Últimas

Quarta-Feira, 12 de Setembro de 2007, 16h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SENADO

Serys ajuda na absolvição de Renan por 40 a 35

   Apesar da senadora mato-grossense Serys Marly preferir não confirmar, o seu voto foi um dos 40 que contribuíram para a absolvição do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), acusado de quebra de decoro parlamentar por ter pago despesas pessoais com dinheiro de Cláudio Gontijo, lobista da Construtora Mendes Junior. Os outros dois senadores mato-grossenses Jaime Campos e Jonas Pinheiro teriam votado pela cassação, sob orientação do DEM.

   Enquanto 40 senadores votaram pela absolvição durante a sessão secreta, 35 deram voto pela condenação. Seis abstiveram-se de votar. O processo contra Renan, condenado por 11 votos contra 4 no Conselho de Ética do Senado, arrastou-se por pouco mais de quatro meses. Renan terá mais dois processos para responder, ambos por quebra de decoro.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Roberto Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens a todos os corruptos em todas as esferas e niveis do poder constituido. Será que o interesse particular vai continuar sobrepondo o publico?

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Hoje a noite vai ter jogo da Seleção Brasileira, faz tempo que não ganhamos do méxico e se os canarinhos vencer e convencer, isto é, se jogarmos um bolão, amanhã ninguem vai lembrar desse tal de Renan, afinal ele é apenas o terceiro homem na hierarquia nacional, não tem tanta importancia assim, deixa ele prá lá, vamos falar de futebol porque de religião quem entende é quem fez teologia, ou fundou alguma igreja por aí, e de politica quem endente e sabe o que é melhor para o Brasil são aqueles em quem votamos, portanto não podemos nem discutir, não é verdade? TEMOS É QUE CRIAR VERGONHA NA CARA E APRENDER A VOTAR, porque educação se discute, já futebol, religião e política, não.

  • Suzanna Auxiliadora | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Hoje vou dormir um pouco mais decepcionada que outros dias. Então a documentação apresentada nos autos comprovam que o cara é culpado e só 35 votam pela cassação, 06 se acovardam (amarelam) e 40 votam pela permanencia? É por isso que eu adoro o bordão do Boris Cassoy e nunca vou cansar de repeti-lo "ISSO É UMA VERGONHA" Esse povo tão é com o rabo preso, porque gente! há, fala sério, assim fica dificil acreditar em alguma coisa nesse país. Acho que vou mudar para Dinamarca com carga tributária em 49,6% ou Suécia com 50,6%, são as maiores sim, mas pelo menos o governo garante educação, saúde, segurança, seguridade e infra-estrutura para quem produz. FUUUIIII.

  • João Carlos Barroso Leite | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dá vontade de vomitar na cara da senadora Serys. Que arrependimento. Virou da mesma laia do absolvido. E o povo não reage...

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A luta contra a corrupção e a impunidade só alcançará êxito quando a sociedade brasileira, lhe der importância e prioridade, ao compreender que, na vida pública, ela é algo indispensável ao longo e penoso processo de superação de penúria em que há séculos vive o nosso povo.

    Se os bilhões que nos são roubados todos os anos, ao invés de enriquecerem ladrões, fossem aplicados em benefício da população, há muito já teríamos erradicado a miséria e o analfabetismo neste país.

    O resultado do caso Renan Calheiros e tantos outros, só vem comprovar que os nossos títulos eleitorais estão jogados na lama. E fomos nós mesmos que jogamos.

    As propagandas eleitorais dizem: Você tem um direito. Seu direito é SER OBRIGADO a votar. Você precisa escolher entre o roto e o rasgado. Se preferir temos também o sujo ou o encardido. Você decide, pois é um cidadão livre.

    Somos livres sim, pra sermos obrigado a votar naqueles que vão nos explorar. E é assim, que nesse Pais da corrupção, todo o poder emana dos corruptos. Embora, eles continuem fazendo de conta, que o exercem em nome de um povo secularmente lesado.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É mais uma vez que vamos ve-la chorar dizendo que esta seguindo orientação do partido, lembram-se da historia dos 11% dos velhinhos?

  • Jeovaldo Rosa de Magalhaes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Brasileiro e "roubado" todo santo dia, exemplo claro a CPMF, não querem acabar com ela, mais e só devolver os roubados, que ela podereia acabar sem sombra de duvida, a engorda esta na não devolução dos roubados. todos roubam sabe que se for descoberto não vai devolver mesmo, então não tem muita importancia ser julgado, o que importa e fazer o brasileiro acreditar que estão sendo punido, e depois e só gastar as fotunas gatunados. regado com bastante festa, e viva a midia que esta errado de mostrar os podres. Viram só fizerão ate cena de queda de braço, lá na porta, para dar mais ibope. Rapaz os nossos representantes estão cada vez mais na lama, só uma pergunta? espero não ofender ninguem, mais não estaria na hora dos brasilieros fechar o congresso????? e o senado???? e economizar esses salarios mal utilizado pelo nossos representantes???? pelo amor de Deus e muito dinheiro jogado fora ou voces não achão????2008 vem ai troca de dois senadores, vamos pensar bem são 08 anos mamando alto nos nossos bolços. Que a punição venha de nosso bom Deus. porque a justiça dos homens esta falho, só no corporativismo. Jesus toma conta.....Fuiiiiiii.

  • edson garcia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    não deviam ser chamado de senadores e de:-

    ALI BABA E OS 40 SENADORES

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...