Últimas

Sábado, 22 de Dezembro de 2007, 18h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

SOLENIDADE

Serys acusa colega de "quebrar" PT com dívidas

  A senadora Serys Marly enfatizou neste sábado, ao entregar a direção estadual do PT ao colega Carlos Abicalil, que não deixou dívidas ao partido, a não ser aquelas herdadas do seu antecessor Alexandre Cesar. Nos dois anos em que conduziu a legenda Serys enfrentou crise. Foi investigada e depois absolvida no Congresso Nacional da acusação de envolvimento na máfia das sanguessugas e teve uma votação decepcionante para governadora, nas urnas do ano passado. Ficou em terceiro lugar.

     Na presidência do PT, Serys não aceitou administrar as dívidas contraídas irregularmente pelo agora deputado estadual Alexandre Cesar, que montou uma estrutura milionária na campanha de 2004 na disputa para prefeito da Capital. Cesar deixou um rombo milionário no caixa do partido.

     Como forma de prevenir eventuais excessos, Serys preferiu ler o discurso. Disse que assumiu a presidência do PT na pior das conjunturas. “Peguei um partido atrelado em dívidas. Isso não é lenga-lenga como dizem por aí”, declarou. Ela também lembrou o escândalo do mensalão e das sanguessugas, em que seu nome foi envolvido. “Lá (em âmbito federal) era o mensalão, aqui eram as dívidas, muitas delas ilegais, contraídas na eleição de 2004. Por todo lado gente fazendo pilhéria, tentando nos ridicularizar. Depois veio a trama dos sanguessugas, que me atingiu diretamente, visava também atingir o PT, sua história, destituir a sua credibilidade. Não bastasse isso, o partido e alguns de seus militantes apareceram na TV exibidos como aloprados, a trafegar com pacotes de dinheiro que seriam utilizados para a corrupção eleitoral”, continuou.

      Enquanto transcorria o discurso, Alexandre tentava se disfarçar. Ele falou brevemente, por aproximadamente dois minutos, tudo para não afrontar a ex-presidente. A insatisfação de Serys com Cesar é tanta que ela decidiu atingi-lo em cheio. E fez. Em seu discurso, estava escrito: “É preciso que todos saibam que o PT está com as prestações de contas rejeitadas de 2004 e 2005, da gestão Alexandre Cesar, rejeitadas pelo Tribunal Regional Eleitoral”.

     Mas ela fez uma pequena alteração e resolveu, como diz o dito popular, não dar nome aos bois: “É preciso que todos saibam que o PT está com as prestações de contas rejeitadas de 2004 e 2005, da gestão anterior, rejeitadas pelo Tribunal Regional Eleitoral”. E Alexandre olhava para o alto, como se não estivessem falando dele.

      Por sua vez, Abicalil, da Unidade na Luta, mesma corrente de Alexandre, evitou criar conflitos. No ato de posse, limitou-se a dizer que a questão das dívidas fará parte de debate interno. “Cabe a todos os membros definir como vamos administrar as finanças do PT”.(Simone Alves)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • companheiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O PT NÂO É MAIS AQUELE, ALIÁS, QUANDO QUE O FOI? SINCERAMENTE, O LULA E SUA TROPA FIZERAM OS GOVERNANTES PASSADOS FICAR COMO SE FOSSEM TROMBADINHAS NA FRENTE DE SUA EQUIPE DE COMPANHEIRADAS QUE NO MENSALÃO, SANGUESSUGA E OUTROS ESCÂNDALOS ESCLARECDEM QUEM SÃO OS MESMOS.

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...