatro mulheres e com semigritinhos se atracaram em Aécio para uma seção de fotos. Um assessor do governador, ao ver minha cara de espanto e graça, se apressou em comentar:
      - A mulherada não larga o Aécio, elas ficam loucas.
      - Entendo!, respondi e continuei: - Você é assessor dele, né?
      - Não, nem de Minas eu sou.
      - Entendo! Me diz uma coisa, é assim em todos os lugares que ele passa?, perguntei ao não assessor e não mineiro. Ele se empolgou e respondeu:
      - É, em todos os lugares onde a gente passa é assim, uai. A mulherada fica querendo chegar perto, pegar, tirar fotos. Deve ser o carisma.
     Não agüentei a mancada do não mineiro e disse já saindo sem esperar pela resposta:
      - Concordo. Deve ser o carisma, porque ele nem é tão bonitinho assim. Achei Serra mais charmoso.
     O pré-candidato à presidência Aécio é um dos melhores marqueteiros de si mesmo que já vi nos últimos anos. Ele está certo. Faz parte da política! Está tentando mostrar ao partido que ele é o nome ideal para ser o candidato em 2010. É bom administrador, isso é inquestionável. Ele sabe delegar funções e dividir atribuições, sem que seja necessário criar um primeiro-ministro estadual. Como deve ser a visão e postura do bom administrador público, que não centraliza a administração em suas mãos. Mas que foi meio apoteótica sua saída do seminário, isso foi.
     O PSDB está tentando tirar uma carteira de identidade, parece ter percebido que com carteirinha de estudante não pode freqüentar todos os lugares que deseja e só depois que conseguir isso, poderá vislumbrar a volta ao poder. Na verdade o partido nasceu poder e apesar da experiência dos fundadores, não atinaram para o fato de que a política é cíclica e que um dia o partido estaria longe das benesses do poder.
     Criado em 1988, fez por dois mandatos o presidente da República, teve a maioria dos governadores, prefeitos das principais cidades, infinitos vereadores, enfim, viveu na bonança, mas um dia Lula chegou. Uma revoada de tucanos foi vista migrando para qualquer lugar. O que ficou para o PSDB? Ficou um quadro de filiados da mais alta capacidade, estudiosos, bons gestores públicos, que diferente dos pensadores petistas, não viajam na "transcendência das convergências programáticas dos conceitos estruturais da massa". Isso ficou muito bem evidenciado durante a objetiva palestra da Dra. Ruth Cardoso sobre desigualdade social e sobre o novo foco que se deve dar para combater de forma efetiva a desigualdade de oportunidades que existe no Brasil.
    Não poderia fechar minha impressão do 3º seminário do PSDB, sem fazer um comentário. As qualidades administrativas de José Serra já são reconhecidas, nem preciso falar, mas, além disso, e apesar de não ter visto nenhuma luz se ascender tal qual a vista por Marilena Chauí, sabem que eu achei Serra bonitinho?


Adriana Vandoni é economista, especialista em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas/RJ, professora do curso de pós-graduação em Gestão de Cidades. Site: www.prosaepolitica.com


 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Temor e negociação com 3 partidos

wilson kero-kero 400 curtinha   Depois de ajudar na articulação para se filiar ao Podemos o colega vereador Dilemário Alencar, que estava "fritado" e sem espaço no Pros e procurou abrigo em outra legenda, Wilson Kero-Kero (foto) está agora com receio de migrar para o partido da senadora cassada Selma Arruda e do...

Agora no DEM e foco à saúde pública

gilberto figueiredo 400 curtinha   Gilberto Figueiredo (foto), vereador licenciado da Capital e secretário de Estado de Saúde, aproveitou a janela - data limite de filiação até sábado (4) para quem quiser ser candidato em outubro -, e ingressou no DEM. Agora, o partido do governador Mauro, até...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.