Últimas

Sábado, 05 de Maio de 2007, 06h:11 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VARIEDADES

Servidores do CCZ defendem casal de diretores

   O casal Gerson e Moema Blatt, diretor de Vigilância e coordenadora do Centro de Zoonose, respectivamente, recebeu apoio e solidariedade de um grupo de 35 servidores da Funasa e agentes de Combate à Dengue. Esses funcionários assinaram uma carta, contestando as denúncias de maus tratos, perseguição e assédio moral que supostamente o casal estaria cometendo - clique aqui e leia a denúncia. Classificam o caso de perseguição, manobra e jogada política para provocar a "queda" de Gerson e Moema, que estão nos cargos há uma década.

     A acusação contra o casal partiu de três representantes sindicais com base, segundo eles, na narrativa dos servidores. A carta-denúncia foi entregue ao vereador Dilemário Alencar que, por sua vez, da tribuna da Câmara, na quinta-feira, classificou os fatos de muito graves e pediu que o prefeito cuiabano Wilson Santos e o secretário municipal de Saúde, Guilherme Maluf, tomassem providências.

   Solidários a Gerson e Moema, os funcionários do Centro de Controle de Zoonoses afirmam, na carta, que estão indignados  a respeito das acusações, para quem foram distorcidas. "Repudiamos as acusações de maus tratos advindos da coordenadora Moema Blatt e do diretor Gerson Blatt, servidores públicos que, com firmeza, honestidade, imparcialidade e justiça vêm construindo com a equipe de funcionários, seguindo o protocolo da secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá e do Ministério da Saúde, uma melhor qualidade de vida para todos os que vivem na capital mato-grossense".

  Eles contestam pontualmente as denúncias. Sobre corte do ponto, os aliados do casal argumentam que "isso ocorre em função da ausência do funcionário da área de trabalho de acordo com o horário comercial, sem justificativa prévia ou sem apresentação de atestado médico".

    Garantem que os servidores recebem vale-transporte ou diárias para que, em caso de necessidade, se deslocar para as diferentes regiões de Cuiabá. "São infundadas as acusações quanto ao servidor ser privado de atender as suas necessidades fisiológicas".

    Depoimento

    A carta de apoio a Gerson e Moema traz também depoimento de Carlos Gonçalves, funcionário há 30 anos da Funasa. Ele afirma que quando chegou no C.C.Z. "havia apenas o canil e o escritório". Em seguida, faz um comparativo: "Hoje, contamos com ampla sala do Recursos Humanos, biblioteca, laboratório, auditório para 100 pessoas, refeitório e uma grande frota de automóveis". Por fim, conclui: "Falar do doutor Gerson é muito fácil. Trabalho ao seu lado há vários anos e reconheço o seu caráter e competência".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...